27 de junho de 2015

Aula de jornalismo que vem lá do Maranhão…

CIXAkOpWUAQfAZa

Zico mantém candidatura à Fifa e critica corrupção na entidade

zicoO ex-jogador de futebol Artur Antunes Coimbra, conhecido como Zico, reafirmou hoje (27) que é candidato à presidência da Federação Internacional de Futebol (Fifa) e comentou a atitude do atual presidente da entidade, Joseph Blatter, que declarou em entrevista a um jornal suíço, na última quinta-feira (25), que não teria renunciado, deixando em aberto uma possível volta ao cargo. Zico participou no Rio de Janeiro, ao lado do ministro do Esporte, George Hilton, da cerimônia de despedida da delegação brasileira que participará do Special Olympics, nos Estados Unidos – competição para jovens com deficiências intelectuais.
“Estamos na fase de aguardar o desenrolar dos fatos. A gente já vê o presidente [Blatter] dizer que não falou – o que muita gente colocou – e que não era bem aquilo que ele tinha dito. Acho que todos esses fatos denegriram muito o futebol mundial, e a gente espera que haja uma solução definitiva, para o bem do futebol. Não podemos ter dirigentes importantes presos e denunciados, indiciados. Isso contamina. A gente vê uma oportunidade ímpar para uma entidade importante passar a ser democrática, passar a ter decisões que beneficiem o futebol, e não pessoas”, comentou.

Papa Francisco cria ministério para unir mídias do Vaticano

O papa Francisco decretou hoje (27) a criação de um ministério dedicado à Comunicação, que será dirigido pelo diretor do Centro de Televisão do Vaticano (CTV), padre Dario Viganò, e vai começar a funcionar na próxima segunda-feira (29), anunciou o Vaticano em comunicado. De acordo com a mensagem, o papa ressaltou que “o contexto midiático atual, caracterizado pela presença e o desenvolvimento das mídia digitais, pela convergência e interatividade, requer uma redefinição do sistema de informação da Santa Sé”.
O cenário midiático também obriga uma reorganização que conduza a uma “integração e gestão unitária”, acrescentou. O novo ministério reagrupa o Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais, o Gabinete de Imprensa, a Rádio Vaticano, o CTV, o jornal L’Osservatore Romano, o Departamento de Fotografia, a editora do Vaticano, a tipografia e o serviço de internet. Ele também ficará encarregado do site institucional do Vaticano e da conta do papa na rede social Twitter.

Aos 83 anos, Russo sofre AVC e é internado em estado grave

O ex-assistente de palco da TV Globo, Russo, 83 anos, sofreu um AVC e está internado em estado grave no Hospital Pasteur, na Tijuca, Zona Norte, do Rio de Janeiro. De acordo com o jornal ‘Extra’, ele sentiu fortes câimbras nas mãos na última sexta-feira (26) e ao ser atendido teve uma convulsão. Por conta disso, Russo foi colocado em coma induzido.
De acordo com Bruna Bergamin, neta do ex-assistente, o avô estava muito estressado ultimamente. “Cois normal da idade, ele se estressa com tudo e com todos”, contou ela à publicação, que ainda não sabe se Russo terá alguma sequela do AVC. “A única coisa que sabemos é que ele está em coma induzido, sedado e entubado. Vão tentar tirar o sedativo dele para ver como se comporta. Mas quando ele acorda fica nervoso demais”, explica.

Paraguai vai à semi após vencer Brasil nos pênaltis

gol_uruguai
O roteiro foi bem parecido. Assim como na Copa América de 2011, o Paraguai eliminou a Seleção Brasileira nas quartas de final – e agora terá pela frente a Argentina. A exemplo de quatro anos atrás, também nos pênaltis: 4 a 3, desta vez depois de empate por 1 a 1 no tempo normal, no Estádio Collao, em Concepción.
A equipe brasileira até saiu à frente no placar, com gol de Robinho aos 14 minutos do primeiro tempo. Um belo gol de jogada coletiva que passou a impressão de que a partida seria tranquila. Não foi. O Paraguai partiu para o ataque, impôs sufoco e foi premiado com um gol de pênalti, marcado por Delis González, na segunda etapa.
O duelo com a Argentina está marcado para terça-feira, dia seguinte ao confronto entre Chile e Peru. O palco será novamente o estádio municipal de Concepción, às 20h30 (de Brasília). No mesmo local será a disputa pelo terceiro lugar, três dias depois.

Revista divulga lista de políticos que teriam recebido dinheiro do Petrolão

O engenheiro Ricardo Pessoa, dono da construtora UTC, tem contratos bilionários com o governo, é apontado como o chefe do clube dos empreiteiros que se organizaram para saquear a Petrobras e cliente das palestras do ex-presidente Lula. Desde a sua prisão, em novembro passado, ele ameaça contar com riqueza de detalhes como petistas e governistas graúdos se beneficiaram do maior esquema de corrupção da história do país.
A revista VEJA teve acesso aos termos desse acerto. O conteúdo é demolidor. As confissões do empreiteiro deram origem a 40 anexos recheados de planilhas e documentos que registram o caminho do dinheiro sujo. Em cinco dias de depoimentos prestados em Brasília, Pessoa descreveu como financiou campanhas à margem da lei e distribuiu propinas. Ele disse que usou dinheiro do petrolão para bancar despesas de 18 figuras coroadas da República. Foi com a verba desviada da estatal que a UTC doou dinheiro para as campanhas de Lula em 2006 e de Dilma em 2014. Foi com ela também que garantiu o repasse de 3,2 milhões de reais a José Dirceu, uma ajudinha providencial para que o mensaleiro pagasse suas despesas pessoais. A UTC ascendeu ao panteão das grandes empreiteiras nacionais nos governos do PT.

Ministro diz que vazamento de delação premiada de empreiteiro da é seletivo

O ministro Edinho Silva, da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, disse hoje (27) que está havendo um “vazamento seletivo” das informações da delação premiada do ex-presidente da empreiteira UTC Ricardo Pessoal, assinada com o Supremo Tribunal Federal (STF).
Em coletiva à imprensa no início da tarde deste sábado (27), Edinho disse que a UTC é historicamente conhecida por fazer doações em campanhas eleitorais a diversos partidos e se mostrou indignado por apenas os repasses feitos ao PT serem alvo de suspeita. “As doações são públicas – estão lá no Tribunal Superior Eleitoral. A UTC não fez doações apenas para a campanha da presidente Dilma e me estranha que as suspeitas sejam colocadas apenas sobre as doações legais da presidente”, destacou.

Equipe de Cristiano Araújo para e ajuda banda de forró em estrada

ontentacao
A tragédia envolvendo o cantor Cristiano Araújo não impediu que sua equipe praticasse um gesto de solidariedade numa estrada de Pernambuco ontem à tarde. O ônibus do cantor, que seguia para Caruaru onde o sertanejo se apresentaria nesta quinta-feira (24), parou próximo à Ouricuri (PE) para prestar socorro à banda Forró da Ostentação, que estava com problemas mecânicos em seu veículo.
Uma foto mostra os dois ônibus estacionados na estrada. Segundo relatos postados na internet, integrantes da banda potiguar ficaram bastante emocionados com a ação. Cristiano Araújo morreu na manhã desta quinta-feira (24) vítima de um acidente de carro em Goiás. Além dele, a namorada também morreu. Outras duas pessoas estão fora de perigo.

Mercadante na mira de Moro, Lava Jato bate à porta do vizinho de Gabinete de Dilma.


A presidente Dilma Rousseff convocou uma reunião de emergência com os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça), Edinho Silva (Secretaria de Comunicação Social) e Aloizio Mercadante (Casa Civil) para tratar dos desdobramentos da Operação Lava Jato, que provocaram um novo desconforto no Palácio do Planalto, justamente Na véspera da viagem oficial de trabalho aos Estados Unidos,

 Dilma Rousseff, se sente cada vez mais apreensiva com tamanho da banana, por causa das investigações. Para auxiliares da presidente, a agonia maior é não se saber ainda a extensão total das investigações, que chegam cada vez mais próximo do Planalto. 

O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, vizinho de gabinete e elo mais próximo de Dilma no governo, foi citado na delação premiada feita pelo empresário Ricardo Pessoa, dono das empreiteiras UTC e Constran e réu na Operação Lava-Jato da Polícia Federal

O ministro Edinho Silva, que foi tesoureiro da campanha de reeleição da petista, foi citado na delação premiada do dono da UTC, Ricardo Pessoa, à Procuradoria-Geral da República. No depoimento, o executivo detalhou repasses de R$ 7,5 milhões pela UTC para a campanha da presidente Dilma Rousseff, pasmem, em 2014. Síntese News

Atenção!!! Vem aí mais 2 (dois) acordos de #delação premiada na #LavaJato!


Em 2 meses, brasileiros pagaram R$ 1,2 bi com taxa extra na conta de luz


Delação de empreiteiro aumenta pressão sobre governo Dilma e o PT

ricardo_pessoaDepoimentos prestados pelo empresário Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC, aos procuradores da Operação Lava Jato ampliaram as pressões sobre o governo da presidente Dilma Rousseff e o seu partido, o PT, lançando novas suspeitas sobre a maneira como as campanhas petistas foram financiadas nos últimos anos.
Um dos empreiteiros investigados pela Operação Lava Jato por causa de seu envolvimento com o esquema de corrupção descoberto na Petrobras, Pessoa fez acordo com a Procuradoria-Geral da República para colaborar com as investigações em troca de uma pena reduzida. O acordo foi homologado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) nesta quinta (25).
Pessoa afirmou aos procuradores que doou R$ 7,5 milhões à campanha à reeleição de Dilma no ano passado por temer prejuízos em seus negócios na Petrobras se não ajudasse o PT. Como a Folha revelou em maio, a doação foi feita legalmente e ele disse que tratou da contribuição diretamente com o tesoureiro da campanha de Dilma, o atual ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Edinho Silva.

Operadoras de celular voltam a poder cortar acesso à internet

celular finoAs operadoras de celular Oi, Claro, TIM e Vivo voltaram a poder bloquear o acesso à internet por celular quando o usuário atinge o limite do pacote de dados contratado. Uma decisão favorável à Oi datada do dia 22 do ministro Moura Ribeiro, do Superior Tribunal de Justiça, suspendeu todas as ações coletivas sobre o tema até que se decida em qual esfera o assunto será tratado.
Deixam também de ter validade liminares proferidas em primeira instância que ainda não foram sustadas em segunda instância, como a que impedia as empresas de realizarem o corte no Estado sob multa de R$ 25 mil por dia. Ela havia sido concedida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a pedido do Procon-SP.

Ministro da Fazenda é internado em hospital de Brasília

levy_ministro
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, foi internado na noite desta sexta-feira, no Hospital do Coração em Brasília – ele sofreu uma embolia pulmonar. Levy passou toda o dia na sede do ministério já demonstrando um certo cansaço. Pela manhã, deixou de comparecer a um evento no Itamaraty entre altos executivos brasileiros e da China. O ministro deverá ficar de repouso por ao menos três dias, conforme informações preliminares, e não poderá cumprir agenda junto à presidente Dilma Rousseff neste sábado.
Levy deveria embarcar para os Estados Unidos com a presidente Dilma Rousseff, que fará uma visita ao presidente Barack Obama. Já no domingo, o ministro e a chefe do Executivo se reuniriam com um grupo de empresários no Hotel St. Regis, em Nova York. Na segunda-feira, a agenda estava lotada, com seminários, conversas com executivos do mercado financeiro e um encontro com o ex-secretário de Estado dos EUA Henry Kissinger.
Quem acompanha o dia a dia do ministro chama a atenção pelo excesso de horas que ele tem trabalhado. Há dias em que chega ao ministério por volta das 8h da manhã e só vai para casa depois das 2h da madrugada. Levy assumiu não só o comando da economia, mas também as negociações com o Congresso para aprovar o ajuste fiscal. Não tem tido um dia de descanso. Mesmo nos fins de semana se dedica a desatar nós no governo.

Em entrevista a jornal dos EUA, Dilma diz que ‘batalhou’ por até 7 anos para evitar medidas amargas

Em entrevista ao jornal americano “The Washington Post” feita na quarta-feira, no Palácio do Planalto, e publicada em sua versão eletrônica ontem à noite, a presidente Dilma Rousseff explicou as medidas de ajuste que o Brasil está tomando para contornar a crise econômica. Dilma afirmou que o governo relutou durante sete anos em adotar medidas que causassem a redução de empregos, de oportunidades e de renda.
Segundo ela, nesse período, as medidas brasileiras funcionaram e o país não vivenciou diminuição de emprego ou renda. A presidente admitiu que o país está experimentando o fim do ciclo do “boom” das commodities (mercadorias produzidas pelo país como café, laranjas, petróleo, alumínio e minérios). Dilma também falou sobre sua queda de popularidade e disse que é preciso viver com críticas e preconceitos.