15 de junho de 2015

Gil e Caetano querem o PT fora do poder: o ciclo chegou ao fim!

caetano e gil
“Eles (o PT) já estão no poder há mais de 12 anos. Estamos querendo uma movimentação, uma mudança. Outros grupos, outro conceito, um outro planejamento para o Brasil na liderança”, declarou Gilberto Gil.
“Votei na Dilma porque todos aqueles grupos de direita estavam se unindo contra ela, e eu não simpatizava com eles”, afirma Caetano Veloso. “Mas acho que tudo agora parece indicar um final de um ciclo.”
O fim de ciclo já era aparente no ano passado, considera Caetano, mas o PT ganhou mais uma vez – e neste ano vieram as reações mais expressivas: o panelaço e os protestos nas ruas pedindo o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Palocci tem que ir pra cadeia. Lá é o lugar de bandido

Antonio PalocciPolícia Federal em Curitiba investiga a suspeita de que o ex-ministro da Casa Civil Antônio Paloccitenha recebido R$ 2 milhões do esquema de corrupção na Petrobras para a campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) em 2010. A abertura do inquérito foi determinada pelo juiz Sergio Moro, após o Supremo Tribunal Federal (STF) encaminhar os autos sobre Palocci à primeira instância da Justiça Federal.
As investigações sobre o ex-ministro tiveram início após depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa em acordo de delação premiada. Costa afirmou que em 2010, quando já não exercia cargo no governo federal, Palocci o procurou pedindo que o montante fosse liberado para a campanha presidencial de Dilma. O dinheiro, segundo o ex-diretor, viria do “caixa do PP” – isto é, a cota destinada ao Partido Progressista no esquema.
Conforme o MP, percentuais de contratos firmados com determinadas diretorias da estatal eram destinados ao pagamento de propina para agentes públicos e partidos políticos. No caso da Diretoria de Abastecimento, os recursos de propina eram destinados ao PP, partido que o indicou para o cargo.

Senado deve votar aumento da pena para adolescente que cometer crime hediondo

Na semana em que a Câmara dos Deputados discute o projeto de redução da maioridade penal e faz amanhã (16) uma audiência pública, com a presença do Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para discutir o assunto, o Senado poderá votar um projeto do senador José Serra (PSDB-SP) que amplia o tempo de punição, de três anos para oito anos, para adolescentes que cometerem crimes hediondos. Nesta terça-feira, o senador José Pimentel (PT-CE), relator da matéria, deverá apresentar um substitutivo ao projeto de Serra.

Ex-prefeito de Arenápolis é preso em hospital de Cuiabá acusado de matar andarilho

Patrícia Neves

O ex-prefeito de Arenápolis,José Carlos Biato, foi preso acusado do assassinato de um andarilho dentro de um posto de combustíveis da sua propriedade, registrado  no último dia 7 de junho. De acordo com assessoria da Polícia Civil, o empresário e fazendeiro, José Carlos Biato, foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e por recurso que dificultou a defesa da vítima. A Polícia cumpriu a ordem judicial em um hospital de Cuiabá.

Ainda conforme a assessoria, o crime que vitimou o andarilho Jeanderson da Silva, aconteceu por volta das 22 horas, no posto Lukatan de propriedade do suspeito. Silva, na data do crime, foi até o posto de combustíveis para tomar banho e ficou por alguns minutos parado ao lado do caixa do estabelecimento, fato que assustou a atendente e o vigia do local.

A investigação da Polícia, revela que a atendente ligou para o gerente do posto, mas recebeu a informação de que ele não poderia ir até o local, naquele momento. Na sequência, ela decidiu ligar para o dono do posto, que poucos minutos depois chegou ao estabelecimento.

O andarilho estava tomando banho no banheiro do posto, quando o empresário entrou e efetuou o disparo de arma de fogo, que atingiu a região cervical da vítima, no momento em que ela saía do chuveiro.

Logo após a execução, o empresário deixou o local. A vítima foi socorrida e levada ao Hospital de Nortelândia e posteriormente encaminhado ao Pronto Socorro de Cuiabá, onde não resistiu ao ferimento e morreu.

Diante dos fatos, o delegado Carlos Frederico Regis de Campos, representou pela prisão preventiva do empresário que foi preso em um hospital da capital, onde  é submetido a tratamento de saúde. (Com informações da assessoria da Polícia Civil).

Transexuais e travestis podem pedir nome social no Enem a partir desta segunda

SÃO PAULO, SP, 25.05.2015 - ENEM 2015 - Começou na manhã desta segunda-feira (25) as inscrições para Enem 2015 com algumas novidades, porém depois de várias tentativas que duraram cerca de 1 hora acompanhando uma estudante a fazer sua inscrição, nada de sucesso pois o site informava que o CPF náo foi encontrado na base de dados da Receita Federal. Foto: Fernando Nascimento
Travestis e transexuais podem a partir desta segunda-feira (15) solicitar a inclusão do nome social no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), para que no atendimento durante a prova seja usado o nome que a pessoa usa no dia a dia, e não o que consta no RG.
A solicitação deverá ser feita até o dia 26 de junho pela página do participante. O estudante que deseja fazer a alteração deverá enviar pelo sistema do site uma cópia do documento de identificação, o formulário preenchido e uma foto recente.

Audiência pública sobre ensino religioso prossegue à tarde com 17 expositores

Após a apresentação de representantes de 14 entidades sobre a implantação ou não do ensino religioso nas escolas públicas e se esse ensino deve ser confessional ou não confessional, o ministro Luís Roberto Barroso encerrou a primeira parte da audiência pública sobre o tema. Os debates prosseguem no período da tarde, desde às 14h30, na Sala de Sessão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), com a manifestação de representantes de outras 17.
“A vida civilizada aspira ao bem, ao correto e ao justo. Há pessoas que buscam orientação nesse caminho em princípios religiosos, pessoas que o buscam na filosofia moral, outros procuram combinar as duas coisas – a verdade revelada e a ética – e há outras muitas pessoas que professam um humanismo agnóstico ou ateu. A verdade é que verdade não tem dono. O que precisamos fazer é encontrar meios de convivência respeitosa e tolerante com quem pensa diferentemente”, disse o ministro ao interromper os debates para o intervalo de almoço.

Endividamento das famílias com sistema financeiro é o maior em 10 anos

tumblr_lqlbhj7H1t1r2o856o2_500As famílias brasileiras nunca estiveram tão endividadas com o sistema financeiro nos últimos dez anos como agora, conforme apontam dados do Banco Central sobre o tema.
De março para abril, o volume de dívidas passou de 46,20% para 46,30%, o maior porcentual desde janeiro de 2005, quando começa a série histórica da instituição.

Deputado federal apresenta projeto de lei que prevê prisão para professor

O deputado federal Rogerio Marinho (PSDB-RN), titular da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, propôs, no último dia 6 de maio, uma lei que torna crime o “assédio ideológico” em ambiente escolar. O projeto prevê pena de detenção de três meses a um ano e multa, com possibilidade de aumento da punição em 1/3 da pena, caso o ato seja praticado por educadores ou “afete negativamente a vida acadêmica da vítima”.

O projeto de lei pede alterações no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para que seja incluído entre os direitos da criança e do adolescente “adotar posicionamentos ideológicos de forma espontânea, livre de assédio de terceiros”. O PL 1411/2015 também propõe alterações no Código Penal para incluir o crime de “expor aluno a assédio ideológico, condicionando o aluno a adotar determinado posicionamento político, partidário, ideológico ou constranger o aluno por adotar posicionamento diverso do seu, independente de quem seja o agente.”

Ao longo de cinco páginas, o PL 1411/2015 utiliza-se de trechos de material de apoio elaborado para o Congresso Nacional do PT, intitulado “Caderno de Teses”, para compor sua justificativa. Escrito por diferentes partidários do PT para evento que ocorreu neste final de semana (de 11 a 14, em Salvador-BA), o documento apresenta trechos que, na visão do deputado tucano, instigam a doutrinação nas escolas.

Um exemplo: “Não haverá mudança social profunda no Brasil, se isto não for acompanhado por uma mudança cultural na visão de mundo da maioria da população brasileira. Necessitamos tornar hegemônicos os valores democráticos, populares e socialistas. Mas o que temos assistido desde 2003 é uma reação das ideias conservadoras em todos os terrenos. Isto se deve, em parte, ao fato de que não houve nenhuma mudança estrutural no terreno da cultura, da educação e da comunicação. Ao contrário: o grande capital e a direita não apenas mantiveram como ampliaram sua ofensiva em cada um destes terrenos.”

Segundo Olgaria Chain Féres Matos, professora de Filosofia da Universidade de São Paulo (USP), as crianças e adolescentes não formam seus posicionamentos de forma “livre”. Cabe ao educador dar contextos e apresentar pluralidade para que construam aos poucos com critérios. “Os alunos ainda não dispõem de um repertório cultural amplo que permita decidir com segurança acerca de conteúdos disciplinares. No máximo, conseguem repetir opiniões veiculadas pela mídia ou as da família ou outros”, diz.

Lavagem Cerebral
É assim que o PSDB enxerga o ensino ideológico por agentes educacionais em todo o país. O deputado Rogério Marinho, coordenador tucano na Comissão de Educação da Câmara, considera um "constrangimento" todo e qualquer aluno receber algum posicionamento político, partidário ou ideológico por parte de professores ou coordenadores educacionais.

Ao mesmo tempo que considera que “as instituições de ensino, em sua essência, devem fornecer àqueles que atendem nos seus bancos escolares o amplo acesso ao conhecimento, incorporando o aprendizado por meio da pluralidade de metodologias, conceitos, concepções e teorias em vigor", o deputado potiguar afirma também que “A escola e o ambiente acadêmico precisam ser blindados de qualquer assédio ideológico e partidário".

Um posicionamento muito semelhante ao que se viu na época da ditadura, onde professores da disciplina Organização Social e Política do Brasil (OSPB) foram obrigados a ministrar conteúdos que mostrasse ao jovem que o país tinha uma linha ideológica de pensamento e posteriormente, com o fim do regime militar, foram banidos dos currículos escolares. Enquanto o PSDB quer limitar o alcance do aprendizado, a mesma Comissão de Educação da Câmara já aprovou a criação da disciplina Ética e Cidadania, que estudará a constituição federal.


Para Marinho, “o verdadeiro professor não é um doutrinador”. “Doutrinadores devem ser banidos do ambiente escolar para o bem da nação. O professor, o mestre, apresenta todas as vertentes ideológicas, políticas e partidárias, sem distinção, fazendo com que o aluno possa formar suas convicções a partir de conhecimento profundo e amplo e do exercício de sua liberdade cognitiva”.

Procuradora do estado morre após cair do 16º andar de prédio de luxo em Cuiabá

Patrícia Neves

Uma mulher, identificada como Renata Maciel, pessoa caiu do 16º andar de um prédio instalado no bairro Duque de Caxias, em Cuiabá. A informação foi confirmada há pouco pela assessoria do Corpo de Bombeiros e pelo Instituto Médico Legal  (IML), em Cuiabá. A situação foi registrada no edifício de luxo Villagio Sicilliano,  no bairro  Duque de Caxias, em Cuiabá.

As primeiras informações são as de que a mulher estaria na faixa etária dos 30 anos.  Renata é procuradora do Estado.

Preliminarmente, as primeiras informações divulgadas são as de que trata-se de um suicídio. A Polícia Militar isolou o local até a chegada da perícia criminal.

Renata seria mãe de duas crianças, sendo que uma delas possui menos de dois anos.

Nesse momento, um delegado da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), já se encontra no local.

O procurador geral do Estado, Patrick Ayala, se encontra no local. Aos jornalistas ele disse apenas que "esse é um momento de dor".

*Atualizada 15h51

O PMDB esquece de entregar os cargos que ocupa ao PT

Eduardo-cunhaPara o presidente da câmara dos deputados, Eduardo Cunha, o modelo PMDB/PT está esgotado e a aliança deve acabar. E que o PMDB não pode dizer amém a tudo que acontece. Para Cunha o PMDB dificilmente repetirá a aliança com o PT nas próximas eleições. Cunha esqueceu de mandar o PMDB entregar os cargos que ocupa ao PT. Somente.

Banco do Brasil é condenado por assédio moral coletivo e deve coibir a prática em todo o país

BOA_BANCO-DO-BRASIL_FACHADA.jpegA Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho negou provimento a agravo do Banco do Brasil contra condenação por danos morais coletivos imposta pelo Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (DF/TO) por vários casos de assédio observados dentro da instituição. O valor da indenização é de R$ 600 mil, que irá para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). “Uma empresa de grande porte tem que manter o controle de seus funcionários, principalmente dos que exercem cargos diretivos”, enfatizou o ministro Lelio Bentes, presidente da Turma.

Plenário da Câmara retoma votações da reforma política na terça-feira

O Plenário da Câmara dos Deputados pode concluir amanhã as votações, em primeiro turno, da reforma política (PEC 182/07, do Senado). A proposta está sendo votada por temas.
Os deputados votarão os tópicos fidelidade partidária, cotas para mulheres nas eleições, data de posse de prefeitos e vereadores, federação partidária e projetos de iniciativa popular.

Presidente do PDT diz que Taques tem que criar um partido próprio

O presidente regional do PDT, deputado estadual Zeca Viana (PDT) continua a disparar “sessões” de críticas ao governador Pedro Taques (PDT) que já anunciou sua saída do partido. Para ele, o chefe do Executivo tem que criar um partido próprio para poder manifestar suas ideias e liderar sozinho.

Taques há tempos mostra insatisfação e não esconde de ninguém as divergências de ideias dentro da sigla, principalmente pelo apoio da nacional a atual presidente da república Dilma Roussef (PT), da qual ele é totalmente oposição.

Segundo o presidente regional dos pedetistas, o governador sinalizou saída, mas até o momento só "agitou" e não tomou decisão. "Para poder manifestar as ideias dele, ele tem que fazer um partido somente para dele", disparou Viana.

Viana disse não ser contra a permanência de Taques na sigla, mas que o chefe do executivo tem que decidir e não falar todas as horas uma coisa. " Fico sabendo pela imprensa que ele vai sair num mês, depois que será em outro mês, e nunca decide", critica.

Além disso, o presidente falou que não tem contato direto com Taques mais que segue cobrando as necessidades do povo que são de responsabilidade do governo.

Viana rompeu relacionamento governador após disputa da mesa diretora da Assembleia Legislativa. Na época, disparou duras criticas ao governador e seus aliados. Já Taques anunciou para imprensa que sairá do PDT, e indicou que poderá ira para o PSDB ou PSB. 24horasnews

PF desarticula organização criminosa internacional que atuava em cinco estados

A Polícia Federal iniciou hoje (15) uma operação em cinco estados para desarticular núcleos de uma organização criminosa de tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Nove pessoas haviam sido presas até o último balanço divulgado às 9h pela Polícia Federal. A Operação Ferrari é realizada em parceria com a Receita Federal. O patrimônio avaliado da organização criminosa já ultrapassa os R$ 40 milhões.
Quarenta e nove mandados judiciais – entre mandados de prisão preventiva, de busca e apreensão e de condução coercitiva – estão sendo cumpridos em 15 cidades de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Bahia e Sergipe. Os presos serão conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR). Foi pedido também o sequestro de 20 imóveis, bloqueio de numerários em 30 contas correntes e apreensão de mais de 100 veículos.

Polícia Civil e PRF apreendem 753 kg de maconha com 5 traficantes na fronteira

Mais de 850 tabletes de maconha, o equivalente a 753 quilos, foram apreendidos na tarde deste domingo (14.06), na BR 364, próximo ao município de Campos de Júlio (553 a Noroeste), na operação "Desmonte", da Delegacia Regional de Pontes e Lacerda, deflagrada pela Polícia Judiciária Civil de Comodoro (644 km a Oeste) e a Polícia Rodoviária Federal.

A apreensão integra a operação da Segurança Pública "Top Five", realizada pela Polícia Judiciária Civil em todo o Estado de Mato Grosso, para prender lideranças criminosas.

O carregamento era transportado em um veículo Citroën Aircross, com placas clonadas do município de Bonito, no estado de Mato Grosso do Sul. O carro recheado com o entorpecente no banco traseiro e no porta-malas foi abordado em barreira montada pelas duas polícias, depois de uma denúncia anônima. A droga era levada sem nenhuma camuflagem, toda espalhada pelo veículo.

O suspeito Marcos Vinicius Brandão, 22 anos, conduzia o carro na companhia de Sérgio Marques Folgaça Souza, 18 anos. A droga era escoltada por outros dois veículos, demonstrando planejamento na segurança do transporte da maconha.

A escolta do Citroën era feita por um Honda Civic, com placa de Montes Carmelo (MG), dirigido por Jones Lopes da Silva Nunes, 21, e um Gol, placa de Ji-Paraná (RO) conduzido por Francisco França de Freitas, 35 e Ezequiel de Araujo Silva, 38.

Todos os cinco homens são moradores de Rondônia e foram presos em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico, adulteração de sinal de veículo automotor e receptação. Os suspeitos ainda serão interrogados na Delegacia da Polícia Civil, em Comodoro, para onde foram levados.

De acordo com o delegado de Comodoro, André Eduardo Ribeiro, possivelmente, a droga saiu na manhã deste domingo do estado do Mato Grosso do Sul, na divisa com o Paraguai, com destino provável a Rondônia, estado de origem dos presos."Não é comum grandes apreensões de maconha nessa região, devido a proximidade com a Bolívia. Mas, a estrada dá acesso ao estado de Rondônia e acreditamos que essa droga seria levada para lá", observou.

O delegado também destacou a ousadia do traficantes em trazer o entorpecente, no domingo à tarde, em plena luz do dia, acreditando não haver fiscalização. "Muita ousadia dos traficantes em trazer essa droga em cima dos bancos, sem camuflagem nenhuma", frisou.

Participaram da operação cerca de 15 policiais civis de Comodoro, juntamente com os policiais rodoviários federal.

Fonte: Rádio Pioneira com Assessoria PJC/MT

SAÍDA DE TAQUES E MAGGI: Analista diz que PDT e PR deixam o protagonismo e viram "acessórios"

DOUGLAS TRIELLI

O senador Blairo Maggi e o governador Pedro Taques,
que devem deixar o PR e o PDT para se filiarem
ao PSDB e PMDB, respectivamente
A possível troca de partido por parte do governador Pedro Taques (PDT) e do senador Blairo Maggi (PR) irá causar um novo reagrupamento político no Estado. A conclusão é do professor e analista político Onofre Ribeiro.

Taques e Blairo, “assediados” pelo PSDB e PMDB, respectivamente, ficaram livres para a troca de partido desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a regra de perda do mandato para cargos do sistema majoritário de eleição, como prefeito, governador, senador e presidente da República.

A mudança dá liberdade para que possa haver a trocar de partido, sem que haja penalização por infidelidade partidária.

"Teremos uma nova polarização das forças políticas de Mato Grosso, o que significa um novo reagrupamento político. O PDT e o PR vão deixar de ser protagonistas e passam a ser apenas acessórios" “Essa troca vai acontecer, não tem mais o que discutir. E quando isso ocorrer, teremos uma nova polarização das forças políticas de Mato Grosso, o que significa um novo reagrupamento político. O PDT e o PR vão deixar de ser protagonistas e passarão a ser apenas acessórios”, afirmou Onofre.

Para o analista, o PDT será o partido mais prejudicado. Isso porque, no PR ainda há outras grandes lideranças, como o senador Wellington Fagundes, o deputado estadual Emanuel Pinheiro e o primeiro secretário da Assembleia, deputado Ondanir Bortolini, o Nininho.

Já o PDT ficará restrito ao deputado estadual Zeca Viana.

“Será uma nova morte para o PDT, porque, em 1997, o Dante de Oliveira deixou o PDT, quando era governador, para ir para o PSDB. O PDT aqui praticamente morreu. O PR ainda terá algumas figuras representativas, mas eles também vão se mexer”, disse.

Na oposição

Para Onofre Ribeiro, a mudança para Taques pode significar uma maior dificuldade de governar. Isso porque o PSDB é oposição declarada à presidente Dilma Rousseff (PT).

O analista cita como exemplo o não pagamento dos mais de R$ 400 milhões do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) de 2014.

“A saída do Dante do PDT para o PSDB foi boa para o Estado e para ele próprio porque governou com um grande apoio do Governo Fernando Henrique Cardoso, se reelegeu com apoio do FHC. O Estado teve muitos benefícios naqueles anos”, disse.

“Agora, o Pedro Taques já está com problemas no Governo Federal. A gente vê, por exemplo, os repasses do FEX. O valor é pequeno e não é repassado por retaliação política. Então, em um primeiro momento, vai ser ruim, porque ele passa a ser do partido de oposição. Acredito que até as eleições municipais de 2016, vai passar muito sufoco”, afirmou.

"O Pedro Taques já está com problemas no Governo Federal. A gente vê, por exemplo, os repasses do FEX. O valor é pequeno e não é repassado por retaliação política" No entanto, Onofre Ribeiro disse acreditar que a mudança irá dar uma nova projeção nacional ao governador de Mato Grosso.

“O PSDB é um partido forte e isso vai dar ao Pedro Taques uma estatura política nacional que ele não tem hoje. O partido está valorizando suas lideranças regionais. Em Mato Grosso, serão duas, já que, além do Taques, tem o [deputado federal] Nilson Leitão”, disse.

Figura individual

Quanto ao senador Blairo Maggi, Onofre Ribeiro acredita que a mudança se deve a uma possível articulação ao Governo ou ao Senado em 2018.

“O Blairo é um cidadão que não pertence a partido nenhum, é uma figura individual. Ele dificilmente se identifica a algum partido. Lá atrás não se identificava com o PPS, nunca se identificou com o PR; se for para o PMDB, não vai se identificar também. Vai continuar uma figura apartidária”, afirmou.

“Ele é uma pessoa de conduta individual, o partido é meramente uma exigência burocrática. Essa mudança tem como objetivo a eleição de 2018. Nesta semana, ele negou que seja candidato a governador. Acredito que ele esteja dizendo que será candidato ao Governo, porque toda vez que diz não, está dizendo sim”, disse.

O professor não acredita que a ida de Blairo para o PMDB ajude o partido com os candidatos das eleições de 2016. Em Cuiabá, por exemplo, o mais cotado a disputa é o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva.


“Só se ele decidir entrar de corpo e alma na campanha, porque nas eleições passadas ficou de fora. Ele apoiou o Mauro Mendes em 2012, mas de maneira distante. A campanha vai pelo vagão do trem, e o Blairo vai de avião”, completou.

STF debate ensino religioso em escolas públicas

STF justiçaO Supremo Tribunal Federal (STF) promove hoje (15) audiência pública para discutir o ensino religioso em escolas públicas. A audiência está prevista para começar às 9h e 31 entidades foram habilitadas para participar das exposições. Cada uma terá 15 minutos para expor seus argumentos. A audiência foi convocada pelo ministro Luís Roberto Barroso, relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade na qual a Procuradoria-Geral da República (PGR) pede que a Corte reconheça que o ensino religioso é de natureza não confessional, com a proibição de admissão de professores que atuem como “representantes de confissões religiosas”.
O ministro pretende ouvir os argumentos de todos os participantes antes de elaborar seu voto e liberar o processo para julgamento no plenário da Corte. “A interpretação constitucional envolve certa capacidade de o juiz interpretar o sentimento social, as demandas da sociedade. Portanto, o que eu espero na audiência em que se discute o ensino religioso nas escolas públicas é saber como pensam os representantes das religiões, os representantes de órgãos de educação, intelectuais e pensadores de questões teológicas”, disse Barroso na última semana.

Justiça do Trabalho condena Banco do Brasil a pagar R$ 600 mil por assédio

logo_bbTribunal Superior do Trabalho (TST) condenou o Banco do Brasil  a pagar uma multa inédita de R$ 600 mil, a ser depositada no Fundo do Amparo ao Trabalhador (FAT), por dano moral coletivo. O BB foi condenado por não ter investigado denúncias de assédio moral nas dependências do banco em todo o país, entre elas, a retirada de comissões e discriminação a portadores do vírus HIV.

Deputado morreu vítima de meningite no Ceará

Apesar de estar em evidência após a notificação de três mortes, entre as quais a do deputado estadual Wellington Landim, a ocorrência de meningite no Ceará continua com o mesmo padrão desde 2012, diz nota técnica divulgada pela Secretaria da Saúde do Estado. Segundo a secretaria, neste ano, até maio, foram constatados 12 casos da doença e dois óbitos no estado. O terceiro caso confirmado foi o do deputado, que morreu no dia 9.
O infectologista Robério Leite, do Hospital São José, em Fortaleza, explica que o fato tem a ver com o período do ano em que há mudanças significativas no clima do Ceará. As chuvas e a alta umidade facilitariam a transmissão da doença no estado nesse período, diz o médico.

PT e PMDB peitam Cunha e querem Temer

17309765Petistas e peemedebistas descartaram a possibilidade de o vice-presidente, Michel Temer, deixar a articulação política do governo. Neste domingo, o jornal “O Estado de São Paulo” publicou entrevista em que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), avisa que, se Temer deixar o posto, o PMDB romperá com o governo.
Para o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT-PE), a declaração é “uma crise artificialmente fabricada” com o propósito de criar polêmica.
— Não vejo de onde partiu isso, são intrigas geradas o tempo inteiro, não acredito que Aloizio Mercadante (ministro-chefe da Casa Civil) tenha trabalhado com essa intenção. Melhorou bastante a articulação política com a entrada de Temer, conseguimos algumas vitórias importantes, não vejo razão para que ele saia. É uma crise artificialmente fabricada, pode ser pretexto para alguns gerarem polêmica — avaliou o líder petista.

Pequenas mudanças na legislação eleitoral

MAIS MUDANÇA
A Câmara Federal mais uma vez aprovou em primeiro turno outras mudanças na legislação eleitoral. Pelo texto aprovado agora os mandatos de vereadores, deputados, senadores, prefeitos, governadores e presidente irão ser de cinco anos, mas só para quem for eleito em 2020 e 2022 sem direito à reeleição no caso do Executivo. Quem foi eleito em 2012 e 2014 poderá ser reeleito.

VOTO OBRIGATÓRIO
O voto do brasileiro continua obrigatório, a proposta de modificação não passou na Câmara e por isso não terá mais continuidade à ideia de torná-lo facultativo. Uma decisão acertada já que a população não está preparada para assumir um compromisso tão importante que é o de ir às urnas por livre e espontânea vontade em virtude do nosso sistema educacional não está à altura das grandes democracias.

PREVISÕES DESANIMADORAS


É inegável que estamos vivendo um momento complicado na economia brasileira. Os cortes no orçamento e a falta de investimentos em áreas primordiais do governo federal têm dificultado ainda mais a vida do povo, principalmente os mais pobres que dependem desses recursos para se inserirem no mercado de trabalho.

O governo não está sabendo como começar a enfrentar uma crise que se acumulou em virtude de seus gastos terem ultrapassado sua capacidade de pagamento e as consequências são a paralisação de obras importantes por falta de pagamento, desemprego crescente, queda nas vendas do comércio, queda na produção industrial etc, ou seja, virou um efeito "dominó" que força o alto escalão do governo a tomar medidas que massacram ainda mais a população para tentar recuperar o caixa e voltar a nortear o país. Essas tentativas são válidas, porém as pessoas menos favorecidas irão pagar um preço alto, dividindo uma dívida que não contraíram. 

Por isso, as previsões são desanimadoras e o governo do PT que pregava uma coisa agora está fazendo tudo ao contrário penalizando a população mais carente que nada fez para enfrentar uma crise sem precedentes que vai gerar consequências imprevisíveis. É tanto que todos os analistas de mercado e economistas estão a toda hora na imprensa orientando as pessoas a serem mais cautelosas, gastarem menos para não sentirem tanto as consequências do que tem por vir, afinal a previsão que somente no último semestre do ano as coisas comecem a andar, isso porque o governo não tem recursos para fazer a economia melhorar de imediato. Infelizmente entramos num ciclo negativo que merece toda atenção e contenção de gastos.

Cunha vai reforçar a pancada no PT

cunhafolha
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), avisou a aliados que vai reforçar “cada vez mais” suas críticas ao PT, rumo a um rompimento entre as siglas, considerado “quase inevitável”. Irritada com ataques de petistas a Cunha e com articulações para minar Michel Temer, a bancada do PMDB prepara uma contraofensiva na Câmara e ameaça dificultar a aprovação do projeto que revê as desonerações. Caciques da sigla cobrarão que Dilma Rousseff condene as investidas dos petistas contra o PMDB.

Crise faz Estados reduzirem seus investimentos em 46% neste ano

A crise econômica e a dificuldade de arrecadação levaram os governos estaduais a cortar drasticamente os investimentos neste ano. Obras paradas, adiamento de novos projetos e atrasos em pagamentos de serviços são realidade em alguns dos Estados mais ricos do país.
Levantamento realizado pela Folha mostra que o volume de investimentos nos 26 Estados e no Distrito Federal caiu de R$ 11,3 bilhões nos quatro primeiros meses de 2014 (valor corrigido pela inflação) para R$ 6,2 bilhões no mesmo período de 2015, uma queda de 46%.

Lula desdenha de eventual busca e apreensão

lula_risadaO ex-presidente Lula disparou telefonemas a aliados no Congresso para afirmar que “não vai passar disso” a descoberta de que, por meio da sua ONG Instituto Lula e da sua empresa Lils (iniciais de Luiz Inácio Lula da Silva), recebeu R$ 4,5 milhões da empreiteira Camargo Corrêa, acusada de roubar a Petrobras, fraudando licitações e contratos e subornando autoridades. Parece confiante que nada lhe acontecerá.
Lula deu risada quando um senador do PMDB lembrou a que poderia ser alvo de mandado de busca e apreensão em sua casa e empresas. Lula telefonou a deputados e senadores aliados preocupado com sua convocação para depor na CPI da Petrobras, pretendida pela oposição.

Dirigentes de sindicatos enriquecem com desvio de R$ 100 milhões

sindicato
A missão de um sindicato é lutar por benefícios para os trabalhadores. Certo? Mas em vários lugares do país, não é isso o que vem acontecendo. Esses sindicatos são controlados por dirigentes corruptos, e no fim, o dinheiro sai do bolso do trabalhador e vai direto para o bolso deles.
Rio de Janeiro. Sindicato dos Comerciários, mas pode chamar de casa dos Mata Roma. Este é o sobrenome da família que mandava por lá havia quase 50 anos. Mandava e desmandava. “Não era funcionário, não era presidente, não era vice-presidente ou diretor. Eles eram o dono do sindicato”, conta um funcionário.
Segundo denúncia do Fantástico (CLIQUE AQUI e confira a reportagem completa), Luizant Mata Roma chegou ao sindicato como interventor, nomeado pela Ditadura Militar, em 1966. E não saiu mais. Foi presidente durante 40 anos. Só deixou o cargo quando morreu em 2006. Quem assumiu? O filho dele, Otton da Costa Mata Roma. A lista dos Mata Roma empregados no sindicato tem 15 parentes.
“A maioria dos parentes não trabalhava. Eles eram lotados todos nesse gabinete aqui. Mas você não os via no sindicato. Só os via em final do mês, época de pagamento”, revela o interventor José Carlos Nunes. Carolinsk Mata Roma, a atual mulher do presidente, era a assessora especial da Presidência. O salário era de quase R$ 22 mil. O filho de Otton, Aran Mata Roma, também quase R$ 22 mil.
Uma auditoria contratada pela Justiça investigou a contabilidade entre os anos de 2009 e 2014 e descobriu um rombo de R$ 100 milhões. O valor reúne as diferenças encontradas nas contas do sindicato, despesas suspeitas com advogados, dívidas em impostos, juros e multas e outros gasto

Dossiês estariam sendo preparados no Senado contra procurador-geral da República

janot procurador
Vera Magalhães, na Folha de São Paulo, destaca que Rodrigo Janot e seus aliados próximos preveem uma “carnificina” na eleição interna que produzirá a lista tríplice para a escolha do próximo procurador-geral da República. Procuradores avisaram a Janot que há uma “central de dossiês” contra ele funcionando no Senado, onde estão alguns dos parlamentares investigados, a seu pedido, pelo esquema de corrupção na Petrobras.
Há duas preocupações no time de Janot. A primeira é que a disputa pesada tire dele o primeiro lugar na lista tríplice, o que forçaria Dilma a quebrar uma tradição e indicar o segundo ou terceiro colocado caso queira reconduzi-lo. A segunda é que os ataques sofridos durante a campanha interna acirrem os ânimos no Senado e transformem sua sabatina em um “apedrejamento”.