27 de setembro de 2015

Vasco amplia hegemonia contra rival e bate Flamengo de virada

A freguesia continua. Pela quarta vez no ano, o Vasco venceu o Flamengo no Clássico dos Milhões. Em partida disputada na tarde deste domingo, no Maracanã, o Gigante da Colina bateu o maior rival por 2 a 1, de virada. Com o resultado, o time de São Januário segue a sua caminhada para fugir da zona de rebaixamento. O Vasco agora soma 26 pontos, mas segue na penúltima posição.
Já o Flamengo chega à sua terceira derrota consecutiva, e estaciona nos 41 pontos ganhos, na sétima colocação. Rodrigo, cobrando falta, e Nenê, de pênalti, comandaram a virada cruzmaltina, enquanto Emerson Sheik anotou para o Flamengo. na etapa inicial.
O Vasco foi dominado no primeiro tempo, mas conseguiu reagir e, em lances de bola parada, mudou a sorte da partida. Com Guerrero pouco inspirado, o Flamengo voltou a cair de produção e permitiu que a equipe cruzmaltina conseguisse mais uma vitória, fato que está se tornando rotina na atual temporada.
Na próxima rodada, o Flamengo vai receber o lanterna Joinville, no Maracanã, às 11h da manhã. No mesmo horário, o Vasco vai enfrentar o Avaí, na Ressacada. Antes disso, no meio de semana, o Gigante da COlina joga a partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil contra o São Paulo em São Januário.
Gazeta Esportiva

MPF pede arquivamento de inquérito sobre Lula

lula-e-a-linguaA Procuradoria da República no Distrito Federal decidiu pedir o arquivamento do inquérito instaurado para investigar suposto repasse da Portugal Telecom para o PT, segundo a assessoria de imprensa Ministério Público Federal no Distrito Federal. A apuração começou em 2013 a partir de depoimento dado pelo publicitário Marcos Valério, preso por ter sido operador da Ação Penal 470, o chamado mensalão. Entre os suspeitos de terem participado do esquema de negociação do repasse está o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
A partir do depoimento foram abertos dois inquéritos, um civil e um policial, para apurar o caso. Segundo a assessoria, a decisão do arquivamento foi tomada pelo procurador Frederico Paiva, do Núcleo de Combate à Corrupção, após a investigação policial concluir que não foi possível provar o depoimento de Valério. Ambos inquéritos aguardam a homologação do arquivamento, o civil, na 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF, e o policial, na 10ª Vara da Justiça Federal, no DF.

Últimos dias para a revoada dos partidos

partidos-politicos-300x184A lei eleitoral vigente estabelece que o político precisa estar filiado ao partido pelo qual pretende disputar um cargo eletivo pelo menos um ano antes do pleito. É por esse motivo que o vaivém de políticos se aqueceu nos últimos dias. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a eleição de 2016 será no dia 2 de outubro. Logo, os políticos têm até a próxima sexta-feira para decidir a sigla pela qual concorrerão.
Na última quinta- feira, o deputado federal Alessandro Molon (RJ) anunciou que deixava a sigla, rumo à recém-criada Rede, de Marina Silva. Outros três deputados também deverão segui-los. Nos estados, o êxodo também é grande.

Governo cortará R$ 25 bilhões em gasto social

A presidente Dilma Rousseff cortou R$ 25,5 bilhões dos gastos com programas sociais previstos em 2016, em relação ao orçamento deste ano, segundo levantamento feito pelo Estadão com números oficiais do Ministério do Planejamento. A tesourada atingiu até mesmo a construção de creches, unidades básicas de saúde e cisternas. A maior redução de aportes foi justamente em “vitrines” da gestão petista, como investimentos sociais do PAC, Minha Casa Minha Vida e Pronatec.
Durante a campanha e no início do segundo mandato, Dilma repetiu à exaustão que “em hipótese alguma” cortaria recursos dos programas sociais criados pela gestão petista. Mas foi obrigada a abrir mão da promessa para tentar recuperar a confiança dos investidores na economia brasileira. Se somados os cortes adicionais em projetos do PAC que ainda não estão definidos, mas que também atingirão a área social, o enxugamento em 2016 pode chegar a R$ 29,34 bilhões.

Ex-deputado diz que petrolão nasceu combinado com Lula e Dilma

Expoente de uma família rica e tradicional do Nordeste, o médico Pedro Corrêa se destacou, durante quase quatro décadas, como um dos parlamentares mais influentes em negociações de bastidores. Como presidente do PP, garantiu a adesão do partido ao governo Lula e – como reza a cartilha do fisiologismo – recebeu em troca o direito de nomear apadrinhados para cargos estratégicos da máquina pública. Essa relação de cumplicidade entre o e o ex-presidente é notória.
A Veja destaca que ela rendeu a Corrêa uma condenação à prisão no processo do mensalão, o primeiro esquema de compra de apoio parlamentar engendrado pela gestão petista. Mesmo após a temporada na cadeia, Corrêa se manteve firme no propósito de não revelar o que viu e ouviu quando tinha acesso privilegiado ao gabinete mais poderoso do Palácio do Planalto.
Discreto, ele fez questão de ser leal a quem lhe garantiu acesso a toda sorte de benesse. Havia um acordo tácito entre o ex-deputado e o ex-presidente. Um acordo que está prestes a ruir, graças à descoberta do petrolão e ao avanço das investigações sobre o maior esquema de corrupção da história do Brasil.
Como outros mensaleiros, Corrêa foi preso pela Operação Lava-Jato. Encarcerado desde abril, ele negocia há dois meses com o Ministério Público um acordo de colaboração que, se confirmado, fará dele o primeiro político a aderir à delação premiada.
Com a autoridade de quem presidiu um dos maiores partidos da base governista, Corrêa já disse aos procuradores da Lava-Jato que Lula e a presidente Dilma Rousseff não apenas sabiam da existência do petrolão como agiram pessoalmente para mantê-lo em funcionamento. O topo da cadeia de comando, portanto, estaria um degrau acima da Casa Civil, considerada até agora, nas declarações dos procuradores, o cume da organização criminosa.
Nas conversas preliminares, Corrêa contou, por exemplo, que o petrolão nasceu numa reunião realizada no Planalto, com a participação dele, de Lula, de integrantes da cúpula do PP e dos petistas José Dirceu e José Eduardo Dutra – que à época eram, respectivamente, ministro da Casa Civil e presidente da Petrobras. Em pauta, a nomeação de um certo Paulo Roberto Costa para a diretoria de Abastecimento da Petrobras.
Pedro Corrêa, José Janene e o deputado Pedro Henry, então líder do PP, defendiam a nomeação.
Dutra, pressionado pelo PT, que também queria o cargo, resistia, sob a alegação de que não era tradição na Petrobras substituir um diretor com tão pouco tempo de casa. Lula, segundo Corrêa, interveio em nome do indicado, mais tarde tratado pelo petista como o amigo “Paulinho”.
“Dutra, tradição por tradição, nem você poderia ser presidente da Petrobras, nem eu deveria ser presidente da República. É para nomear o Paulo Roberto. Tá decidido”, disse o presidente, de acordo com o relato do ex-deputado. Em seguida, Lula ameaçou demitir toda a diretoria da Petrobras, Dutra inclusive, caso a ordem não fosse cumprida.
Ao narrar esse episódio, Corrêa ressaltou que o ex-presidente tinha plena consciência de que o objetivo dos aliados era instalar operadores na estatal para arrecadar dinheiro e fazer caixa de campanha Ou seja: peça-chave nessa engrenagem, Paulinho não era uma invenção da cúpula do PP, mas uma criação coletiva tirada do papel graças ao empenho do presidente da República.

FGTS de trabalhador doméstico começa a valer em 1º de outubro

empregada domesticaA partir de 1º de outubro, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) passa a ser obrigatório para todos os trabalhadores domésticos. Atualmente, o pagamento é opcional. A resolução foi publicada pelo Ministério do Trabalho na edição de hoje (25) do Diário Oficial da União.
O percentual de recolhimento do FGTS é de 8% sobre a remuneração do trabalhador. Para pagar o benefício, o empregador terá de cadastrar seu empregado doméstico no site doeSocial.

Políticos estão à espera pela decisão do TSE que abre janela partidária

vejo-pela-janelaO Senado tem até a sessão de quinta-feira, 1º de outubro, para aprovar a PEC que acaba com a reeleição, cria “janela” de 30 dias para a troca de partido e mantém o financiamento privado de campanhas.
Caso contrário, as regras não entrarão em vigor nas eleições de 2016

Dilma mentiu para se eleger e mente para governar

Dilma a máscara (Foto: Arte: Antônio Lucena)
A presidente que mentiu muito para se reeleger ao garantir que tudo estava bem no Brasil, e agora mente para não ser deposta ao dizer que preserva os gastos com programas sociais do governo. O Brasil já ia mal quando ela pedia votos – e Dilma sabia disso, tanto que anunciou por antecipação a saída do seu ministro da Fazenda Guido Mantega.
Agora, por mais que negue, cortou R$ 25 bilhões em gasto social no Orçamento da União de 2016 se comparado com o Orçamento da União de 2015. Foi o que apurou o jornal O Estado de S. Paulo com base em números oficiais do Ministério do Planejamento.
A tesourada atingiu o PAC, Minha Casa Minha Vida, Pronatec e até mesmo a construção de creches, unidades básicas de saúde e cisternas. Só poupou o Bolsa Família. O governo esconde o tamanho dos cortes por razões mais do que compreensíveis. Só faltava ele admitir que mente ao afirmar que os programas sociais ficarão incólumes.
O PT faz de conta que desconhece o tamanho dos cortes porque seria politicamente impossível para ele continuar apoiando um governo que contraria sua pregação. O tamanho do corte corresponde a 74% do superávit primário – economia para o pagamento dos juros da dívida – prometido pela União em 2016: R$ 34,44 bilhões.
Para o economista Mansueto Almeida, “o governo tem vergonha de mostrar que está cortando em programas considerados ‘vacas sagradas’. Por isso, fica a impressão ao Congresso e ao mercado que o corte tem sido tímido”. Mesmo com os cortes, Mansueto está convencido de que o orçamento engessado inviabilizará o cumprimento da meta estipulada para o ano que vem.
Por Ricardo Noblat

Estudante corre nu durante blitz da Lei Seca em Natal

Jovem passou nu pela barreira de fiscalização montada na rua Walter Duarte Pereira, no bairro de Capim Macio (Foto: Capitão Styvenson Valentim/PM)
G1/RN – Um estudante, que segundo a Polícia Militar aparentava estar sob efeito de drogas, foi detido ao correr nu em meio a uma barreira da Operação Lei Seca realizada na madrugada deste domingo (27) no bairro de Capim Macio, na Zona Sul de Natal.
Segundo o capitão Styvenson Valentim, apesar de ter sido detido momentaneamente, o rapaz acabou liberado após retomar a consciência. “Ele não dizia coisa com coisa. Não sabia de onde vinha nem para onde estava indo. Também não sabia dizer se tinha bebido nem se tinha consumido algum entorpecente. Fizemos buscas pela região e conseguimos encontrar as roupas e os documentos dele. Quando voltou ao normal, o levamos para casa”, afirmou o oficial.
A blitz aconteceu na rua Walter Duarte Pereira, ponto onde a PM e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) quase que semanalmente montam barreiras de fiscalização. Dois motoristas foram presos em flagrante por estarem dirigindo sob efeito de bebida alcóolica e 42 carteiras de habilitação retidas. “Também apreendemos seis veículos, sendo quatro carros e duas motocicletas “, acrescentou Styvenson.

Brasil é destaque no contexto mundial de doação de órgãos

transplante orgaosCom o slogan “Viver é uma grade conquista. Ajude mais pessoas a serem vencedoras”, a campanha do Ministério da Saúde sobre doação de órgãos procura incentivar e conscientizar as famílias para a da importância do transplante. Hoje (27), é comemorado o Dia Nacional de Doação de Órgãos justamente para lembrar que um transplante pode salvar vidas. Diferente de qualquer outra terapêutica médica, o transplante só ocorre com a doação, por isso a importância da participação da população.
No cenário da doação de órgãos e tecidos, o Brasil se destaca no contexto mundial, principalmente por ter o maior sistema público de transplantes do mundo. Segundo o Ministério da Saúde, 95% dos procedimentos são realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ainda de acordo com a pasta, o país teve o melhor primeiro semestre da história no número de doadores efetivos de órgãos, tanto em números absolutos quanto na taxa por milhão de população (pmp).
De acordo com os dados oficiais do Ministério da Saúde, de janeiro a junho deste ano, 4.672 potenciais doadores foram notificados, resultando em 1.338 doadores efetivos de órgãos. O doador potencial é aquele paciente notificado com morte cerebral. Para ele se tornar um doador efetivo, os órgãos passam por uma triagem com o objetivo de analisar a aptidão da doação de órgãos do paciente. Além disso, a legislação prevê que a família decida se vai querer ou não doar os órgãos do familiar.

VENDO TERRENO URBANO DE 2.514 M2 COM BARRACÃO MAIS MERCADO EM BRASNORTE

Excelente terreno comercial, bem localizado, no entroncamento dos bairros Arco Íris, Nosso Lar e Pôr do Sol. Na entrada da cidade de Brasnorte para quem vem da comunidade rural do Perobal e aeródromo municipal. O terreno tem um barracão com 300 m2 de área coberta, pronto. Mais13 milheiros de tijolos e vários metros cúbicos de pedra brita. Mais uma casa edícula aos fundos. Associado a este imóvel, vendo também toda estrutura de um mercado suprido de produtos em pleno funcionamento a 30 metros distantes.  Mais detalhes AQUI

VENDO PROPRIEDADE RURAL DE 182 ALQUEIRES A 6 KM DE BRASNORTE. R$ 20 MIL POR ALQUEIRE

Imagem meramente ilustrativa
Propriedade rural medindo 182 alqueires, excelente para formação de pastos, criação de boi e/ou plantação de culturas diversas. Terra plana do chapadão já com 82 alqueires abertos. Localização: à apenas 6 km da cidade de Brasnorte/MT no sentido Rio do Sangue e a menos de 1 km do frigorífico novo na MT - 170. Escriturada. Uma maravilha. Mais detalhes AQUI