13 de agosto de 2015

Campanha pretende conscientizar população sobre doenças vasculares

A Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular está lançando uma campanha neste mês de agosto chamada ‘Check-up Vascular’, com objetivo de conscientizar a população da importância de uma avaliação preventiva.
“Essa é uma campanha nacional. A gente teve a ideia aqui em Natal e foi passado para o nacional. É uma campanha de prevenção total de doenças em torno vascular. Esse ano não estamos trabalhando uma única doença, estamos trabalhando o check-up vascular, a prevenção. Mudar a mentalidade da população em termos de atendimento e a prevenção das doenças”, explica Gutemberg Gurgel, médico cirurgião vascular.
O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma das doenças vasculares mais conhecidas. A trombose cerebral, como também é conhecida, mexe com a parte da carótida, que pode obstruir e daí acontece o AVC.

Pedido de vista adia julgamento de recurso contra coligação de Dilma

dilma_folhaUm pedido de vista do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luiz Fux adiou hoje (13) o julgamento de recurso em ação proposta pela coligação Muda Brasil, do então candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, pedindo a cassação da coligação Com a Força do Povo, da presidenta Dilma Rousseff.
Os ministros votavam a respeito da decisão da relatora, ministra Maria Thereza de Assis Moura, que, em decisão individual proferida no início de fevereiro, negou o seguimento da ação proposta pelo PSDB, sob o argumento de que as alegações apresentadas eram genéricas.
Dois ministros se manifestaram pelo seguimento do recurso: o ministro Gilmar Mendes, que proferiu o voto na sessão desta quinta-feira, e João Otávio de Noronha, que antecipou o voto e acompanhou a divergência aberta por Mendes.

Lascou! Anderson Silva diz que foi vítima de “Viagra contaminado”

anderson-silvaAnderson Silva decidiu se justificar na Comissão Atlética de Nevada sobre as acusações de doping nesta quinta-feira. Porém, dois dias antes, na noite de terça-feira, o site “Combate” divulgou a resposta que a defesa do lutador brasileiro enviou à entidade.
De acordo com o veículo, Anderson nega que tenha usado de forma consciente as substâncias drostanolona e androsterona, flagradas nos exames prévios à luta contra Nick Diaz, dia 31 de janeiro, mas confirma que consumiu remédios contra ansiedade e insônia na véspera da luta.
Além disso, a defesa de Anderson também afirma que as outras substâncias proibidas encontradas no antidoping de Anderson são de complementos que estavam contaminados, entre elas, umas que seria para “melhorar a performance sexual”.
Nick Diaz, adversário de Anderson no UFC 183, em Las Vegas, também foi flagrado no doping, mas por maconha. A luta marcava o retorno do brasileiro ao octógono depois de praticamente um ano afastado pela fratura na perna que sofreu na disputa de cinturão contra Chris Weidman, atual campeão dos médios no UFC.

TSE reafirma que não cabe ação de infidelidade quando partido expulsa parlamentar

Ao responder uma consulta apresentada pelos deputados federais Jean Willys (PSOL-RJ) e Chico Alencar (PSOL-RJ), o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reafirmou a jurisprudência segundo a qual não cabe ao partido propor ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária quando a legenda expulsa o parlamentar. O relator da consulta, ministro Gilmar Mendes, destacou que a matéria já foi apreciada pelo TSE em processos anteriores.
“A jurisprudência desta Corte é firme no sentido de que seria incabível a propositura de ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária se o partido expulsa o mandatário da legenda, pois a questão alusiva a infidelidade partidária envolve o desligamento voluntário da agremiação”, enfatizou o relator ao destacar que a consulta deve ser considerada prejudicada. A decisão foi unânime.

STF adia julgamento sobre a descriminalização do porte de drogas

O Supremo Tribunal Federal (STF) adiou para a próxima quarta-feira (19) o julgamento sobre a descriminalização do porte de drogas para uso próprio. O julgamento estava previsto para esta quinta-feira, mas não entrou em pauta, pois a questão das condições dos presídios brasileiros tomou todo o tempo da sessão.
A descriminalização é julgada em função de recurso de um condenado a dois meses de prestação de serviços à comunidade por porte de maconha. A droga foi encontrada na cela do detento, que atualmente está em liberdade. No recurso, a Defensoria Pública de São Paulo alega que o porte de drogas, tipificado no Artigo 28 da Lei de Drogas (Lei 11.343/2006), não pode ser configurado como crime, por não gerar conduta lesiva a terceiros. Além disso, os defensores alegam que a tipificação ofende os princípios constitucionais da intimidade e a liberdade individual.

Servidores do Judiciário rejeitam reajuste e mantêm greve

Servidores do Poder Judiciário no Distrito Federal (DF) decidiram hoje (13) continuar em greve. Eles rejeitaram uma nova proposta de reajuste da categoria, definida ontem (12) entre o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Ministério do Planejamento, que prevê reajuste de até 41,47%.
Segundo o coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário do Distrito Federal (Sindjus), José Rodrigues Costa, o objetivo dos servidores é derrubar o veto da presidenta Dilma Rousseff ao primeiro projeto de lei que trata do aumento dos trabalhadores do Judiciário, aprovado em junho no Senado, e que previa reajuste entre 53% e 78,56%.

Há um ano morria Eduardo Campos. O Brasil de luto

eduardo campos PSB
Há um ano, por volta das 10h, a aeronave Cessna 560 XL, prefixo PR-AFA, caía no meio de uma área residencial do bairro Boqueirão, em Santos, no litoral paulista. A bordo estavam o então candidato do PSB à Presidência da República nas eleições de outubro 2014, Eduardo Campos, de 49 anos, e mais seis pessoas (quatro assessores, o piloto e o copiloto). O acidente, até hoje não esclarecido, mudou os rumos do pleito presidencial e os cenários políticos pernambucano e brasileiro.
“Foi um fato extremamente traumático que mudou inteiramente as condições da disputa eleitoral tanto interna, em Pernambuco, quanto em nível nacional”, analisa o cientista político e professor da Universidade Federal de Pernambuco, Michel Zaidan Filho. Herdeiro político do avô, Miguel Arraes, Eduardo Campos, que era o terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto à época, deixou a viúva, Renata Campos, e cinco filhos.
A morte abrupta do político provocou comoção em Pernambuco. Milhares de pessoas, de diversas regiões do estado, foram até Recife acompanhar as cerimônias fúnebres, que duraram quatro dias. Personalidades do mundo político, como a presidente Dilma Rousseff, que concorria à reeleição, o candidato tucano Aécio Neves e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participaram do velório, no Palácio das Princesas, sede do governo pernambucano. No dia 17, o corpo de Eduardo Campos foi enterrado no Cemitério de Santo Amaro, no mesmo túmulo do avô, que morreu no dia 13 de agosto de 2005.

Mulheres brasileiras são as que mais assistem pornografia na internet

mulher porno
Uma análise feita pelos dois maiores sites de pornografia da internet tentou identificar o que atrai um público cada vez maior de mulheres para sites pornográficos. Utilizando o que chamam de um “software analítico”, as empresas fizeram uma atualização de uma pesquisa sobre as preferências femininas intitulada “O que as mulheres querem”. A resposta, segundo a pesquisa, seriam cenas lésbicas, sexo a três e uma categoria chamada “squirt” (ejaculação feminina). Elas também se interessam em ver sexo entre homens gays.
Esses foram os termos usados em buscas por conteúdo mais populares entre as mulheres no último ano, segundo as empresas. Outros termos procurados são sexo oral, massagens e vídeos de celebridades. A conclusão é que o número de mulheres que entram nesses sites aumentou e o que elas mais buscam nesses ambientes são situações que reflitam o prazer feminino.
O tempo médio em que o usuário de cada sexo permanece nos sites também foi medido. A média mundial é de dez minutos e dez segundos para as mulheres, e nove minutos e 22 segundos para os homens. A pesquisa afirma também que o Brasil e as Filipinas estão em primeiro lugar em uma lista de consumo de conteúdo erótico pelo público feminino.
Nos dois países, 35% do consumo de pornografia é realizado por mulheres e 65% pelos homens, segundo o Pornhub e o Redtube. A Argentina ficou em quarto lugar, com 30%, e o México em oitavo, com 28%. Esses países superaram a média mundial para mulheres, de 24%.
Fonte: UOL

Propaganda com Ivete Sangalo será investigada por tirar sarro dos homens

Deu em Mônica Bergâmo da Folha de São Paulo:
A propaganda da Bombril em que a cantora Ivete Sangalo e as humoristas Monica Iozzi e Dani Calabresa fazem piada com os homens será investigada pelo Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária). O órgão abriu ontem um processo contra a marca, após consumidores reclamarem de “discriminação de gênero” e “deboche da figura masculina”.
LEVANTOU POEIRA
As estrelas do comercial dizem que “toda brasileira é uma diva”. Calabresa menciona os homens e Ivete completa: “Ixe, esses daí nem com todos os produtos da Bombril para ajudar na casa”. E as três riem quando Calabresa diz que não dá para comparar os dois sexos porque “toda mulher é uma diva, e todo homem é ‘divagar’ [devagar]”. Em casos anteriores envolvendo anúncios semelhantes da empresa, o Conar arquivou a denúncia.
POEIRA 2
A marca diz, em nota, que a campanha foi “desenvolvida para valorizar o protagonismo feminino”. E que o vídeo “usa uma linguagem bem-humorada para ressaltar o valor da mulher na sociedade brasileira e não tem a intenção de ofender os homens ao fazer uma brincadeira com a palavra ‘diva’”.
Assista ao vídeo:

Novo protesto contra Dilma: O buraco agora é mais embaixo

pessoas buracoDeu no Estado de São Paulo:
A crise econômica e política pela qual atravessa o Brasil virou combustível para inflar as manifestações contrárias ao governo da presidente Dilma Rousseff e ao PT marcadas para o próximo domingo. Em 15 de março, quando cerca de 1 milhão de brasileiros saíram às ruas pela primeira vez, falava-se em previsões de um cenário negativo. Pois, cinco meses depois, as previsões não só se converteram em realidade – com a queda de indicadores econômicos, o avanço da Operação Lava-Jato e a contestação de contas da presidente nos tribunais – como alimentam o discurso de quem depõe contra o governo.
A dimensão dos protestos de domingo ainda é desconhecida, mas o agravamento da crise pôs Dilma numa situação mais delicada em relação a cinco meses atrás. Na economia, o dinheiro ficou mais curto e o desemprego avançou. A inflação acumulada dos últimos 12 meses saltou de 8,12%, em março, para 9,55%, em julho, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Presidência da República tem 18 mil servidores

No momento em que é cogitada a eventual redução dos atuais 39 ministérios, a reforma pode começar no Palácio do Planalto. Com a intenção de dar maior visibilidade e prestígio a algumas áreas, ou para criar cargos atrativos politicamente, a Presidência da República cresceu de forma significativa nos últimos anos. Em 2007, eram 5.697 funcionários. Em março passado, a quantidade passou a ser de exatos 18.388 servidores.
Em boletim divulgado pelo Ministério do Planejamento, a quantidade de servidores da Presidência da República inclui a Vice-presidência, as Secretarias, que possuem status de ministério, a Controladoria Geral da União (CGU), a Advocacia Geral da União (AGU) e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Ao longo do tempo, além do aumento efetivo do número de funcionários, a Presidência também viu a própria estrutura crescer.

STF começa a julgar hoje descriminalização do porte de drogas

droga_curraisO Supremo Tribunal Federal (STF) começa a julgar hoje (13) a descriminalização do porte de drogas para uso próprio. A questão será julgada por meio de um recurso de um condenado a dois meses de prestação de serviços à comunidade por porte de maconha. A droga foi encontrada na cela do detento. O recurso é relatado pelo ministro Gilmar Mendes.
O julgamento está previsto para começar às 14h e será iniciado com a leitura do relatório do processo. Em seguida, entidades de defesa e contra a descriminalização devem se manifestar, como a Viva Rio, o Instituto Sou da Paz e a Associação dos Delegados de Polícia do Brasil (Adepol). Após as sustentações orais, Mendes proferirá seu voto, e os demais ministros começam a votar. O julgamento poderá ser adiado se um dos ministros pedir mais tempo para analisar o processo.

Câmara aprova doação de empresas aos partidos para campanhas eleitorais

O plenário da Câmara aprovou hoje (12), em segundo turno, dispositivo que permite às empresas fazerem doações de campanhas aos partidos políticos. O destaque foi aprovado por 317 votos a favor, 162 contra e uma abstenção. Com essa votação, a Câmara concluiu na noite de hoje a apreciação da proposta de emenda à Constituição (PEC 182/07), que estabelece novas regras para a política.
Com a aprovação do dispositivo, fica estabelecido que as empresas só poderão fazer doações aos partidos, enquanto que os candidatos só poderão receber doações dos seus partidos e de pessoas físicas. Se o Senado mantiver o dispositivo de financiamento de campanhas aprovado pela Câmara, estará constitucionalizado o sistema de financiamento de campanhas políticas no Brasil.
O texto da reforma política será agora encaminhado à apreciação do Senado Federal. A expectativa do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e dos deputados que defendem a aprovação das regras sobre a reforma política, é que a proposta seja aprovada rapidamente pelo Senado para valer para as eleições municipais do ano que vem.

Zeca Viana diz que PDT tem boas perspectivas sem Taques


“Mais afinados do que nunca”, assim o presidente do diretório regional e líder do PDT na Assembleia Legislativa, Zeca Viana relatou seu encontro com a cúpula nacional da agremiação, após o anúncio oficial do desligamento voluntário do governador Pedro Taques, na última segunda-feira, que deixou seu primeiro partido político, cinco anos após sua primeira filiação. 

Pedro Taques concorreu a duas eleições, em ambas se saiu vitorioso, para o Senado da República em 2010 e em 2014 para o governo de Mato Grosso. 

Zeca Viana que esteve com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, também cumpriu agenda de compromissos nos ministérios do Trabalho e de Telecomunicações do governo federal em Brasília para sinalizar que a vida continua e que vai continuar trabalhando pelo engrandecimento da sigla em Mato Grosso que hoje está presente em 132 dos 141 municípios. 

“A decisão do governador em deixar o partido abriu novas perspectivas para algumas filiações que aguardavam uma sinalização que agora aconteceu”, disse Zeca Viana reforçando a determinação da Executiva Nacional de potencializar as candidaturas para as eleições municipais, principalmente nas capitais de Estados e nos municípios polos. 

O presidente do Diretório Regional que deverá ser reconduzido no final deste ano pela Convenção Regional, sinalizou que sua postura em relação ao governo Pedro Taques continuará a mesma de antes, ou seja, de independência e de cobrança dos compromissos assumidos em nome do PDT na campanha eleitoral de 2014. 

“O PDT esteve nas ruas e assumiu compromissos que serão cobrados dos detentores de mandatos eletivos e não será a troca de partido que fará com que se abdique a obrigação de cumprir com o povo de Mato Grosso os compromissos de campanha”, sinalizou Zeca Viana deixando claro que o fato do governador Pedro Taques não pertencer mais as fileiras do PDT não o levará a oposição irresponsável. 

“Farei meu papel de parlamentar e fiscalizador do Poder Executivo de forma transparente e legalista”, disparou Zeca Viana. 

No que diz respeito às eleições municipais, Zeca Viana, reforçou que o partido espera aumentar sua participação nas administrações municipais e nos legislativos também para consolidar sua condição de força política, apontando que por se tratar de questões regionais o PDT poderá estar em palanques divergentes em relação ao nível estadual. 

“Quando chegamos ao PDT alguns anos atrás o partido se resumia a pouca representação e hoje nós somos uma força política que vai superar as adversidades como no passado, quando o ex-governador Dante de Oliveira, também eleito pelo PDT deixou a sigla para ir para o PSDB”, disse Viana, insinuando que este pode ser o mesmo caminho do atual governador Pedro Taques, que somente neste quesito se assemelharia ao nacionalmente reconhecido pai das Diretas Já. (ML) 

Campanha de vacinação contra a pólio começa no sábado


Começa no sábado (15) a 36ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. Em Mato Grosso, a meta é imunizar 95% das 228,2 mil crianças que fazem parte do público-alvo entre os dias 15 e 31 de agosto. Para isso, o Ministério da Saúde entregou ao Estado 285,4 mil doses. O foco são as crianças entre seis meses e cinco anos incompletos. 

A meta nacional é imunizar 12 milhões de crianças, o que representa 95% do público-alvo, formado por 12,7 milhões de crianças. A vacina é extremamente segura, garantiu a gerente de Vigilância em Agravos Imunopreviníveis da Secretaria de Estado de Saúde, Claudia Soares de Souza Como não existe tratamento para a poliomielite, a única forma de prevenção é a vacinação. "A vacina protege contra os três sorotipos do poliovírus 1, 2 e 3. A eficácia da imunização é em torno de 90% a 95%". 

Mesmo para as crianças que estejam com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia podem ser vacinadas. Já as crianças com infecções agudas, com febre acima de 38 graus ou com hipersensibilidade a algum componente da vacina precisam de orientação médica. 

"Aquelas que nunca foram vacinadas contra a poliomielite não receberão as gotinhas na campanha. A proteção contra o vírus é realizada com duas doses da vacina inativada poliomielite (VIP), injetável, aplicada aos dois e quatro meses de vida, e uma dose da vacina oral, aos seis meses", explicou a gerente. 

Outra proposta da campanha é aproveitar a ida ao posto de saúde e colocar a vacinação das crianças em dia. Por isso, paralelamente à vacinação contra poliomielite, o Ministério da Saúde promove uma mobilização para atualizar o esquema vacinal das crianças menores de cinco anos. 

Os responsáveis devem levar o cartão de vacinação para avaliação do profissional de saúde, os quais irão avaliar a caderneta infantil, alertando os pais sobre as vacinas que a criança ainda precisa tomar. As doses atrasadas serão aplicadas e agendadas, de acordo com cada situação. (Com Assessoria/SES-MT)