24 de janeiro de 2016

A teoria da “bosta seca” ameaça a Lava Jato

bostaO jornalista Jânio de Freitas revelou que o maior inimigo da Operação Lava Jato está em Curitiba. É a teoria da “bosta seca”, enunciada em maio por um procurador. Nela, não se deve mexer em incongruências existentes nos processos contra os larápios. Assim, se um depoimento de Alberto Youssef foi desmentido por Paulo Roberto Costa, seria melhor deixar a bosta em paz.
Janio mostrou coisa pior. Em julho, Paulo Roberto Costa disse o seguinte à Polícia Federal, tratando da figura de Marcelo Odebrecht: “Eu conheço ele, mas nunca tratei de nenhum assunto desses com ele, nem põe o nome dele aí porque ele não, ele não participava disso”.
A partir dessas palavras os procuradores escreveram o seguinte:  “Paulo Roberto Costa, quando de seu depoimento […] consignou que, a despeito de não ter tratado diretamente o pagamento de vantagens indevidas com Marcelo Odebrecht…”
Puseram o nome de Odebrecht. Seus advogados apontaram o absurdo e requereram ao juiz Sergio Moro a volta do processo à instrução processual. Moro deu uma resposta estarrecedora: “O processo é uma marcha para a frente. Não se retornam às fases já superadas”. Achou que o pedido era “meramente protelatório”, pois as provas pretendidas eram “desnecessárias e irrelevantes”.
O pedido era de fato protelatório, mas Moro pode tentar saber o que houve. Como bosta seca é seca bosta, vamos em frente. Até o dia em que os tribunais de Brasília forem colocados diante dos montinhos de cocô escondidos nos processos.

Presidente de Assembleia de SP e cúmplices roubavam merenda

merenda escolarDirigentes de uma cooperativa de Bebedouro (SP) apontaram o presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez, dois deputados federais, um estadual e um alto assessor da Casa Civil do governo Geraldo Alckmin (PSDB) como beneficiários de um esquema de pagamento de propina em contratos superfaturados de merenda escolar.
De acordo com interceptações telefônicas cujo teor foi confirmado pelos próprios investigados, o esquema era alimentado por um sobrepreço que variava entre 10% e 30% de cada contrato de fornecimento de merenda. Estão sob suspeita compras realizadas nos últimos cinco anos em pelo menos 22 municípios do interior de São Paulo.

Ibope revela tamanho da rejeição à CPMF

xo
São duas as principais pedras de toque de Dilma Rousseff para tentar fechar as contas e melhorar a economia no curto e no longo prazo — a volta da CPMF e a reforma da Previdência. Ambas sabidamente com alto grau de rejeição. O Ibope fez uma pesquisa nacional inédita entre os dias 16 e 20 de janeiro para saber o que o brasileiro acha do retorno da CPMF, extinta em 2007.
O resultado mostra que a impopular Dilma terá que gastar muita saliva para convencer a população da importância do tributo. Apenas 17% dos 2002 entrevistados se declararam favoráveis, enquanto 75% são contra (8% dos ouvidos não responderam).

Por Lauro Jardim

Das dez maiores obras do primeiro PAC, apenas duas foram concluídas

lula_angolaPara tentar estimular a economia, em meio a uma profunda recessão, o governo prepara uma série de medidas para destravar investimentos, um plano tratado internamente como uma espécie de “novo PAC”. Mas obras anunciadas ainda no primeiro PAC, em 2007, e que já deveriam ter sido entregues há anos, continuam inacabadas.
Levantamento feito pelo Estadão mostra que, das 10 maiores obras anunciadas pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva no lançamento do Programa de Aceleração de Crescimento, há nove anos, apenas duas, na área de petróleo, foram totalmente concluídas. Outras três usinas de energia e uma refinaria até entraram em operação, mas de forma parcial – ainda estão em obras. A maior obra anunciada em 2007, a refinaria Premium 1, no Maranhão, com projeção de investimentos de R$ 41 bilhões, foi simplesmente abandonada, com prejuízo de R$ 2,1 bilhões para a Petrobras.

Lula já é tratado como suspeito em 4 processos COMENTE

lula depoe
Josias de Souza destaca que Lula finge não notar, mas sua propalada honestidade já se encontra sob questionamento em pelo menos quatro inquéritos. Num deles, o promotor Cássio Conserino, de São Paulo, avisou que formalizará uma denúncia contra o ex-presidente e sua mulher, Marisa Letícia. Vai enquadrá-los no crime de lavagem de dinheiro. Acusa-os de ocultar a posse de um apartamento triplex no Guarujá. O imóvel foi reformado pela OAS, uma das empreiteiras enroladas na Lava Jato. “Lula e dona Marisa serão denunciados”, disse o promotor à revista Veja. “Brevemente, eles serão chamados a depor.”
É como se Lula, trancado em sua autoestima, enxergasse a conjuntura a partir de lentes cor de rosa. O problema é que, afora o processo sobre o apartamento de cobertura no Guarujá, há pelo menos outros três que conspiram contra a ilusão de ótica do cacique petista. Num desses processos, a Polícia Federal apura a suspeita de envolvimento de Lula no loteamento político que deixou a Petrobras vulnerável à pilhagem. Noutro, a PF investiga se Lula está envolvido no caso de venda de medidas provisórias durante sua gestão. Num terceiro, a Procuradoria esquadrinha denúncia de tráfico de influência de Lula em favor de empreiteiras brasileiras que atuam no exterior.

Bullying de Dilma faz antigo assessor cair fora

Deu no Cláudio Humberto:
claudio humberto novo
O Planalto prepara a saída de Anderson Dorneles, assessor pessoal da presidente Dilma. Sua noiva, Larissa, seria o pivô do desembarque. Ela não gosta do tratamento de Dilma a Anderson, sempre aos berros. Acha que ele, dedicado assessor há anos, não merece lidar com o jeito búlgaro de ser da presidente. No Palácio há alívio. Dorneles provoca ciúmes por sua proximidade com Dilma. Ninguém é mais íntimo dela.

Procuradores da Lava-Jato são contra a liberação da jogatina no país

roleta_cassinoProcuradores da Operação Lava-Jato acompanham os movimentos do Congresso pela retomada da legalização dos bingos, considerados por eles um mecanismo perigoso para lavagem de dinheiro. Entre os parlamentares investigados pela força-tarefa, pelo menos quatro apoiam a volta do jogo regularizado no país. Um quinto congressista é filho de um dos suspeitos de atuar no megaesquema de corrupção e desvio de recursos da Petrobras e outras estatais de energia por meio de um cartel de empreiteiras.
Semanas antes de o Senado aprovar o jogo em uma comissão no fim do ano passado, o coordenador da força-tarefa da Lava-Jato no Ministério Público do Paraná, Deltan Dallagnol, revirou os arquivos atrás de um artigo acadêmico em que afirmava que a jogatina aumentava a lavagem de dinheiro no país. Ele justificou o motivo de, entre tantos afazeres na maior operação de combate à corrupção do país, resolver republicar um texto de 2010: “Em razão da retomada das discussões no Congresso sobre a legalização dos bingos no Brasil”.

Centralizar decisões pode ser arriscado na eleição desse ano

centralizador
Na corrida por votos que começa antes mesmo da campanha, ter o apoio de líderes partidários com influência estadual e até nacional pode ser um passo à frente na conquista de eleitores. São nomes já conhecidos, com carreira na política, que acabam atuando como cabo eleitoral do candidato da agremiação.
Em 2016, as articulações internas já apontam, novamente, para essa estratégia em grandes partidos. No entanto, dirigentes das siglas negam que a participação de lideranças no pleito municipal representa centralização de decisões.
Para muitos analistas políticos, tais composições partidárias também levam em consideração o fato de que o município é a base eleitoral dessas lideranças, mas defende que não haja personalismo nessas relações. A centralização de decisões, segundo os estudiosos do assunto, é um vício prejudicial para o sistema político brasileiro.

Número de linhas ativas cai e brasileiros deixam de usar telefone fixo

Mulher discando telefone fixoO número de linhas ativas de telefonia fixa caiu mais uma vez no Brasil em novembro do ano passado. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) registrou 43,83 milhões de linhas no penúltimo mês de 2015, o que representa uma queda de 2,6% em relação ao início do ano. Na comparação com outubro, a queda é de 0,48%.
Segundo a Anatel, em novembro a densidade do serviço estava em 21,38 linhas para cada grupo de 100 habitantes. Já a teledensidade da telefonia celular no Brasil é de 131,5 linhas móveis para cada grupo de 100 pessoas – ou seja mais de uma linha por habitante.
Assim como na telefonia celular, o Distrito Federal é a unidade da federação onde há mais linhas de telefones fixos ativas por habitante, com 33,79 linhas para cada 100 pessoas. O menor índice está no Maranhão, onde existem 5,1 linhas por 100 habitantes.

Tribunais Regionais do Trabalho promovem tesourada no Orçamento

TRT
Horário de funcionamento reduzido em até três horas, demissão de estagiários, redução nos gastos com planos de saúde e auxílio-creche, e economia até no uso do elevador e ar-condicionado. Em razão do corte no Orçamento de 2016 aprovado pelo Congresso, fóruns trabalhistas do país estão adotando medidas de contenção de gastos e de investimentos.
Pelo Orçamento 2016, a Justiça do Trabalho terá ao todo (gastos com pessoal, despesas e investimentos) R$ 17,1 bilhões, 8% a menos em relação a 2015, descontada a inflação do período. Mas o valor que havia sido pleiteado pelos Tribunais do Trabalho era maior: R$ 17,8 bilhões.
Segundo informação chegada à Folha, como a maior parte do Orçamento obrigatoriamente vai para a folha de pagamento, os 24 TRTs (Tribunais Regionais do Trabalho) dizem que a tesoura atingiu as áreas de custeio (29%, na média) e de investimentos (até 90%). São gastos com energia, transportes, vigilância e compra de equipamentos. A aquisição de computadores, por exemplo, foi suspensa na maioria dos TRTs.

República Dominicana confirma dez casos de vírus Zika

A República Dominicana informou que foram confirmados dez casos do vírus Zika, suspeito de causar graves deficiências congênitas em recém-nascidos. O ministro da Saúde da República Dominicana, Altagracia Guzman, disse que os testes de laboratório das amostras enviadas para os Estados Unidos confirmaram dez em 27 casos suspeitos.
“À luz desta descoberta é indispensável a adoção de medidas rigorosas em toda a nação para evitar e conter esta doença”, disse Guzman. O vírus Zika tem sido relacionado com casos de microcefalia e outras alterações congênitas em recém-nascidos e com maior incidência de abortos em mulheres grávidas.