22 de novembro de 2015

Fazenda Tatiane é posta à venda em Juara; Alqueire por apenas R$ 5.600,00

DA REDAÇÃO

Localizada no município de Juara, à 55 km da cidade de Brasnorte, região noroeste de Mato Grosso, está posta à venda a Fazenda Tatiane, propriedade rural com tamanho de 2.685 alqueires.

A fazenda tem 414 alqueires abertos, boa parte com plantação de pastagens especiais para alimentação bovina. Suas áreas plainas são ideais também para plantação de todos os tipos de cultura da região.

Com duas belas sedes (residências confortáveis), grandes currais, corredores e estradas vicinais bem conservadas, a Tatiane tem também completo licenciamento ambiental.

Outro fator dos mais positivos da Fazenda é a abundância de água. A propriedade, numa extensão de 12 km é cortada pelo importante Rio dos Patos, além de todos seus afluentes.

A magnífica Fazenda conta ainda com excelente acesso, via estrada vicinal. E verdadeiramente, seu maior atrativo é o valor pela qual está sendo comercializada. Numa região onde culturas como a soja e a pecuária se expandem dia após dia, elevando com isso a valorização da terra, a Fazenda Tatiane oferece cada alqueire (24.200 metros quadrados) ao preço de apenas R$ 5.600,00.

Com documentação (escrituração) completa, essa importante propriedade rural na região noroeste mato-grossense está sob a responsabilidade de venda do corretor de imóveis Dorjival Silva (Creci/MT 7730) que atende pelos fones 65 99628-5314/ 66 3592-1634 e email dorjival@gmail.com. Outros imóveis desse corretor podem ser vistos no site www.dorjivalsilvaimoveis.com.br   

VEJA OUTRAS IMAGENS DA FAZENDA TATIANE















Veja também o vídeo proibido no Brasil desde 1950, você vai se assustar

Narrativa de quem sobreviveu ao inferno comunista dos irmãos Castro em Cuba detalha o "modos operandis" da implantação do sistema comunista em Cuba e como ele pretende se espalhar por toda América do Sul.

Juíza diz que quem faz as leis é quem mais as tentam burlar

A juíza Célia Regina Vidotti da Vara Especializada de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá, diz neste domingo 22, em entrevista ao Site Mídia News que “Quem faz a lei é justamente quem mais burla a lei”.


“A frustração, aí, já não é da juíza Célia, que fez o seu trabalho, mas da cidadã Célia, como qualquer outro cidadão. Mas não fui eu quem fez a lei. As leis são feitas pelo Poder Legislativo. E eu sempre digo, por mais que as pessoas não gostem de ouvir: quem faz a lei é exatamente quem mais burla a lei. Quem gosta de burlar a lei, nesse sentido de improbidade, é quem está lá, fazendo a lei”, desabafou.  LEIA ENTREVISTA AQUI

Mar de Linhares (ES) começa a ganhar cor de lama

A lama mudou a cor da água do Rio Doce na praia de Regência, onde o rio deságua no mar, em Linhares, Norte do Espírito Santo, na tarde deste sábado (21). Por volta das 16h, a água começou a ficar na tonalidade marrom. Uma barreira de 9 km foi montada pra tentar conter os rejeitos de minério.
O Serviço Geológico do Brasil informou que não tem previsão para que a parte mais densa dos rejeitos de mineração da barragem da Samarco, cujos donos são a Vale e a anglo-australiana BHP Billiton, chegue à foz.
A lama está em três municípios do estado: Linhares, que não usa as águas do Rio Doce para abastecimento da cidade. Baixo Guandu, que passou a usar as águas do Rio Guandu. E Colatina, que há quatro dias parou de usar a água do rio.
O rompimento de uma barragem de rejeitos de minério aconteceu no dia 5 de novembro e causou uma enxurrada de lama no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, na região Central de Minas Gerais.
frl_3444

'Militontos' do EI ameaçam novos ataques contra a França

islamico
Em um vídeo divulgado na internet, o grupo extremista Estado Islâmico voltou hoje (21) a ameaçar a Europa, especialmente a França, com a realização de novos atentados, como os que ocorreram em 13 de novembro, em Paris, e custaram a morte de 130 pessoas, além de mais de 350 feridos.
O vídeo mostra uma cena em que a Torre Eiffel, um dos maiores símbolos franceses, e principalmente da capital, Paris, aparece caída, segundo um grupo de monitoramento de ameaças terrorista intitulado Site.
Na gravação, aparecem ainda dois extremista do Estado Islâmico, aparentemente de origem francesa, na província síria de Alepo – um dos redutos do grupo – elogiando os ataques a Paris e incitando os muçulmanos da França e do mundo inteiro a praticar atos semelhantes.
Nos ataques de 13 de novembro, em pontos diferentes de Paris, os extremistas abriram com fuzis num restaurante onde centenas de pessoas estavam, detonaram três bombas perto do estádio onde a seleção francesa de futebol jogava com a Alemanha e fizeram reféns numa sala de concertos.

Teste de HIV com resultado em 30 minutos é autorizado pela Anvisa

testeHIVA ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou nesta sexta-feira (20) um resolução que autoriza a venda, em farmácias, de auto teste para detecção do vírus HIV. O modelo é similar aos testes vendidos nas farmácias para detectar a gravidez.
Em geral, esses testes de HIV fazem o diagnóstico por meio de fluidos da gengiva ou da mucosa da bochecha. Outros utilizam uma gota de sangue, com um pequeno furo na ponta do dedo. Os resultados saem em até 30 minutos.

Seis meses antes de aparecer em nódulo, câncer de mama pode ser detectado, diz pesquisadora

nodulo_mamaUma pesquisa inédita da Unicamp desenvolveu um equipamento que pode detectar a formação do câncer de mama seis meses antes de algum nódulo aparecer. O dispositivo, que tem o tamanho de uma moeda, possui 64 sensores. Segundo os pesquisadores, quando ele recebe sangue, transforma reação química em corrente elétrica e a partir de gráficos, ele mostra a concentração de uma proteína que se multiplica quando a doença aparece: a HER2.
“Meses antes de desenvolver o câncer de mama, essa proteína começa a ser liberada no sangue. Baseada nessa proposta, a gente tentou criar um dispositivo que fosse capaz de detectar essa proteína em concentrações bem baixas”, afirma a pesquisadora Cecília de Carvalho e Silva.

Mega-Sena acumula e sorteia R$ 200 milhões na quarta-feira

Ninguém ganhou o prêmio de R$ 162 milhões da Mega-Sena sorteado neste sábado (21) em Santo Anastásio, interior de São Paulo. Com isso, sobe para R$ 200 milhões o valor a ser pago no próximo sorteio, quarta-feira (25). O prêmio acumulado é o maior da história na modalidade, excluídos os da Mega da Virada.
O valor sorteado hoje não alcançou os R$ 170 milhões previstos inicialmente pela Caixa Econômica Federal. Os números sorteados foram 09 – 12 – 15 – 21 – 31 – 36. Segundo a Caixa Econômica Federal, a arrecadação com as apostas ficou em R$ 297,38 milhões. Antes dessa premiação, o maior valor registrado para sorteios regulares, de R$ 135 milhões, foi pago em novembro de 2014. A Mega-Sena está há dez edições sem um ganhador do prêmio principal.

Fica todo mundo falando mal do Eduardo Cunha, mas na verdade ele é digno de pena

cunha_josias
Fica todo mundo falando mal do Eduardo Cunha, mas na verdade ele é digno de pena. Não é fácil ser um vendedor de carne enlatada para a África. Está certo, dá dinheiro. Dá muito dinheiro. Dá dinheiro demais. E essa é uma das suas desgraças. Porque Eduardo Cunha, se não estiver ganhando dinheiro demais é um fracasso. Outros seres humanos gostariam de ter muito dinheiro. É normal. Mas Eduardo Cunha precisava de dinheiro em demasia. Era um prisioneiro da demasia, um dependente em demasia. E nem assim desperta qualquer simpatia da opinião pública. O mundo é insensível ao seu drama.
Eduardo Cunha deixou de ter direito a uma vida normal. É como aquelas pessoas que passam por tratamentos de desintoxicação. No seu caso, foi necessário distanciar-se do dinheiro. Encontrou Jesus, refugiou-se na política e mandou sua fortuna para a Suíça. Trancafiou-a num trust. Todo mundo tem conta bancária. Mas Eduardo Cunha não pode se dar ao luxo da normalidade. Em vez de correntista, ele é apenas “usufrutuário” da dinheirama que amealhou matando a fome dos africanos.
Na década iniciada em 1980, segundo seu próprio relato, Eduardo Cunha teve um suprimento regular e generoso do seu vício —a pecúnia demasiada. Agora, quando estava praticamente curado, servindo a Deus a ao país como deputado federal, vêm a Promotoria da Suíça, a Procuradoria da República brasileira e a Polícia Federal revolver o seu passado de Midas da carne enlatada. Ainda bem que há no mundo gente compreensiva e generosa.
Não é justo qualificar Dilma, Lula e o PT de tropa de elite de Eduardo Cunha. A criatura, o criador e o petismo estão apenas fazendo um trabalho humanitário. Socorrem alguém que, claramente, ainda não está preparado para lidar com a realidade.
Quem não é Eduardo Cunha não consegue entender o que é conviver com o lucro fabuloso e, depois de anos de demasia, mandar tudo para o inferno —ou para a Suíça, que pode dar no mesmo— e tocar a vida como deputado federal, membro da bancada evangélica. Merece comiseração, não condenação ou prisão.
Por Josias de Souza

Oposição pretende obstruir votações de todas as sessões presididas por Cunha

Agora declaradamente contrários ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB­), e protagonistas da rebelião contra o peemedebista na última quinta-feira, partidos de oposição pretendem articular na próxima semana a obstrução das votações em todas as sessões presididas pelo parlamentar. Assim como na última sessão, a manobra pode ganhar apoio de partidos da base aliada que, no entanto, analisam se a estratégia oposicionista não é também uma tentativa de impedir a votação de pautas do governo.
Segundo o Estadão, os líderes da oposição têm reunião marcada para esta terça-feira. A ideia é articular uma ação que reúna ao menos PSDB, DEM e PPS, que, juntos, têm 85 deputados. Partidos autodeclarados independentes, como Rede Sustentabilidade, PSOL e PSB – 43 deputados – foram os primeiros a defender a tese de não marcar presença em plenário. Os oposicionistas entendem que atitudes isoladas em plenário não surtirão efeito

Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, está nervoso, muito nervoso

bumlaiApesar da aparência serena, o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, está nervoso, muito nervoso. Sua pressão, normalmente de 11 por 7, atingiu picos de 18 por 14 na última semana, quando um dos delatores da Operação Lava Jato disse que perdoou um empréstimo de R$ 12 milhões que havia feito a ele em 2004 em troca de um contrato de R$ 1,6 bilhão com a Petrobras.
Bumlai teria intermediado o negócio. O valor não pago ao banco foi para o PT, na narrativa do delator. O empréstimo foi feito pelo Banco Schahin, mas não foi quitado. Para compensar a dívida, Bumlai teria ajudado o grupo a conseguir o contrato de um navio-sonda com a Petrobras, segundo relatos de executivos da empresa a Salim Schahin, um dos acionistas do grupo. Outros dois delatores da Lava Jato (Fernando Soares e Eduardo Musa) contaram versão similar.
“Isso é mentira e tenho como provar com documentos”, diz em entrevista àFolha o pecuarista de 71 anos que na próxima terça vai depor na CPI do BNDES para explicar por que o grupo de sua família não pagou dívidas de R$ 330 milhões -ele culpa a política de preços da gasolina e do etanol pelas agruras que seus negócios atravessam.

Lava Jato: empresas ainda pensam em escapar

homem-correndoAo comentar a operação ‘lava jato’, que apura desvios da Petrobras, o jornal O Estado de S. Paulo afirma, em editorial, que algumas empresas estão evitando fazer acordo de leniência. Elas teriam que admitir seus erros, parar de delinquir, restituir o que é devido, pagar compensações e multas e, cumpridas essas necessárias condições, voltar a operar, também com o poder público e as estatais.
“Parece que algumas empresas nutrem a expectativa de encontrar um atalho menos custoso, como se ainda pudessem operar impunemente à margem da lei. Ignoram a Lei Anticorrupção, que prevê a punição para pessoas jurídicas”.

Servidores preparam vingança contra veto de Dilma

dilmaVOs servidores do judiciário preparam a vingança sobre o veto ao reajuste no Congresso Nacional. Planejam divulgar outdoors, folders e anúncios em jornais com fotos dos parlamentares que mantiveram o veto da presidente Dilma ao aumento salarial de até 58%.
Os alvos são, em especial, os “traidores”: que votaram no projeto de reajuste na Câmara e Senado, e mantiveram o veto na sessão de quarta. A campanha do SindJus em Brasília e de sindicatos nos Estados pela aprovação ultrapassou R$ 18 milhões.

Governo banca diárias para chefão do MST

stedileO colunista Cláudio Humberto revelou que o governo federal repassou, sem qualquer processo licitatório, milhares de reais ao líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stédile. A grana tem sido depositada ao longo dos governos petistas, ao menos 24 vezes. A maioria dos pagamentos (18) foi justificada como “Diárias a colaboradores eventuais” para bancar viagens de Stédile para locais como Brasília, São Paulo e Florianópolis.
Em 2015, a Presidência pagou diária para Stédile comparecer a uma entrevista no programa “Espaço Público”, da EBC, a “TV do Lula”. Stédile não dispensa nem as merrecas saídas dos cofres públicos. Em 2004, embolsou R$ 120 para ir a evento de “qualificação social”.
O líder do MST abusou das “diárias”, com dinheiro público, em 2013, pagas pela Presidência da República, ora pelo Ministério da Educação. Em 2005, o Tribunal de Contas da União chegou a investigar a farra de Stédile. Teve trecho que recebeu e não viajou. Mas acabou em pizza.