12 de outubro de 2015

Semana de turbulências: o Brasil viverá um momento histórico

“Prepare-se. O Brasil viverá um momento histórico”, afirmou um auxiliar da presidente Dilma ao prever momento de muita turbulência na política de uma lado com as acusações de envolvimento em corrupção por parte do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e de outro com a possibilidade de abertura de processo de impeachment da presidente Dilma.
A começar pela expectativa de confronto entre governistas e oposicionistas nas sessões do Congresso já a partir da semana que vem. Petistas e aliados deverão reagir à possibilidade de Eduardo Cunha despachar o pedido de impeachment de Dilma apresentado pelo jurista Hélio Bicudo. Petistas não aceitam que Cunha, ferido pelas denúncias de que movimentou contas na Suíça que seriam abastecidas com recursos de propina, leve adiante este processo.
– A legitimidade dele será questionada em Plenário – prevê um petista que acredita, ainda, que o PSOL irá cumprir a promessa de questionar a presença de Cunha à frente dos trabalhos da Câmara. O ambiente político deverá ficar ainda mais tumultuado com ações de parlamentares que têm estilo mais agressivo no embate político.
Este questionamento sobre a autoridade de Cunha é feito tem por importantes auxiliares do governo, mas é consenso que ele tomará esta iniciativa na terça-feira como “última tacada”. A previsão é de embate tão forte que muitos se recordam do confronto entre Jader Barbalho e Antonio Carlos Magalhães, no ano 2000, em que os dois saíram derrotados.
A esta altura, há o reconhecimento por parte de figuras importantes do PT de que houve uma sucessão de erros, tanto do PT quando era oposição, quanto do PSDB, agora, ao exercer oposição. Para estes, a oposição sabe dos problemas de Cunha, até já pediu seu afastamento da presidência da Câmara, mas não deixará de reconhecer sua legitimidade para despachar o pedido de afastamento de Dilma.
– É uma pena que dois partidos importantes da resistência política no Brasil vivam do pragmatismo- disse.
O governo sabe que, com a baixa popularidade de Dilma, terá mais dificuldades para agir. Mas começa a executar a estratégia de reconstruir a base nesta semana com a nomeação das indicações políticas pendentes. A ordem no governo ê ao mesmo tempo ir para o embate político e atender à base fisiológica. É a alternativa que lhe restou.
Por Cristiana Lôbo

Eduardo Cunha vai acolher o pedido de impeachment de Dilma

O Palácio do Planalto já trabalha com o cenário em que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), vai acolher, já na próxima terça-feira (13), o pedido de impeachment protocolado pelo jurista Hélio Bicudo, ex-PT, contra a presidente Dilma Rousseff.

Eduardo Cunha tem a “faca e o queijo nas mãos”

O pós-feriado será uma terça-feira insana na Câmara dos Deputados. O presidente da Casa, Eduardo Cunha(PMDB-RJ), está com a cabeça na guilhotina da Operação Lava-Jato por causa de suas contas na Suíça, mas tem a faca e o queijo nas mãos para decidir sobre a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O parlamentar passou o fim de semana examinando oito pedidos de impeachment que pretende despachar amanhã, entre eles, o apresentado pelo jurista e ex-deputado Hélio Bicudo, um dos fundadores do PT, também subscrito pelo jurista Miguel Reale Júnior, e que foi encampado pelos partidos de oposição.

Um dos principais cartões-postais do Rio, Cristo Redentor completa 84 anos

cristo84
O Cristo Redentor completa hoje (12) 84 anos. As celebrações começaram às 7h, com uma bênção à cidade do Rio de Janeiro, feita pelo cardeal arcebispo dom Orani Tempesta. Em seguida, houve a celebração de uma missa em ação de graças pela existência do monumento e as apresentações de uma orquestra e de um coral dinamarquês. A Arquidiocese do Rio de Janeiro também aproveitou as celebrações para lançar um aplicativo para telefones celulares chamado Minuto de Fé, que busca facilitar a comunicação entre padres e fiéis, fornecendo agendas, locais e histórias de cada paróquia da cidade.
O monumento do Cristo Redentor foi inaugurado em 1931, no alto do Morro do Corcovado, na Floresta da Tijuca. A escultura, projetada pelo engenheiro Heitor da Silva Costa e pelo pintor Carlos Oswald, foi esculpida pelo francês Paul Landowski, com a ajuda do engenheiro calculista conterrâneo Albert Caquot. A obra de instalação no alto do morro, iniciada em 1926, durou cinco anos. O monumento, feito em concreto armado e pedra sabão, tem 30,03 metros de altura, além de uma base de 8 metros, que abriga a capela de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. De envergadura, são 29,6 metros.

Santuário de Aparecida espera 160 mil fiéis na celebração do Dia da Padroeira

basilicaAP
Cerca de 160 mil pessoas são esperadas hoje (12) no Santuário Nacional Aparecida, na cidade de Aparecida (SP), no Vale do Paraíba, para as comemorações do Dia da Padroeira do Brasil. Desde sábado, estão ocorrendo diversas atividades, celebrações e homenagens à padroeira. Hoje pela manhã, por exemplo, houve uma missa especial para as crianças. Celebrada no altar central da Basílica de Aparecida, a missa das 7h contou com a participação ativa das crianças no coral, nas leituras, no ofertório e na entrada solene da imagem de Nossa Senhora.
A partir das 9h, ocorreu a tradicional missa solene, que reuniu fiéis e romeiros de várias partes do país. A programação desta segunda-feira (12) teve início com uma vigília à 0h e termina com um show pirotécnico, que ocorre após a missa de encerramento, às 19h. Pouco antes da missa, às 18h, os fiéis participam de procissão solene. A expectativa da organização do evento é que 400 mil pessoas passem pelo Santuário entre sábado (10) e hoje.

O pós-Cunha: quem pode suceder o encrencado presidente da Câmara

cunhafolha
Hoje, não há um candidato natural para suceder Eduardo Cunha se ele cair. Cunha, entretanto, já trabalha um nome com carinho – o de André Moura, do PSC de Sergipe e um dos seus fieis escudeiros. Moura que, aliás, responde a cinco inquéritos no STF, integra a bancada evangélica.
Por Lauro Jardim – O Globo

Governo confirma corrida pelo ouro em Pontes e Lacerda

Cerca de 600 pessoas invadiram uma área particular no município de Pontes e Lacerda (547 km de Cuiabá), após a divulgação de que uma grande quantidade de ouro foi encontrada no local.

A disseminação de fotos e vídeos nas redes sociais teria colaborado para que a invasão ao local fosse ainda maior.

Uma fonte do Governo do Estado confirmou a invasão na área e disse que providências já estão sendo tomadas.

Segundo apurou a reportagem, o Exército Brasileiro também já está a par dos acontecimentos e prepara uma operação para a retirada dos invasores.

Há o receio, por parte das autoridades, que a “febre do ouro” cause uma onda de violência e desordem no local, como aconteceu na década 80, em Serra Pelada, localizada no estado do Pará.

Uma fonte disse à reportagem que, a maior parte das fotos e vídeos que estão sendo postadas nas redes sociais, de fato é do local.

Provavelmente, as mesmas estariam sendo compartilhadas por grupos que chegaram primeiro à região e teriam interesse de que novas pessoas cheguem ao local, com objetivo de “ganhar dinheiro em cima disso”.

Essas mesmas pessoas, no entanto, também estariam “espalhando” fotos que não são verdadeiras, com objetivo de estimular a corrida ao local.

Há comentários inclusive, dando conta de que alguns pedaços de terra já estariam sendo comercializados na área.

Pedaladas, rejeitadas pela unanimidade dos ministros do TCU, preservam Michel Temer

dilma_temer
Entre os dois cenários que se abrem para deletar a moribunda do poder, o menos traumático para o País é via a configuração de crime constatada pelo Tribunal de Contas da União. As pedaladas, rejeitadas pela unanimidade dos nove ministros do TCU, preservam o vice-presidente Michel Temer (PMDB), que assume imediatamente para levar o País a uma transição até as eleições de 2018.
Se o impeachment for provocado pelas contas de campanha rejeitadas pelo Tribunal Superior Eleitoral, Temer também será arrastado. Neste caso, o presidente da Câmara assume e convoca novas eleições num prazo de 90 dias. Nesta saída, o País corre um grande risco de surgir um aventureiro como salvador da pátria diante do desgaste dos tradicionais políticos brasileiros.

Reforma muda prazo de filiação antes das eleições

A minirreforma eleitoral aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela presidente Dilma Rousseff trará implicações para o pleito do próximo ano. O prazo para filiação partidária foi reduzido pela metade (passando de um ano para seis meses), o financiamento privado de campanha está proibido e o tempo da campanha eleitoral está reduzido pela metade (passando de 90 dias para 45 dias).
Esses são apenas algumas das mudanças que já estarão em curso. A propaganda no rádio e na televisão foi reduzida em 10 dias, passando de 45 para 35 dias. No entanto, se antes a publicidade eleitoral não era exibida aos domingos, agora ela passa a ser.

Ajuste fiscal pode chegar ao Bolsa Família

bolsa familia 2Sem novas receitas para fechar o rombo das contas do governo em 2016, o Bolsa Família – o intocável programa social do governo – entrou na mira da tesoura. O relator-geral do projeto de Orçamento da União de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR), decidiu que não vai incluir na proposta os recursos previstos com a arrecadação da nova CPMF e avisa que, para compensar, não terá “dó” de cortar recursos de programas do governo. Para ele, pode haver espaço para enxugar o Bolsa Família porque há “fraude” no programa.

O dólar vai chegar a 5 reais, diz economista

dolar novinhaOs tempos de moeda forte ficaram definitivamente para trás — ao menos é o que se pode concluir dos fatos das últimas semanas. Do fim de dezembro do ano passado ao fechamento desta edição, no dia 5 de outubro, o real acumulava uma desvalorização de 47% em relação ao dólar. Vai parar por aí?
Não, segundo o argentino Joaquin Cottani, economista-chefe para a América Latina da agência de classificação de risco Standard & Poor’s. Ele trabalhou no Ministério das Finanças da Argentina e fez doutorado em economia na Universidade de Yale, dos Estados Unidos. Nos cálculos de Cottani, o dólar deverá chegar a 5 reais. “Essa é a taxa de câmbio mais adequada aos fundamentos da economia brasileira, marcada por inflação em alta e baixa produtividade”, diz ele em entrevista à revista EXAME.

Falta d’água pode contribuir para novos casos de chikungunya e zika vírus

doenteAs febres chikungunya e zika vírus trazem diversas preocupações para o País. Uma delas pode estar relacionada à crise no abastecimento de água em diversos estados brasileiros, que pode facilitar a proliferação do mosquito Aedes Aegpyti, transmissor das duas doenças, embora não haja ainda uma comprovação científica sobre isso, diz Rivaldo Venâncio da Cunha, professor da Fiocruz (Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul e pesquisador da fundação Oswaldo Cruz).
Ao participar do 32º Congresso Brasileiro de Reumatologia, Cunha disse que a proliferação do mosquito e o consequente aumento dos casos preocupam, em primeiro lugar, por que são doenças relativamente novas no País.

Católicos celebram Dia da Padroeira na Basílica em Aparecida

6
O Santuário Nacional de Aparecida, maior templo católico do país, espera 159 mil fiéis nesta segunda-feira (12) para a celebrar o Dia da Padroeira. O ponto central das homenagens será a missa solene às 9h. A programação conta ainda com missa das crianças, procissão e queima de fogos.
A programação do dia da Padroeira começou meia-noite, com uma vigília que se estende até 4h30. Depois, uma missa às 5h foi a primeira celebração do dia.