5 de dezembro de 2015

Bolsa cai 2,2% um dia após pregão de euforia com impeachment

dolar nova
RIO – As ações do BTG Pactual voltaram a cair nesta sexta-feira, depois de o banco ter anunciado que assinou com o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) memorando de entendimentos que lhe dá acesso a R$ 6 bilhões em financiamentos. Hoje, seus papéis recuaram 3,86%, valendo R$ 19,42. Nos oito pregões desde a prisão do seu ex-diretor executivo e sócio majoritário, André Esteves, a instituição financeira registrou sete sessões de queda. A perda acumulada nesse período é de 37,13%, ou R$ 10,76 bilhões em valor de mercado. Já a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda de 2,23%, aos 45.360 pontos, devolvendo quase a totalidade dos ganhos registrados na véspera com a animação provocada pelo início do rito de impeachment.
Segundo analistas, dados positivos sobre o mercado de trabalho americano — o que indica maiores chances de aumento de juros nos EUA este mês — e a queda do preço do petróleo também reforçam a trajetória de queda da Bovespa.
— O mercado deixou claro ontem que quer o impeachment da presidente. Foi um dia de festa, digamos assim. Hoje, a queda mostrou apenas que o mercado voltou para a realidade, para as dificuldades que o impeachment traz para o curto prazo, em função de travar propostas no Congresso que são importantes para o horizonte — disse Raphael Figueredo, analista da Clear Corretora. — O mercado financeiro segue sendo pró-impeachment, ele apenas trouxe para o preço essa dificuldade.
O dólar comercial, que abriu em alta, acabou fechando em baixa de 0,29%, cotado a R$ 3,736 para compra e a R$ 3,738 para venda. Na quinta, reagindo à abertura do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff e ao cenário externo, a moeda americana havia recuado 2,24%, encerrando valendo R$ 3,749. O câmbio local foi na direção contrária à do mercado externo, onde o dólar sobe 0,32% contra uma cesta de dez moedas, com os investidores reagindo a dados sólidos do emprego nos EUA.
— Ontem, o mercado teve um pouco de euforia com a possibilidade de o impeachment representar resolução de uma incerteza. Isso ficou mais desenhada. Porém, aqueles investidores que querem mudança, ao analisar mais profundamente o equilíbrio de forças no Congresso, constataram que não vai ser fácil para a oposição sair vitoriosa. Tanto que o governo está empenhado em evitar o recesso de para confirmar a vitória o quanto antes — disse Paulo Gomes, economista-chefe da AZ Futurainvest.
O Globo

Deputado do PT é um ‘escroto’ e ‘demagogo’ em comparar Dilma com Getúlio

sibaO líder do PT na Câmara, o deputado Sibá Machado (AC), comparou o momento atual por que passa a presidente Dilma Rousseff às crises que levaram ao suicídio de Getúlio Vargas, em 1954, e ao golpe militar, dez anos depois.
“O que está sendo colocado é o pior da história política do Brasil. Aconteceu com Getúlio, com o João Goulart [em 1964, deposto pelos militares] e querem repetir com Dilma”, disse, ao comentar a saída do ministro Eliseu Padilha (Aviação Civil) do governo.
Do blogue: deixa de conversar asneira, papangú! O PT queria o impeachment de Itamar, FHC e Collor. Collor renunciou e não teve nada disso, seu demagogo! Bem que tem muita gente que poderia emprestar um revolver a Dilma.

Temer com a cabeça de Dilma na bandeja

temer bolo

Pena dura: Direção do PT afasta Delcídio por 60 dias… rsrsrs

Delcidio_do_AmaralO senador Delcídio Amaral (PT-MS), preso por decisão do Supremo Tribunal Federal por suspeita de tentar prejudicar o andamento da Operação Lava-Jato, foi suspenso do partido por 60 dias, segundo o presidente nacional da sigla, Rui Falcão.
Em entrevista nesta sexta-feira (4/12), o dirigente afirmou que as atitudes do parlamentar “são passíveis de expulsão”, mas que essa medida só pode ser tomada pelo diretório nacional do PT.

Cunha associa Dilma a ‘maior escândalo de corrupção do mundo’

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), rebateu na noite desta sexta-feira (4), por meio de nota, as críticas da presidente Dilma Rousseff e associou diretamente a ela o escândalo de corrupção naPetrobras.
Mais cedo, a petista havia participado de um evento em Brasília em que afirmou que o impeachment, autorizado por Cunha, é uma “tentativa de golpe”. Ela também repetiu o mesmo tom do seu pronunciamento logo após o anúncio da abertura do processo e, em um ataque indireto ao peemedebista, disse que não possui contas no exterior.
Cunha é alvo de investigação da Procuradoria Geral da República por suspeita de ter contas
bancárias secretas na Suíça.
“Não me sinto atingido pelas palavras da presidente e lamento que o maior escândalo de corrupção, de desvio de dinheiro público do mundo esteja na maior empresa do governo dela, dirigida por ela desde 2003, seja como ministra, seja como presidente do conselho [de administração], ou seja, como presidente da República”, disse Cunha por meio de nota divulgada à imprensa.
Em discurso no encerramento de uma conferência na área de saúde, Dilma disse que iria defender o seu mandato com “todos os instrumentos do Estado de Direito” porque, segundo ela, não fez nada que justificasse o seu afastamento. Na ocasião, ela reafirmou que as razões que embasam o pedido de impeachment são “inconsistentes” e repetiu: “Não tenho conta na Suíça”, em referência às contas de Cunha no exterior.

TSE abre prazo para coligação de Dilma e Temer apresentar defesa

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou hoje (4) a decisão do plenário, tomada em outubro, que reabriu ação de investigação eleitoral em que o PSDB pleiteia a cassação dos mandatos da presidenta Dilma Rousseff e do vice-presidente Michel Temer. Com a decisão, os advogados da coligação de Dilma e Temer terão sete dias para apresentar defesa no tribunal, após serem notificados. Os advogados também podem questionar novamente a reabertura da ação.
Com a reabertura do processo, a Justiça Eleitoral procederá à investigação das questões levantadas pelo partido e, após a análise das alegações da acusação e da defesa, o caso será julgado no mérito pelo plenário da corte. No processo, o PT sustenta que todas as doações que o partido recebeu foram feitas estritamente dentro dos parâmetros legais e posteriormente declaradas à Justiça Eleitoral. As contas eleitorais da presidenta foram aprovadas pelo plenário do TSE em dezembro do ano passado por unanimidade.

Carros e hospedagem de visita presidencial em Paris custaram R$ 35 mil por dia

Paris - França, 28/11/2015. Presidenta Dilma Rousseff recebe cumprimentos durante sua chegada à França. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Em meio à nova crise que se instalou no governo com o corte de despesas, a presidente Dilma Rousseff desembarcou em Paris no último sábado (28) para Conferência da ONU sobre a Mudança do Clima (COP-21). Conforme duas notas de empenho encontradas pelo Contas Abertas, só o aluguel de carros e a hospedagem de Dilma e sua comitiva custaram R$ 35 mil por dia aos cofres públicos.
Em uma das notas de empenho, a descrição mostra que foram reservados R$ 222,8 mil para a hospedagem da delegação oficial e técnica, “no contexto da visita presidencial, no âmbito da COP-21 para o período de 23 de novembro a 1° de dezembro de 2015”. Outros R$ 91,5 mil foram empenhados para o aluguel de veículos para uso da delegação oficial e técnica durante visita presidencial no âmbito da COP 21 no período de 23 de novembro a 1° de dezembro de 2015.
Além da hospedagem e do aluguem de veículos, também foram reservados R$ 8,9 mil para aluguel de sala para montagem de escritório de apoio ao escalão avançado. O valor também se refere à visita presidencia da COP 21 no período de 23 de novembro a 1° de dezembro de 2015

Câmara pode votar MP que aumenta tributo sobre bebidas

BebidaO Plenário da Câmara dos Deputados pode votar, a partir de terça-feira (8), a medida provisória que aumenta o tributo sobre bebidas (MP 690/15). A matéria tranca a pauta de votações junto com a MP da reforma administrativa (696/15) e dois projetos de lei com urgência constitucional (regulamentação do teto no serviço público e projeto de combate ao terrorismo).
Na segunda-feira (7), os deputados realizam sessão extraordinária específica para eleger os integrantes indicados pelos partidos para compor a comissão especial que dará parecer sobre o pedido de impeachment da presidente Dilma Rous

Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 110 milhões hoje

Acumulada há dois sorteios, a Mega-Sena pode pagar um prêmio estimado em R$ 110 milhões a quem acertar os seis números no concurso 1.767, cujo sorteio acontece neste sábado (5) em Ji-Paraná (RO) por volta das 20h (horário de Brasília). No último sorteio, na quarta (2), ninguém acertou as dezenas premiadas, que foram: 22 – 23 – 41 – 46 – 53 – 60.
No dia 25, a Mega-Sena pagou o maior prêmio da história dos concursos regulares — R$ 205 milhões — para um acertador de Brasília. A Mega da Virada deste ano, que já está com as apostas abertas, está estimada em R$ 280 milhões.

Morre aos 72 anos a atriz Marília Pêra

marilia_pera
A atriz Marília Pêra morreu na manhã deste sábado, em sua casa, no Bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro, aos 72 anos. Ela passava por um tratamento para um desgaste ósseo na região lombar, que a fez se afastar do trabalho por um ano e interromper sua participação nas gravações na série “Pé na Cova”, da TV Globo, um dos seus últimos trabalhos.
A estreia foi aos 4 anos. E num clássico: a pequena Marília fazia o papel da filha de Medeia na tragédia grega em que trabalhavam seus pais, Manoel Pêra e Dinorah Marzullo, nomes emblemáticos das artes cênicas brasileiras.

Datafolha mostra Joaquim Barbosa como o mais confiável

barbosa transparenciaPesquisa Datafolha, divulgada nesta sexta-feira (4), pelo jornal Folha de S. Paulo, indica que o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) é considerado a personalidade mais confiável do país. Na pesquisa, os entrevistados deram nota de 0 a 10 a 12 nomes indicados pelo Instituto. A nota de Barbosa ficou em 5,9. Ele é seguido pela ex-senadora Marina Silva, com 5,3 e pelo senador Aécio Neves, com 5,0.
Aparecem em seguida: Fernando Henrique Cardoso com 4,80; Lula, com 4,7; Sérgio Moro, 4,7; José Serra e Geraldo Alckmin tem a mesma pontuação.
Quanto aos menos confiáveis aparecem Michel Temer com 3,2; Dilma Rousseff, com 2,90; Renan Calheiros, com 2,7 e na última colocação, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, com 2,30. O levantamento foi feito nos dias 25 e 26 de novembro com 3.451 pessoas em 185 cidades.
Na pesquisa anterior, feita em 2009, o presidente Lula tinha uma média de 7,9. Dilma tinha 5,4, Aécio 5,5, José Serra 6,2. FHC permaneceu com os mesmos 4,8. Já Marina Silva oscilou de 5,2, para 5,3.

Planalto oferece ministério à ala “fiel” do PMDB

1145O Planalto deflagrou nesta sexta-feira (4) uma articulação emergencial para evitar que a saída de Eliseu Padilha da pasta da Aviação Civil se transforme numa debandada dos ministros do PMDB. Ofereceu a vaga de Padilha, um ministro da cota do vice-presidente Michel Temer, à ala governista do PMDB da Câmara, representada pelo líder Leonardo Picciani (RJ).
Fez-se, de resto, a pedido de Dilma, uma rodada de consultas para verificar se algum outro ministro peemedebista cogita seguir os passos de Padilha. Havia especial preocupação com dois: Henrique Alves (Turismo) e Celso Pansera (Ciência e Tecnologia). O primeiro, a exemplo de Padilha, é amigo de Temer. O outro é visto como aliado do presidente da Câmara. Na CPI da Petrobras, já encerrada, Pansera foi chamado pelo doleiro preso Alberto Youssef de “pau mandado do Eduardo Cunha.”

MEC vai lançar Sisu para preencher 150 mil vagas remanescentes

O Ministério da Educação (MEC) vai lançar um Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para preencher 150 mil vagas remanescentes – 100 mil delas só em universidades federais. A decisão se deu após análise do Censo da Educação Superior 2014, divulgado nesta sexta-feira (4) apontar um número expressivo de vagas ociosas.
No dia 17, o MEC vai se reunir com a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) para definir os critérios da seleção. Além da nota no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), deve ser levado em conta ao desempenho acadêmico do candidato e avaliação do curso no qual ele está matriculado – para os casos de alunos que queiram migrar da rede privada para a pública, por exemplo. A região original do candidato também poderá ser um critério de admissão. Por fim, se ainda sobrar lugar, a ideia é abrir o sistema a pessoas já graduadas, que estejam buscando um segundo diploma.

Dilma Rousseff pensou em deixar o PT

dilmaVNas últimas semanas, a presidente Dilma Rousseff cogitou seriamente deixar o PT. O assunto foi discutido com os ministros Jaques Wagner e Ricardo Berzoini. Dilma acredita que as falcatruas em que o partido está metido na Lava Jato a deixam ainda mais vulnerável. Após a autorização para o processo de impeachment na quarta-feira, o assunto voltou para a gaveta. Mas não foi esquecido.
Época

A incoerência de um partido ‘bandido’ chamado PT

pt
O assunto em moda, o impeachment de Dilma, ganha as redes sociais e as praças de todo o país, na discussão sobre como pensará o Congresso Nacional na hora de decidir o futuro da nação. Nesse período, o que se ver, são defesas e críticas ao modelo de governar da presidente e também, muitas incoerências políticas. Essa por exemplo: No governo FHC ficou famosa essa foto em que os partidos ditos de oposição e aí, se sobre sai o PT, que defendia com unhas e dentes o impeachment do mandatário de então.Na época, não existia uma argumentação forte para destronar FHC, mas o PT queria por que queria tira-lo do poder. Hoje, quando se fala no impeachment de Dilma, o o PT diz que é golpe… golpe?
Veja a famosa foto: Lá estavam Lula, Dirceu, Arraes e até o Temer…

O novo sucesso na carceragem da Polícia Federal…

PFX

Polícia de Aripuanã prende empresária suspeita de receptação de veículo

 

Na tarde desta quinta-feira (03) na cidade de Aripuanã que fica distante da capital do estado de Mato Grosso, Cuiabá cerca de 980 km, a Polícia Militar foi acionada para confecção de um boletim de ocorrência onde o comunicante alegava ter adquirido um veículo com procedência de roubo.

Vanderlei da Silva Carvalho alegou ter comprado um veículo Hyundai Sonata GLS com placas OAT-1708 de Varzea Grande do senhor Marcelo de Souza Delfino Coelho Vulgo (Teté).

A guarnição Policial se deslocou até a empresa do mesmo, na tentativa de localizar Marcelo (Teté) para prestar esclarecimentos. Ao chegar no local foi avistado o veículo, e ao realizar checagem do mesmo no sistema CIOSP foi constatado que o número do chassi do veículo era diferente do número do chassi apresentado no documento.

Verificado a numeração, foi constatado que o veículo tratava-se de produto de roubo na cidade de Alta Floresta e sua verdadeira placa era OAR-2925.

A Senhora Sandra Dalpiaz que é esposa de Marcelo (Teté) estava no local e se apresentou como sendo proprietária do veículo e que seu marido estava viajando para a capital Cuiabá.

Sandra foi encaminhada para a delegacia de Polícia Civil do município onde foi arbitrada fiança, que foi paga e Sandra foi Liberada.

Outros registros de ocorrências foram feitos onde Marcelo (Teté) é mencionado como vendedor dos veículos. Todos produtos de roubo como um veículo Chevrolet/S10 LTZ FD2 - 2015/2015 de cor branca com placas PQL-2580 de Goiania-GO.