10 de agosto de 2015

Vendas no Dia dos Pais caem 11,21%, o pior resultado em 6 anos, apontam SPC Brasil

tumblr_ly0sboeaAJ1qeb44so1_500As expectativas pessimistas dos comerciantes brasileiros se confirmaram e o comércio varejista registrou o pior resultado dos últimos seis anos para o Dia dos Pais. As consultas para vendas a prazo, que sinalizam o ritmo do movimento no comércio, repetiram o comportamento de baixa das demais datas comemorativas deste ano e caíram 11,21% na semana do Dia dos Pais, entre os dias 2 e 8 de agosto.
Os dados são calculados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Em 2014, as vendas já haviam registrado uma queda de 5,09%, mas em anos anteriores, os resultados foram positivos: crescimentos de 3,78% (2013), 4,75% (2012), 6,86% (2011) e 10% (2010).

Pesquisa da Serasa aponta que para 73% dos consumidores a situação econômica piorou em 2015

dinheiro 3Estudo do Serasa revela que os inadimplentes já somam 56,4 milhões brasileiros. O valor total das dívidas em atraso é de cerca de R$ 243 bilhões. A inadimplência aumentou em relação a junho de 2014, quando 54,1 milhões estavam negativados. Pesquisa da Serasa com 1.274 consumidores, realizada na semana passada, revela que o desemprego e a alta no custo de vida dificultam as finanças.
Para 73% dos entrevistados, a situação econômica pessoal piorou em 2015. Para os entrevistados, as principais razões apontadas para a decadência das finanças são a perda de emprego (31,87%) e o aumento do custo de vida/inflação (32,18%). A redução da renda justifica a situação para 17,82% das pessoas. Já o descontrole nos gastos da casa é mencionado por 12,56% dos entrevistados e outros 5,57% culpam despesas com financiamentos ou reformas.

Juiz aceita denúncia contra ex-diretor da Petrobras e mais cinco pessoas

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos inquéritos decorrentes da Operação Lava Jato na primeira instância, aceitou hoje (10) denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Jorge Luiz Zelada e mais cinco pessoas. Agora réus, eles são acusados dos crimes de corrupção, evasão de divisas e lavagem de dinheiro.
Além de Zelada, foram denunciados Eduardo Costa Vaz Musa, ex-gerente da Área Internacional da Petrobras; João Augusto Rezende Henrique, apontado como lobista do PMDB no esquema; Hamylton Pinheiro Padilha Júnior e Raul Schmidt Felippe Júnior, também apontados como lobistas, e o chinês Hsin Chi Su (Nobu Su).

Papa cria dia de cuidado com ambiente para igreja

papaangelus
O papa Francisco, na esteira da reação em grande medida positiva à sua encíclica sobre ecologia, estabeleceu, nesta segunda-feira, um “Dia Mundial de Prece pelo Cuidado com a Criação” para os católicos, cujo objetivo é atrair atenção para os riscos enfrentados pelo planeta.
O dia, a ser comemorado pelos 1,2 bilhão de católicos romanos no dia 1º de setembro, é o passo mais recente de Francisco para colocar em destaque as preocupação ambientais antes de uma importante reunião de cúpula da ONU sobre as mudanças climáticas, marcada para dezembro em Paris.
“Como cristãos, desejamos contribuir para resolver a crise ecológica pela qual passa a humanidade atualmente”, disse Francisco em uma carta a dois cardeais do Vaticano cujos departamentos estão envolvidos em questões de justiça, paz e união cristã. O dia 1º de setembro também marca o dia de proteção do meio ambiente para os cristãos ortodoxos, o que dá ao gesto um simbolismo adicional nas relações entre as ramificações ocidental e oriental do cristianismo.

Janaína e Fabris vão embarcar no PMDB; troca-troca deve envolver 7 parlamentares

Romilson Dourado
Ao menos sete dos 24 deputados estaduais estão decididos a mudar de legenda. Avaliam brechas na lei para não correr risco de ter os mandatos "confiscados" pelos partidos de origem. Este Blog apurou que, em meio à temporada de negociações entre agremiações e políticos, o PMDB tende a se tornar a maior bancada.

Hoje ocupa três cadeiras e pode chegar a seis, enquanto o PR corre risco de ver o seu bloco reduzir a representatividade de cinco para dois. Já estão acertadas as filiações de Janaína Riva e Gilmar Fabris no PMDB. Ambos atuam hoje no PSD do ex-deputado José Riva. Pedro Satélite é outro do PSD que deseja pular de sigla. Sua intenção seria aderir ao Partido Liberal, cuja recriação foi barrada no TSE por não atingir o número mínimo de assinaturas de apoio.

O deputado Wagner Ramos (PR) quer se juntar definitivamente à base do Governo Pedro Taques. Sente-se incomodado com a concorrência no Médio-Norte do colega Saturnino Masson (PSDB), que tem maior sintonia com o Palácio Paiaguás. Wagner deseja ir para onde Taques mandá-lo. Em princípio seria o PL, mas, como a refundação da legenda não foi possível ainda, pode até aderir ao PSB.

 A legenda peemedebista, que recebe no próximo mês o senador Blairo Maggi, tende a receber também outros dois republicanos, sendo eles os deputados estaduais Emanuel Pinheiro e Ondanir Bortolini, o Nininho.

Além do PMDB, outro partido bastante procurado pelos deputados é o PSB, hoje com três cadeiras na Assembleia. Mauro Savi (PR) é um deles. O pedetista Leonardo Albuquerque pretende continuar "colado" no governador e também estuda ingresso no PSB. Considerando essas possibilidades, o PMDB e o PSB se tornariam donos das maiores bancadas, enquanto PSD, PR e PDT perderiam representatividade.

MEIO AMBIENTE: Dorjival Silva lança a campanha “Diga Não às Queimadas em Brasnorte”


Da Redação
Jornalista Dorjival Silva em sala de aula conscientizando sobre os malefícios das queimadas
Indignado com a quantidade de queimadas que vem acontecendo nas áreas urbanas e rurais do município de Brasnorte, o jornalista e professor Dorjival Silva lançou nesta segunda-feira (10) uma campanha de conscientização contra os focos de calor, inicialmente com abrangência em todo o perímetro urbano da cidade.  A intenção maior da campanha é levar conhecimento à população sobre os malefícios das queimadas que contribuem para o desequilíbrio ecológico, poluição do meio ambiente e, sobretudo, geração de uma série doenças humanas.

Intitulada de “Diga Não às Queimadas em Brasnorte”, a campanha teve seu ponta pé inicial através do Jornal da Amazônia, informativo falado apresentado diariamente por Dorjival Silva. Pelo rádio, o comunicador expôs as razões que estariam o motivando a se dispor em visitar escolas, entidades civis, de classes, religiosas e órgãos públicos para levar sua palavra contrária às absurdas e inaceitáveis queimadas que vêm sendo registradas nos últimos.

Ainda na manhã desta segunda-feira o jornalista iniciou sua série de visitas e mini-palestras com teor de conscientização começando pelos estudantes do ensino fundamental da escola estadual Ewaldo Mayer Roderjan. Foram proferidas quatro mini-palestras e o resultado foi o mais positivo possível.

Nesta tarde, Dorjival Silva leva sua palavra conscientizadora para cinco turmas do ensino médio da mesma unidade escolar. O jornalista busca além de conscientizar, pessoas multiplicadoras da ideia. “Além de falar para os estudantes que não devem queimar e nem aceitar que se façam queimadas em suas propriedades urbanas ou rurais, pedimos ainda que eles levem adiante nosso projeto. E se preciso for que liguem para o 190 e denunciem os infratores para a Polícia”, comentou.

MINI-PALESTRAS – Dorjival Silva informa que as palestras não levam mais que 10 minutos para sua exposição. Elaborada didaticamente, a mini-palestra aborda os seguintes pontos mais afetadas pelos queimadas:
1)        Fauna
2)        Flora
3)        Solo
4)        Atmosfera
5)        Saúde.
Neste último tópico Dorjival Silva destaca que devido ao fato das queimadas coincidirem com a época mais seca do ano, agravam as doenças respiratórias e de pele. Fato este constatado por profissionais e estudiosos da saúde que vêm observando um considerável aumento no índice de moléstias como bronquite, asma alérgica, pneumonia e rinite. Além disso, a fumaça das queimadas, por ser muito tóxica, pode conter vários agentes cancerígenos. Mais de 70 produtos químicos já foram identificados na fumaça resultante das queimadas.

APOIO – Por enquanto, a campanha conta com apoio apenas da empresa Portal Gazeta do Noroeste MT e do Jornal da Amazônia. Porém, precisa de patrocínios para confecção de panfletos, cartaz e faixas. Uma mídia também nos demais veículos de comunicação da cidade seria muito importante. Interessados em colaborar devem ligar para: 65 96285314.

Receita abre nesta segunda-feira consulta ao terceiro lote de restituições

A consulta ao terceiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2015 será liberada nesta segunda-feira (10), às 9h. O lote inclui 1.742.112 contribuintes, totalizando mais de R$ 2,1 bilhões. Foram também liberadas declarações que estavam na malha fina dos exercícios de 2008 a 2014. O crédito bancário estará disponível no dia 17 deste mês.
O contribuinte deve acessar a página da Receita na Internet , ou ligar para o Receitafone (146), para verificar se foi incluído no lote. A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets esmartphones que permite a consulta às declarações do Imposto de Renda Pessoa Física para os sistemas Android e iOS.
Os contribuintes que não são listados nos lotes de restituição devem verificar o extrato da declaração para ver se não há pendência ou inconsistências no documento enviado à Receita e fazer a correção para evitar cair na malha fina. O procedimento pode ser feito no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAQ). Se não for cadastrado, é só informar os números dos recibos de entrega das declarações dos exercícios referentes às declarações ativas das quais o contribuinte seja titular.

Dilma busca movimentos sociais antes de manifestações antigoverno

dilma reprova
A presidente Dilma Rousseff se reunirá nesta semana com movimentos de esquerda para tentar mostrar respaldo social em uma ofensiva contra as manifestações antigoverno marcadas para o dia 16 de agosto. Para o governo, é importante sinalizar que Dilma não está isolada, apesar do recrudescimento da crise política.
De acordo com a Folha de São Paulo, num esforço para recompor a base de apoio do governo no Congresso, a presidente também terá encontros individuais com os líderes aliados para cobrar fidelidade nas votações.
Na avaliação da cúpula do Executivo federal, é necessário apresentar um contraponto aos protestos. Ainda não há medição interna sobre o público, mas projeções de bastidores apontam para uma grande adesão.
Ministros e petistas afirmavam na semana passada que, dado o grau de enfraquecimento do governo, um ato massivo pró-impeachment poderia emparedar ainda mais a presidente. Alguns se arriscavam a afirmar que, se não houvesse reação, poderia ser “o começo do fim”.
Na terça-feira (11), o Planalto sediará um encontro da presidente com a Marcha das Margaridas, que reúne trabalhadoras rurais. Possivelmente na quinta (13), Dilma receberá representantes de movimentos como UNE e MST para demonstrar apoio político.

Inadimplentes já somam 56,4 milhões no país

inadimplenciaO Brasil tem 56,4 milhões de inadimplentes, com dívidas que, somadas, totalizam R$ 243 bilhões, segundo levantamento da Serasa de 30 de junho deste ano. É o maior patamar de inadimplência registrado pela empresa na comparação semestral do cadastro, iniciada em junho de 2012.
Os dados mostram que 2,3 milhões de consumidores a mais ingressaram no cadastro da Serasa em relação a 30 de junho de 2014, quando somaram 54,1 milhões. São consumidores que não conseguiram pagar dívidas bancárias (financiamento de carros, imóveis etc.) ou contas de luz, água, telefonia, além das feitas no varejo.

Temer assume papel de fiador da gestão Dilma e preocupa cúpula do PT

temerdilma
O vice-presidente Michel Temer decidiu assumir na prática o papel de fiador da gestão Dilma Rousseff no governo federal. Segundo o O Estado de S. Paulo, em conversas recentes com empresários e aliados políticos, o peemedebista demonstrou estar convicto de que qualquer caminho de saída da crise passa necessariamente por ele e pelo partido que comanda.
A decisão de Temer é uma inflexão na maneira como ele vinha encarando o desenrolar da crise. Até meados do mês passado, o vice acreditava que Dilma tinha plenas condições de enfrentar sozinha o desgaste e não aceitava nem sequer falar sobre a possibilidade de um processo de impeachment dela. Em público, Temer continua refratário em relação à possibilidade de afastamento da presidente, mas, reservadamente, diz estar convencido de que o perigo é real e imediato e precisa ser combatido.

Tarifas e serviços de bancos sobem acima da inflação

poucodinheiroOs balanços do primeiro semestre divulgados pelos maiores bancos do país mostram com mais nitidez o que os clientes já estão sentindo no bolso há algum tempo: o preço das tarifas e serviços cobrados por essas instituições tem subido muito além da inflação, ajudando a inflar os ganhos do setor financeiro. Em alguns casos, esses aumentos superam os 100%.
É o caso da Cesta Exclusiva Fácil, do Bradesco, cujo valor passou de R$ 27,40 em março do ano passado para R$ 48 em fevereiro deste ano e agora custa R$ 61,90 — o que representa uma alta de 125,9%. No período, a inflação medida pela IPCA foi de 13%.
No BB, o pacote Modalidade 50 foi de R$ 31,50, em 2013, para R$ 49,15 em fevereiro passado e, atualmente, o banco cobra pelos mesmos serviços R$ 54,95 — alta de 74,44%. Já o MaxiConta Itaú Eletrônica, que custava R$ 11,10, passou para R$ 13,90 no ano passado e agora sai por R$ 16,50, o correspondente a uma alta de 48,64%

Matemática do impeachment

matematica demEssa semana, no Palácio do Planalto, foi feita uma contabilidade pragmática por petistas e auxiliares diretos da presidente Dilma Rousseff: é preciso ter 200 votos garantidos na Câmara dos Deputados. Essa é a margem de confiança para o número mínimo de172 votos para barrar a abertura de um processo de impeachment. Para o início do processo de impedimento, são necessários 342 votos. Num gabinete palaciano, a contabilidade acendeu a luz vermelha entre os ministros: hoje, o governo só tem 130 votos seguros.

País tem 100 mil caminhões parados

caminhaogreveO país tem mais de 100 mil caminhões parados em garagens de empresas transportadoras. É o que aponta pesquisa da NTC&Logística, associação que reúne companhias de frete de todo o país. No levantamento, as empresas apontaram que estão com 13,5% de seus caminhões parados, em média.
A frota estimada pelo setor é de 800 mil caminhões, o que aponta para perto de 100 mil veículos parados. “Caminhão parado é prejuízo. O normal é que 5% da frota, no máximo, fique parada para manutenção ou de reserva”, disse Lauro Valdívia, diretor técnico da associação. Segundo ele, o motivo da paralisação é a drástica redução no volume de fretes nos últimos meses.

Julgamento no STF pode levar Brasil a descriminalizar porte de drogas

O Brasil pode se igualar aos demais países da América do Sul que descriminalizaram o porte de drogas hoje ilícitas e passar a ser tolerante com o consumo e com o cultivo para uso próprio. A medida depende do Supremo Tribunal Federal (STF) que deve julgar, neste mês, ação questionando a inconstitucionalidade da proibição.
A Defensoria Pública do Estado de São Paulo recorreu à Corte, alegando que o porte de drogas, tipificado no Artigo 28 da Lei 11.343, de 2006, não pode ser considerado crime, por não prejudicar terceiros. O relator é o ministro Gilmar Mendes, que finalizou o voto e deve colocar o tema em votação ainda este mês.

Para recompor base, Dilma fará reunião com aliados

Diante do agravamento da crise, a presidente Dilma Rousseff decidiu chamar todos os presidentes e líderes dos partidos da base aliada para conversar durante esta semana. A decisão foi tomada após reunião com o grupo da coordenação política do governo. Ao todo, 13 ministros, o vice-presidente da República, Michel Temer, e dois líderes petistas no Congresso participaram do encontro realizado ontem à noite no Palácio do Alvorada.
Na semana passada, o Planalto foi surpreendido com o anúncio de rompimento feito por dois partidos da base aliada, que juntos somam 44 deputados na Câmara. Lideranças do PTB e PDT disseram que não iriam mais seguir as orientações do governo, alegando falta de diálogo.
“A presidente quer dialogar com todos os partidos da base. Nós reconhecemos as dificuldades políticas que estamos enfrentando, mas temos a confiança que essas dificuldades serão superadas com diálogo”, afirmou o ministro da Comunicação Social, Edinho Silva.