5 de julho de 2015

Geraldo Alckmin sobe o tom: “Ficou claro que o PT não gosta de pobre, do social, gosta do poder”



A baixa credibilidade do governo e o aprofundamento da crise econômica que tem gerado tantas demissões tem tirado muita gente do sério. Desta vez foi o governador de São Paulo, o sempre discreto Geraldo Alckmin..

“O PT chegou ao fundo do poço e cabe a nós a missão de não deixar eles levarem o Brasil junto”, disse Alckmin. Em seguida, afirmou que o país passa por situação lastimável após 13 anos de governo do PT, com juros nas alturas, recessão com inflação, desemprego, “pedaladas fiscais e pedaladas sociais”.

“Ficou claro que o PT não gosta dos pobres, do social, gosta do poder”, afirmou. Segundo ele, “Lula quer por seus próprios erros na conta do povo para salvar sua cabeça”. O governador paulista disse que o “PT não só contaminou o Estado com parasita” como usa os “remédios errados” para mudar a situação. Alckmin disse que o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) é “mal dito pelas ruas” e “politicamente fraco”.

A atual gestão federal é resultado de estelionato eleitoral, que vendeu um mundo de fantasias e propaganda eleitoral e do qual foram vítimas o povo brasileiro, disse Alckmin. “Passada a eleição aumentaram juros, concentraram investimento”, disse o governador. Ao PSDB, “o maior partido de oposição”, cabe neste contexto “se voltar aos que mais precisam”, disse Alckmin, durante a convenção, que reconduziu Aécio à presidência do PSDB.

Alckmin é tido como favorito entre muitos no partido para concorrer à presidência em 2018.

@muylaerte

Comissão da Reforma Política no Senado examinará participação de mulheres e voto obrigatório

Além das 15 sugestões novas já em discussão, apresentadas pelo relator Romero Jucá (PMDB-RR), a Comissão da Reforma Política deve deliberar sobre propostas de outros senadores. Elas tratam de temas como a participação de mulheres na política e o fim do voto obrigatório. As matérias aprovadas pela comissão serão submetidas ao Plenário do Senado.
A senadora Marta Suplicy (sem partido-SP) apresentou proposta de emenda à Constituição (PEC) para aumentar a participação feminina na política. De acordo com o texto, pelo menos 10% das cadeiras em todas as Casas Legislativas serão reservadas às mulheres nas primeiras eleições após a promulgação da emenda. Esse percentual deve crescer nas eleições seguintes, 12% na segunda e 16% na terceira.
Já o senador Reguffe (PDT-DF) defende propostas sobre aspectos diversos do sistema político-eleitoral que já se encontravam em tramitação na Casa. A PEC 3/2015 limita em uma a possibilidade de reeleição de deputados federais, estaduais, distritais e vereadores. Reguffe aponta uma necessidade de renovação constante da representação política para justificar a medida.

Comissão da Câmara rejeita meia-entrada para doadores de sangue em eventos culturais

A Comissão de Cultura rejeitou, na quarta-feira (1), projeto que permite a meia-entrada em eventos públicos de cultura, esporte e lazer para doadores regulares de sangue. Foi rejeitado o Projeto de Lei (PL) 7254/14, do deputado Alexandre Leite (DEM-SP). Segundo o projeto, para ter direito a meia-entrada, o interessado deverá apresentar identificação oficial de doador regular de sangue tanto no ato da compra do ingresso como na entrada do evento.
Relator do parecer pela rejeição, o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) considerou louvável a intenção do autor de ampliar o acesso à cultura e ao lazer e, ao mesmo tempo, estimular a doação regular de sangue. No entanto, Wyllys pontuou dois impedimentos para a aprovação do PL: os impactos negativos da medida na produção cultural brasileira e o desrespeito aos princípios da atenção hemoterápica no Brasil.

Governo Dilma pode ser ‘mais breve do que alguns imaginam’, diz Aécio Neves

aecio convencaopsdb georgegiani 1
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse neste domingo que o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) pode ser “mais breve do que alguns imaginam”. “Uma das heranças que a presidente Dilma deixará nós já conhecemos: meia década perdida. Ao final do seu governo, que eu não sei quando ocorrerá, talvez mais breve do que alguns imaginam, os brasileiros terão ficado mais pobres”, disse Aécio, durante discurso na convenção nacional do partido, evento em que foi reconduzido à presidência da legenda por 99,34% dos votos dos delegados.
Sem usar a palavra impeachment, Aécio – assim como outras lideranças do PSDB – disse que irregularidades na prestação de contas da campanha de Dilma em 2014 podem inviabilizar o mandato da presidente. Na convenção, o PSDB defendeu a tese de que se as contas forem rejeitadas pelo Tribunal Superior Eleitoral, o mandato de Dilma e de seu vice, Michel Temer (PMDB) devem ser invalidados e novas eleições devem ser convocadas.
“Os sucessivos escândalos que aí estão consolidam a ideia de que instalou-se no Brasil um modus operandi organizado e sistematizado em que vale tudo para se manter no poder, e que agora colocam sob gravíssima suspeição a campanha que elegeu a atual presidente da República e seu vice e que agora, neste mesmo instante, está sendo investigada pelo TSE”, disse Aécio.

CPI da Petrobras e reforma política devem movimentar Câmara nesta semana

Plenário da Câmara vazio
Após uma semana tumultuada e marcada pela aprovação, em primeiro turno, da proposta de emenda à Constituição que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos, a Câmara dos Deputados vai retomar esta semana as votações em segundo turno da reforma política.
A votação em primeiro turno começou no fim de maio e foi concluída no dia 17 de junho. Agora, os deputados deverão retomar as votações dos temas aprovados em primeiro turno. Entre eles estão o fim da reeleição, os cinco anos de mandato para os ocupantes de todos os cargos eletivos, o acesso ao Fundo Partidário e ao tempo de rádio e TV apenas para legendas com, pelo menos, um deputado eleito.
Estará em discussão também o financiamento privado de campanhas, com doações de empresas a partidos políticos. Sobre esse último ponto, os deputados precisam alterar a legislação ordinária para disciplinar as doações. Como se trata de matéria que altera a Constituição, as votações têm que ocorrer em dois turnos, antes de serem encaminhadas para o Senado.
Ao lado da votação da reforma política, a Comissão Parlamentar de Inquérito da Petrobras deve movimentar a semana na Câmara dos Deputados, com os depoimentos do ex-ministro chefe da Controladoria Geral da União Jorge Hage, para falar sobre o caso da SBM Off Shore.
Haverá depoimento do presidente do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), Carlos Barreto, e da viúva do ex-deputado José Janene. Ocorrerão também as acareações entre o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque e o ex-gerente de Serviços e Engenharia da estatal Pedro Barusco, e de Barusco com o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

Comerciante é morto a facadas em Brasnorte; polícias estão à procura do criminoso

Por Dorjival Silva


Adriano Coelho (28), comerciante da cidade de Brasnorte, foi morto a facadas ao meio dia deste domingo (05), em sua própria residência localizada no bairro Nosso Lar. De acordo com informações não oficiais passadas à redação do Blogue Diário de Tangará, o suspeito pelo crime, friamente teria desferido três golpes de faca na vítima. Adriano ainda chegou a ser socorrido por amigos até o hospital da cidade, mas já teria chegado sem vida.  

Ainda não se sabe os motivos que levaram ao suspeito a cometer o assassinato.

Em contato com a reportagem Diário de Tangará e Gazeta do Noroeste MT, o cabo PM Fernando Cruz, logo após o fato, informou que toda força policial de Brasnorte está empenhada numa minuciosa caçada para capturar o suspeito. E acredita-se que até o final desta tarde ele seja localizado e preso.

Adriano Coelho é filho de José Áureo, um dos mais importantes empresários do ramo supermercadista de Brasnorte. É também sobrinho do ex-presidente da Câmara e ex-prefeito interino do município, vereador Pedro Coelho.

A morte inesperada do jovem mecânico de motos, abalou toda a população de Brasnorte. Neste momento, dezenas de pessoas, familiares e amigos da vítima se encontram em frente ao hospital da cidade onde ainda se encontra o corpo.

Ainda não foi divulgado onde será o velório e a que horas acontecerá o sepultamento.

Mais informações a qualquer momento.


Crise se agrava e reduz margem de manobra que Dilma tem para reagir

A crise que a presidente Dilma Rousseff enfrenta desde sua reeleição no ano passado se aprofundou nos últimos dias, reduzindo sua margem de manobra e abrindo espaço para as principais forças políticas discutirem o que fazer na hipótese de ela deixar o cargo ou ser afastada sem concluir o mandato.
Segundo a Folha de São Paulo, revelações do empreiteiro Ricardo Pessoa, que disse ter distribuído propina e feito doações eleitorais em troca de vantagens na Petrobras, lançaram suspeitas sobre o financiamento da campanha de Dilma e animaram a oposição a voltar a falar em impeachment.
Dilma_Lula_queda

Corrupção turbina indústria bilionária de lavagem de dinheiro no país

O Estadão destaca que o volume de recursos públicos desviados no País fez surgir uma sofisticada indústria de lavagem de dinheiro a serviço de políticos, empresários e servidores públicos. A lavanderia brasileira tem hoje estrutura profissional, com métodos cada vez mais difíceis de serem descobertos.
Só nos inquéritos em curso a Polícia Federal apura, atualmente, desvios de R$ 43 bilhões dos cofres da União. Desse total, R$ 19 bilhões se referem às perdas da Petrobrás investigadas na Operação Lava Jato. O montante é o triplo do admitido até agora pela estatal. O valor recuperado ou bloqueado somente nessa operação é, por ora, de R$ 2,5 bilhões ­ oito vezes mais que o valor de bens apreendidos de traficantes em todo o ano passado.

Empreiteiro será testemunha-bomba contra Dilma

Deu no Cláudio Humberto:
claudio humberto novo
O Tribunal Superior Eleitoral se prepara para um dos julgamentos mais importantes da história. Trata-se da denúncia de que a campanha de reeleição da presidente Dilma foi financiada com dinheiro ilegal, fruto da corrupção. Será decisivo o depoimento, ao TSE, do delator Ricardo Pessoa, dono da construtora UTC e coordenador do cartel que roubou a Petrobras. Seu testemunho nesse caso será nitroglicerina pura.

“Eu não queria estar na pele da Presidente Dilma”, diz ministro do STF

dilma magicaEle não parece se incomodar quando os desafetos o chamam de “voto vencido”. Até a Wikipédia o define assim, numa referência às decisões solitárias tomadas em julgamentos. “Sou voto vencido também em casa. Não há hierarquia. Ela manda”, brinca Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal, fazendo referência à esposa, a desembargadora Sandra de Santis, mãe de seus quatros filhos.
O ministro não se importa de ficar sozinho nos julgamentos, mas não gostaria de estar no lugar da presidente Dilma Rousseff. Para Marco Aurélio, a chefe do Executivo foi abandonada por todos, inclusive pelo próprio partido, em meio à crise decorrente das denúncias da Operação Lava-Jato. “Ela está muito isolada, e isso não é bom institucionalmente”, acredita o ministro. “Eu não queria estar na pele da presidente. Isolada do jeito que ela está e envolvida pelo sistema. Eu a tenho como uma pessoa honesta”, disse ao Correio Braziliense.

Papa inicia visita de nove dias a três países latino-americanos

papa_visita
O papa Francisco inicia hoje (5) em Quito viagem de nove dias a três países da América Latina – o Equador, a Bolívia e o Paraguai, marcados pela desigualdade, a pobreza e a pesada herança de regimes autoritários. De hoje ao próximo dia 13, o primeiro papa jesuíta latino-americano cumpre a viagem mais longa desde que foi eleito, em março de 2013. Ele fará, no período, 22 discursos e subirá sete vezes a bordo de um avião para percorrer 24 mil quilômetros.
A participação da Igreja Católica no debate democrático, o respeito pela identidade cultural de cada país, a proteção do ambiente e das famílias que sofrem são temas que o papa vai abordar, informou o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin. Quito e Guayaquil, no Equador, La Paz e Santa Cruz, na Bolívia, Assunção e Caacupé, no Paraguai, são as cidades a serem visitadas. Apesar dos seus 78 anos, o papa não teve a menor dúvida ao escolher um programa intenso, explicou o porta-voz, Federico Lombardi.
Jorge Bergoglio, que aos 20 anos foi submetido a uma cirurgia para retirar parte de um pulmão, vai mastigar folhas de coca para contrariar o “mal das montanhas”, quando estiver em La Paz, a 3.700 metros de altitude. O papa vai celebrar cinco missas ao ar livre, esperando-se em cada uma entre 1 e 2 milhões de pessoas. Orações e cânticos serão entoados em línguas indígenas como guarani, quechua e amaira.

Fórmula 1: Hamilton vence em casa com Massa em quarto após liderar

Gazeta Esportiva – O britânico Lewis Hamilton garantiu a festa da torcida no Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1 ao vencer a emocionante prova deste domingo no circuito de Silverstone. Ele perdeu a ponta para o brasileiro Felipe Massa na largada, mas aproveitou o bom ritmo de sua Mercedes para recuperar a posição de honra na primeira parada para troca de pneus e recebeu a bandeira quadriculada em frente a seus compatriotas.
Nico Rosberg ficou com a segunda colocação, aproveitando-se da estabilidade do carro da Mercedes com a pista úmida. A menos de 15 voltas para o fim, ultrapassou Felipe Massa e Valtteri Bottas, que passaram quase toda a prova a sua frente, e garantiu uma dobradinha da Mercedes. Sebastian Vettel, da Ferrari, completou o pódio.
Felipe Massa ficou em quarto. Largando da terceira colocação, ele pulou na largada para a ponta e lá se manteve até a parada para troca de pneus. Acabou ultrapassado por Lewis Hamilton nos boxes e perdeu a posição de Rosberg quando a chuva chegou a Silverstone e o carro da Williams, com baixa pressão aerodinâmica, perdeu desempenho.
A vitória em Silverstone deixa Lewis Hamilton com 194 pontos na liderança do Mundial de Fórmula 1, com 17 de frente para Nico Rosberg. A próxima etapa do calendário da categoria é o Grande Prêmio da Hungria, em 26 de julho, o último antes do recesso de verão.

Passar muito tempo sentado prejudica saúde

Todo aquele esforço na academia não fará nenhuma diferença se, no restante do dia, você ficar sentado. David Alter, especialista em coração na Universidade de Toronto, publicou relatório no jornal Annals of Internal Medicine com essa conclusão.
O pesquisador revirou 47 estudos que perguntaram a pessoas quanto tempo elas ficavam sentadas e qual era a frequência de doenças do coração, diabetes, câncer e morte por qualquer causa. Descobriu que, quanto mais tempo a pessoa gasta no sofá, maior a chance de tudo isso acontecer – 90% mais risco de diabetes, 18% mais risco de morrer por causa de doenças coronárias ou câncer, 24% mais risco de morrer.
Esses riscos existem até quando a pessoa pratica exercícios regulares. Meia hora ou uma hora por dia não bastam para acabar com as ameaças. Numa rotina assim, segundo Alter, os problemas são reduzidos em 15%, mas não é suficiente para zerar os riscos. “Precisamos de duas estratégias – uma para se exercitar 30 ou 60 minutos por dia, outra para acabar com o comportamento sedentário”, disse o médico à Time.

Charge: Senado aprova aumento de até 78% para o Poder Judiciário

mariano

Fotos de onças mortas com suposto índio de MT incita o ódio na internet

POR 24 HORAS NEWS

Uma denúncia sobre a morte de duas onças pintadas virou alvo de críticas em uma página do Facebook. Conforme relatou o homem que postou as fotografias, trata-se de um indígena Manoki, do município de Brasnorte (580 km de Cuiabá), que teria supostamente matado esses animais, em extinção.

A postagem gerou revolta de mais de cinco mil pessoas que compartilharam a imagem com os animais mortos e mais de 150 comentários, alguns, para o lado da incitação ao ódio. Vejam alguns comentários logo abaixo.

Houve o questionamento se o caso já havia sido denunciado aos órgãos de proteção ambientais, se índios seriam livres para realizar matanças dessa espécie.

Postagem 


“Repassando - Índios Myky de Brasnorte. Se fosse esta foto com o "homem branco" fazendo pose ao lado desta onça, já teríamos na mídia o "barulho" causado pelas ongs como ICV, Greenpeace, WWF cobrando punição dos órgãos como IBAMA, SEMA e Polícia Federal. Mas como é índio, as ongs vão alegar que os índios mataram essas onças pois são de sua natureza. É o seu instinto primitivo, mesmo morando em casa de alvenaria, com notebook, com celular que tirou a "selfie" e provavelmente internet 3G”, postou Kleyton Aleixo, em sua página na rede social.


O autor da postagem foi questionado porquê não realizou uma denúncia formal nos órgãos de proteção ambientais como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis - Ibama ou até mesmo Ongs. Ele alegou que estaria apenas repassando uma informação.

A Reportagem do 24 Horas News, irá encaminhar a denúncia ao  Ibama, na segunda-feira (7) e também para saber se trata de um indígena de MT e tentar esclarecer este fato. Se realmente foi o indígena responsável pela morte dos animais.