30 de agosto de 2015

Juiz responde a Dilma: delação é ‘traição entre criminosos’

SergioMoroGilFerreiraAgCNJ1
O juiz federal Sérgio Moro, que conduz a maior parte dos processos da Operação Lava-Jato, respondeu na manhã deste sábado a crítica da presidente Dilma Rousseff sobre o instituto da delação premiada, ferramenta que vem permitindo à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal revelar crimes no âmbito da Petrobras e ministérios do governo federal.
Durante palestra na subseção Jabaquara da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), na Zona Sul de São Paulo, Moro defendeu a colaboração premiada desde que sustentada em provas independentes e classificou-a como uma “traição entre criminosos”.
“Às vezes, as únicas pessoas que podem servir como testemunhas de crimes são os próprios criminosos. Uma das regras é que tudo o que o colaborador disser, precisa encontrar prova de colaboração. (…) É traição? É traição, mas é uma traição entre criminosos. Não se está traindo a Inconfidência Mineira, não se está traindo a Resistência Francesa”, disse o juiz no encontro com advogados.

Vendedor brasileiro é o penúltimo em ranking de simpatia

Os vendedores brasileiros estão carrancudos. Essa foi a conclusão de uma pesquisa que avaliou a qualidade do atendimento ao cliente em países do mundo todo. Segundo o estudo, o Brasil ficou em penúltimo lugar num ranking que mede a quantidade de atendimentos iniciados com um sorriso.
De todos os atendimentos avaliados no Brasil, 79% começaram com um sorriso do vendedor. O número está bem longe do alcançado pelos irlandeses, que lideram a lista com 97% de atendimentos sorridentes. De toda a lista, os brasileiros ficaram em 15º lugar, à frente apenas do Japão, que teve uma marca de 74%.
O estudo foi realizado pela companhia sueca Better Business World Wide, em parceria com a brasileira Shopper Experience, e analisou o atendimento em 69 países. Após compilar os dados, a companhia elaborou o ranking com 16 posições. A pesquisa foi realizada em 2014. Para avaliar o atendimento, a pesquisa usou clientes secretos, ou seja, clientes que entram no estabelecimento também com o objetivo de avaliar os vendedores. No Brasil, 22 mil clientes secretos participaram.

Procurador-geral da República critica ‘inconveniência’ da justiça eleitoral

Em parecer pelo arquivamento de pedido feito pelo vice-presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Gilmar Mendes, para investigar uma das fornecedoras da campanha da presidente Dilma Rousseff, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, criticou a “inconveniência” da Justiça e do Ministério Público Eleitoral se tornarem “protagonistas exagerados do espetáculo da democracia”.
As críticas do procurador foram feitas na semana seguinte à indicação da presidente para sua recondução ao cargo e no momento em que a Justiça Eleitoral discute a abertura de ações da oposição ao governo federal que pedem a cassação da chapa presidencial.
“É em homenagem à sua excelência [Gilmar Mendes], portanto, que aduzimos outro fundamento para o arquivamento ora promovido: a inconveniência de serem, Justiça Eleitoral e Ministério Público Eleitoral, protagonistas -exagerados – do espetáculo da democracia, para os quais a Constituição trouxe, como atores principais, os candidatos e os eleitores”, escreveu. O procurador-geral afirmou ter receio da judicialização exagerada e que é preciso levar em conta que a Constituição Federal estabeleceu como atores principais do processo eleitoral “os candidatos e os eleitores”.

Joaquim Barbosa: ‘TCU é playground de políticos fracassados’.

barbosa STF
O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa criticou duramente, neste sábado (29), o Tribunal de Contas da União (TCU). Para ele, o TCU não passa de um “playground de políticos fracassados” que “querem uma boquinha”. Na avaliação do ministro aposentado, o órgão não tem qualquer autoridade para abrir caminho para um eventual pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, caso rejeite as contas do governo relativas a 2014.
“Não acredito em um Tribunal de Contas da União como um órgão sério de um processo desencadeador de tal processo. É um órgão com as virtudes extirpadas. Afinal, é um playground de políticos fracassados que, sem perspectiva em se eleger, querem uma boquinha. O TCU não tem estatura institucional para conduzir algo de tamanha gravidade”, disse o ex-ministro, segundo relato a’O Globo.

Votação do projeto que amplia o Supersimples é prioridade da Câmara

camara federal
Votações do Projeto de Lei complementar 25/07, que amplia o alcance do Simples Nacional (Supersimples) e da proposta de emenda à Constituição (PEC 172/12), que impede a União de transferir a prestação de serviços a estados e municípios sem que haja o repasse da verba necessária ao seu financiamento são as prioridades do plenário da Câmara dos Deputados nesta semana. Também estarão na pauta outras PECs, projetos de lei e requerimentos.
As votações do Supersimples e da PEC 172 estão previstas para terça-feira (1º), em sessões ordinárias e extraordinárias, respectivamente. O projeto que amplia o Supersimples permite que permaneçam nesse modelo de tributação empresas de serviço e comércio com faturamento até R$ 7,2 milhões por ano e as indústrias com faturamento anual até R$ 14,4 milhões. Pela proposta, há um aumento de 250% no limite de enquadramento da microempresa no Supersimples, passando dos atuais R$ 360 mil para R$ 900 mil a receita bruta anual.
O texto apresentado pelo relator, deputado João Arruda (PMDB-PR), e que será levado à votação, estabelece que será permitida às empresas de pequeno porte a participação no Supersimples se tiverem renda anual entre R$ 900 mil e R$ 14,4 milhões. O texto, que foi lido no plenário da Câmara na semana passada e que, a pedido do governo, teve a votação adiada, eleva o teto da receita bruta para o microempreendedor individual dos atuais R$ 60 mil por ano para R$ 72 mil.

Governo Dilma Rousseff desiste da criação da CPMF

A presidente Dilma Rousseff desistiu neste sábado (29) de propor a criação de um imposto sobre transações financeiras nos moldes da antiga CPMF, três dias depois de o governo apresentar a ideia como essencial para cobrir um rombo de R$ 80 bilhões no orçamento do próximo ano.
Assessores presidenciais disseram à Folha que a proposta era considerada boa, mas o governo não soube negociá-la com antecedência para garantir sua aprovação pelo Congresso ainda neste ano.
Foi determinante para o recuo da presidente a reunião que ela teve na noite de sexta-feira (28) com governadores do Nordeste. No encontro, ela sentiu que o clima era muito adverso para recriar o imposto do cheque e poderia agravar a atual crise política.

‘Temos que nos livrar dessa praga que é o PT’, diz Alckmin

alkimim
Um dos políticos mais moderados do PSDB, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, fez neste sábado o discurso mais inflamado do ato político que marcou a entrada do governador do Mato Grosso, Pedro Taques, no partido. “Temos que nos livrar dessa praga que é o PT. O PT do desemprego, da inflação, dos juros pornográficos e dessa praga do desvio do dinheiro público. Hoje é tempo de honestidade”, disse Alckmin, um dos tucanos cotados como pré-candidato à Presidência da República em 2018.
Os principais integrantes do PSDB se encontraram neste sábado em Cuiabá (MT) para prestigiar a entrada de Taques, ex-PDT, no partido. Além dos seis governadores tucanos, estavam presentes o senador José Serra (SP), a senadora Ana Amélia (PP-RS) e deputados tucanos de vários Estados. Eles foram recebidos com um ato político que reuniu cerca de 3.000 pessoas em um hotel fazenda de Cuiabá. Em seguida, foram almoçar em um restaurante árabe tradicional da cidade.
Pedro Taques apresentou no dia 10 de agosto o seu pedido de desfiliação do PDT, sigla pela qual se elegeu senador em 2010 e governador em 2014.
Ex-procurador da República, Taques obteve 708.440 votos na candidatura ao Senado, em 2010. Em 2014, ao disputar o governo de Mato Grosso, ele obteve outros 833.788 votos (57,25% dos votos válidos).

Agora lascou! Câmara quer punir quem fala mal de político na Internet

internet
A Câmara prepara um projeto de lei para acelerar a identificação e a punição de pessoas que criam páginas ofensivas e difamatórias contra parlamentares na internet. O texto também vai responsabilizar criminalmente os provedores, portais e redes sociais que hospedam esses sites. A proposta, que tem o apoio do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), está em fase final de elaboração e deve ser apresentada em setembro pelo procurador parlamentar, deputado Cláudio Cajado (DEM-BA).
O procurador adiantou ao Congresso em Foco que vai propor uma mudança no Marco Civil da Internet para facilitar a retirada das postagens ofensivas contra políticos em geral. Pela proposta, sites, provedores e portais serão corresponsáveis pelas publicações. Por exemplo: se um usuário criar um perfil falso (o chamado fake) no Facebook que ironize ou atinja a honra de um deputado, tanto o responsável pela página quanto o próprio Facebook serão acionados criminalmente e estarão sujeitos a processos penais e cíveis.
O objetivo, explica Cajado, é obrigar os grandes provedores e empresas de internet a analisarem, de modo célere, as denúncias de ofensa contra parlamentares. Nesse caso, o conteúdo classificado como ofensivo terá de ser retirado do ar imediatamente, sob pena de abertura de processo por crime de injúria e difamação.

Conheça os alimentos que combatem o colesterol alto

cebola
O colesterol alto é um perigo para nosso organismo. Quando o excesso de gordura se acumula nas artérias, o principal caminho do sangue do coração para o resto do corpo, os prejuízos são enormes. Entre eles estão o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, derrames e infartos.
Muitos fatores podem contribuir para o aumento do colesterol, como tendências genéticas ou hereditárias, obesidade e atividade física reduzida. No entanto, um dos fatores mais comuns é a dieta.
Isso porque o colesterol nada mais é do que uma gordura. Há dois tipos de colesterol, ou seja, de gordura. A boa é aquela que nosso organismo produz e ajuda na produção de hormônios e vitamina D. A ruim é aquela que consumimos nos alimentos ricos em gordura, justamente a que causa malefícios ao nosso corpo.
Por isso a má alimentação é prejudicial. A boa notícia é que o colesterol elevado, muitas vezes, pode ser reduzido com uma simples combinação: uma dieta saudável e exercícios físicos regulares.
Alguns alimentos são mais ricos em fibras e nutrientes que são grandes inimigos do colesterol alto. Apesar de você poder incluí-los no cardápio diário sem prejuízos para a saúde, nesse caso, vale sempre a consulta médica para avaliar o nível do colesterol ruim. Só o médico vai poder orientá-lo se a dieta é suficiente ou haverá necessidade de tratamento medicamentoso.
Confira abaixo os inimigos da gordura ruim.
Aveia
Estudos mostram que as fibras da aveia na mistura de farinha de aveia com o colesterol no intestino delgado, ajudam a destruir as moléculas de colesterol e levá-las para fora do corpo. No Brasil, o benefício foi comprovado em pesquisa recente realizada pelo Centro de Medicina de Atividade Física do Esporte da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Os pesquisadores estudaram mais de 120 pessoas e comprovaram que o consumo diário do farelo pode sim reduzir as taxas e gordura no organismo.
Peixes
Outro produto livre para o consumo é o peixe. O alimento, rico em ômega 3 e ácidos graxos pode ajudar a baixar a pressão arterial. A recomendação é consumi-los pelo menos duas porções por semana. Os mais altos níveis de ômega-3, os ácidos gordos são encontrados em peixes como salmão, cavala, linguado, arenque, truta e sardinha.
Feijão
Tradicional na mesa brasileira, estudos mostram que o feijão é rico em fibras e proteínas que podem diminuir os níveis de colesterol. O grão é capaz de controlar o nível glicêmico e reduzir o risco de doença cardíaca coronária.
Alho fresco
Estudos mostram que o alho pode evitar o acúmulo de gordura na artérias. Para obter os melhores resultados, tente por 2-4 dentes de alho fresco nos alimentos todos os dias. Especialistas afirmam que ele é antiinflamatório, pela sua composição, e também um normalizador da pressão arterial. Dicas: bem assado, basta uma hora no forno para ele ficar com um gostinho adocicado. Na panela, a dica é apenas dourar. Se deixar torrar, fica muito amargo.
Açaí
Um estudo realizado pela Universidade Federal do Pará, pesquisadores descobriram que o consumo regular de açaí ajuda na redução do colesterol. A diminuição do mau colesterol deve-se ao corante do açaí, a antocianina, também presente em uvas e alimentos com a coloração roxa. Para se ter uma ideia, um litro de açaí tem até 35 vezes mais antocianina do que um litro de vinho tinto. (Mais Equilíbrio)

Campanha alerta população sobre prevenção do câncer de intestino

A Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP) lança no próximo mês a campanha Setembro Verde, de alerta à população sobre a necessidade de prevenção do câncer colorretal. As ações da campanha, feita em parceria com a Associação Brasileira de Prevenção do Câncer de Intestino, vão ocorrer em quatro capitais brasileiras.
O presidente da SBCP, Ronaldo Salles, lembrou que o câncer de intestino afeta tanto homens quanto mulheres. “Cresce muito a importância do câncer de intestino em relação aos outros, porque câncer de próstata dá apenas em homens, e o de mama acomete mais mulheres. Em homens, é muito raro.”
Salles destacou que o câncer de intestino pode ser prevenido. “O precursor do câncer é o pólipo benigno, que pode ser retirado durante uma colonoscopia [exame que permite analisar o revestimento interno do intestino]”. Segundo ele, o procedimento pode evitar a transformação do pólipo em um tumor.

Congresso Nacional deve votar PEC que impede encargos para estados e municípios

congresso-nacional-brasilia-20060713-size-598
Prefeituras e governos estaduais estarão com a atenção voltada nesta semana para o Congresso Nacional, que promete avançar em uma antiga reivindicação das administrações locais. Deputados esperam votar, em plenário, no dia 1º de setembro, a proposta de emenda à Constituição (PEC 172/12) que impede a criação de encargos para estados e municípios sem o repasse da respectiva receita pela União.
A matéria é vista como solução de uma das principais reclamações de estados e municípios que se queixam, com frequência, de decisões tomadas em Brasília sobre, por exemplo, os pisos salariais nacionais para categorias como a dos professores, agentes de saúde, policiais e bombeiros. As leis, que têm base nacional, causam impacto direto nas contas das prefeituras e dos governos que têm de desembolsar mais recursos para equiparar profissionais locais sem estar preparados para o aumento do custeio e sem contar com mais verbas repassadas pela União.

Vídeo: Delator diz que PT quebrou a Petrobras e que tem muito medo de morrer

A questão dos moradores de rua precisa ser discutida com urgência em Brasnorte

POR DORJIVAL SILVA/ESPECIAL DE DOMINGO

Dorjival Silva conversa com morador 
de rua em Brasnorte
Algumas cidades pequenas do interior de Mato Grosso já estão convivendo com um problema social da mais alta gravidade que é a presença de pessoas indigentes pelas ruas. Localizado na região noroeste do estado, Brasnorte, município com pouco mais de 17 mil habitantes, não foge à regra. Uma ligeira contagem realizada pelo portal Gazeta do Noroeste MT somou cerca de 20 pessoas, algumas idosas, “vivendo” ao relento pelas ruas da cidade.

Nos dois dias que a reportagem esteve conversando com os moradores de rua da cidade, ouviu deles muitas histórias e situações de sofrimento e agonia pelas quais estão tendo que suportar. A conclusão a que a reportagem chegou é que alguns deles atingiram ao mais baixo nível da pirâmide social. Ou como dizem no jargão popular: “ao fundo do poço”.

É o caso do idoso Antonio de Sousa de 71 anos de idade (FOTO), segundo ele, natural do estado da Paraíba. A reportagem encontrou esse homem, possivelmente com mais de 30 dias sem tomar banho e trocar de roupas. Estava jogado ao chão, fétido de urina e fezes e alcoolizado.

Outro homem, Juscelino Kubitschek de 37 anos de idade e natural do estado do Mato Grosso Sul, também foi encontrado sujo e maltrapilho, sem banho há dias, com fome, com uma enfermidade na cabeça e alcoolizado.

Os demais se identificaram como sendo das regiões Nordeste, Sudeste e Norte do país. Todos eles com histórias parecidas para contar como forma de justificar a vida que estão levando: desemprego, abandono familiar ou até falta da família, situação econômica, desajuste social, problemas psicológicos e, na maioria dos casos, vício em drogas como o álcool e o crack.  

De todos os moradores de rua de Brasnorte ouvi-se que eles já não vêem expectativas em suas vidas, se encontram em uma situação de sobrevivência, fora do contexto social, sem esperanças ou sonhos, usando de papelões e plástico como proteção do frio durante a noite.

A QUESTÃO – cadê as ações das autoridades políticas, civis e religiosas nesse contexto? Quais ações sociais estão sendo desenvolvidas com o objetivo de atender em suas diferentes faces a situação dos moradores de rua do município, como questionou pelo Facebook, Rosicléia Lopes da Silva: “Devem ser acolhido nas casas de apoio porque isso não é vida morar nas ruas e ter as vezes que comer lixo. cadê as autoridades nessa hora? Na hora da eleição eles dão valores a essas pessoas, pois precisam de seus votos...?”

ASSISTÊNCIA SOCIAL - Sobre o assunto outra internauta, Lúcia da Silva perguntou: “Cadê o estatuto do idoso que os políticos criaram...? Cadê a assistência social onde está? ... Eles já colocaram muitos políticos corruptos no poder, agora o voto deles não serve mais ?...”.

PRÁTICA - Já Rozangela Ribeiro comentou: “Cadê o amor ao próximo como a ti mesmo? Lamentar não resolve... é preciso fazer alguma coisa, chegar perto, conversar, oferecer ajuda emocional e se dispor a isso. Levar para um banho, oferecer um desodorante, um prato de comida quente, até que eles tomem gosto novamente e queiram viver humanamente, porque se estão ai, motivos tiveram...”.

TEMPO DE SOLUÇÃO - Samara Rocha Samy conclui a situação com a seguinte reflexão: “Acredito que como Brasnorte ainda é uma cidade pequena e que ainda é tempo de remediar o problema social, não devemos julgar ninguém e nem dizer quem são os culpados, mas não devemos dar as costas para um fato existente, pois se o problema existe temos um causador e quando não se remedia e ignora somos parte desse problema agindo com egocentrismo, somos donos de nossos atos, mas por muitas vezes temos que ser ajudados e tais pessoas precisam de ajuda. Inclusão social é algo que vale a pena apostar. As pessoas quando se sentem capazes e úteis têm mais vontade de viver e de se cuidar. Dar assistência social e psicológica aos moradores de rua é algo tão importante como a educação infantil. Fica a dica!”.

VEJA VÍDEOS;