20 de outubro de 2015

Bancários rejeitam proposta da Fenaban e decidem manter greve

Os bancários rejeitaram hoje (20) a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de 7,5% de reajuste e retirada do abono, após reunião realizada para negociar o fim da greve, no Hotel Maksoud Plaza, capital paulista. De acordo com o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, o Comando Nacional dos Bancários quer discutir aumento real e orienta a categoria a manter a greve forte. A negociação continua amanhã (21), a partir das 11h.
Os bancários estão em greve há 15 dias. Ontem (19), segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (‎Contraf-CUT), 12.496 agências e 40 centros administrativos paralisaram suas atividades nos 26 estados e no Distrito Federal. Eles reivindicam reajuste salarial de 16%, incluindo reposição da inflação, mais 5,7% de aumento real, participação nos lucros e resultado (PLR), equivalente a três salários mínimos, mais R$ 7.246,82, melhores condições de trabalho e fim das demissões, entre outros.

Mesmo liberado, garoto de 13 anos escolhe' ficar em delegacia e demonstra frieza por morte de casal

Foto: Reprodução/Montagem
Mesmo liberado, garoto de 13 anos escolhe' ficar em delegacia e demonstra frieza por morte de casal
O adolescente W.A.S., 13 anos, que confessou ter participado da morte do casal Claudemilson Ferreira, de 41 anos e Alessandra Sheffer, 23 anos, em Juara (664 km de Cuiabá) foi liberado para ir para casa por conta de falta de vagas em uma instituição apropriada, mas com medo de morrer, preferiu ficar ‘hospedado’ no alojamento da polícia até que fosse conseguida uma vaga no Centro Sócio Educativo Pomeri. Ao delegado, ele demonstrou frieza quando contou os detalhes do latrocínio.

Fazenda do tráfico é leiloada por R$ 6,7 milhões em MT

O Governo do Estado de Mato Grosso realizou, nesta terça-feira (20), o leilão da Fazenda Asa Branca, que foi apreendida em poder de uma quadrilha de tráfico de drogas.
 
A propriedade foi arrematada por R$ 6,7 milhões. Todo o recurso adquirido será revertido para ações de segurança pública do Estado. O leilão aconteceu na sede da Secretaria de Segurança Pública, em Cuiabá. 
 
A propriedade de 1.093 hectares foi adquirida com dinheiro oriundo de organização criminosa que agia no tráfico internacional de droga na região Oeste de Mato Grosso, e foi dado perdimento pela 3ª Vara Criminal de Cáceres em favor da Segurança Pública. 
 
O secretário de segurança Pública, Mauro Zaque, destacou a importância de ações como esta para melhoria da atuação das forças policiais, e em benefício da população. 

MT extrapolou em R$ 3,3 bi a concessão de incentivos, diz CPI

Ex-governador Silval Barbosa que está preso no Carumbé
Entre os anos de 2010 e 2014, o Governo do Estado extrapolou em R$ 3,3 bilhões o limite previsto para a concessão de incentivos fiscais em Mato Grosso, conforme previsto na Lei de Diretrizes Orçamentárias dos respectivos anos.

A informação consta em relatórios de auditorias realizados pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Renúncia e Sonegação Fiscal, na Assembleia Legislativa.

As auditorias constataram que, de 2010 a 2014, as LDOs dos referidos períodos estimavam valor aproximado de R$ 1,8 bilhão em incentivos pelo Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic).

No entanto, o Governo concedeu R$ 5,1 bilhões em incentivos, ao longo desse período.

Salário mínimo digno para o trabalhador deveria ser de R$ 3.240,27, diz Dieese

dinheiro no bolsoO salário mínimo no Brasil deveria ser de R$ 3.240,16, de acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).
Segundo a instituição, é este o valor suficiente “para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência”.

RIVA MUDOU. AGORA, SEM FALAR

Nas vezes em que esteve frente a juízes e promotores, o ex-deputado José Riva, foi sempre falante e questionador, mas nesta segunda-feira, em depoimento ao Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco),  o ex-deputado preso desde o dia 14 de outubro, data em que foi deflagrada a Operação Célula-, ficou calado, em total  silêncio, durante depoimento que deveria ser prestado aos promotores. Segue o conselho dos advogados, que vêm colocando em xeque a respeitada juíza Selma Arruda e usando como estratégia desqualificar a justiça (seus membros) pela prisão do seu cliente. Riva, do ano passado para cá, tem sido alvo de, nada menos, que sete operações do Gaeco e Polícia Federal.

Na mira da PF: Prefeito: "caixa 2" e calote em factoring

Circula nos bastidores comentários de que um prefeito mato-grossense, da região Norte, poderá ser envolvido, em breve, na acusação de um esquema de "caixa 2" durante sua campanha eleitoral, em 2012. Isso porque ele teria feito empréstimo milionário em uma factoring citada na Operação Ararath, da Polícia Federal. Os registros da movimentação do político teriam sido obtidas durante buscas e apreensões.

Detalhe: além da ilegalidade do suposto "caixa 2", o agora prefeito não teria pago o empréstimo.

Chegou ao mercado o remédio definitivo contra a corrupção…

cunhaflam

Cadeia: José Dirceu vai pro regime fechado

jose_dirceuO procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a regressão do regime de prisão fixado para o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu pela condenação no mensalão, por conta dos crimes aos quais ele responde na Lava-Jato. Dirceu cumpria pena em regime domiciliar pelos fatos do mensalão quando foi preso preventivamente na Lava-Jato. Segundo as investigações, os novos crimes ocorreram quando Dirceu já estava preso pelo mensalão. Por isso, Janot quer que o petista seja transferido para o regime fechado.
De acordo com O Globo, caberá ao ministro Luís Roberto Barroso, relator do mensalão no STF, conceder ou não o pedido de Janot. Antes disso, Dirceu será ouvido. Se Barroso concordar com o procurador-geral, assim que terminar a prisão preventiva da Lava-Jato, Dirceu deverá ser transferido para a Penitenciária da Papuda, em Brasília. A preventiva foi determinada pelo juiz federal Sérgio Moro, de Curitiba, e não tem data certa para terminar. O réu pode ser beneficiado com um habeas corpus a qualquer momento.

Relatório da CPI da Petrobras isenta Lula, Dilma, Graça e Gabrielli

O relatório final da CPI da Petrobras afirma que a estatal foi vítima de um cartel de empreiteiras, “com a cumplicidade de alguns maus funcionários”, e que houve “motivações de natureza pessoal” nos crimes cometidos. O texto do deputado Luiz Sérgio (PT-RJ) faz críticas à Operação Lava Jato, não cita pedidos de indiciamento e afirma que “não há menção sobre o envolvimento dos ex-presidentes da Petrobras José Sérgio Gabrielli e Graça Foster ou de ex-conselheiros da estatal, como a presidente Dilma Rousseff”, nem do ex-presidente Lula.
Luiz Sérgio questiona a afirmação de houve “corrupção institucionalizada” na Petrobras e o “excesso de delações premiadas” homologadas pela Justiça – em especial a delação premiada de um dos principais colaboradores da Operação Lava Jato, Alberto Youssef, que, segundo o relator, quebrou delação anterior ao descumprir o compromisso de abandonar o mercado de câmbio.
“Esse doleiro, velho conhecido da Justiça, havia sido flagrado anos atrás no caso Banestado, quando fez o seu primeiro acordo de delação premiada, homologado pelo próprio juiz Sérgio Moro. Nesse acordo, Youssef se comprometeu a deixar a vida criminosa, mas não fez isso”, argumentou Luiz Sérgio.

Sem apoio do governo federal, prefeitos temem virar “criminosos”

Em uma fala, ontem, no plenário da Câmara, num evento sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal, o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), fez longo e emocionado desabafo sobre a crise vivida no município e atacou o Governo Dilma, que tem cortado as verbas constitucionais via FPM. “Do jeito que o Governo está tratando os municípios nós, prefeitos, sem cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, vamos nos transformar em criminosos num futuro”, afirmou.