26 de janeiro de 2016

Em 2015, 44% das iniciativas federais ficaram sem verba

calculosLevantamento realizado pelo Contas Abertas mostra que, de um total de 2.229 ações que tiveram dotação inicial aprovada, 980 não tiveram nenhum desembolso referente ao orçamento de 2015 – ou seja, 44% dos programas não tiveram execução no ano passado. As informações foram divulgadas em conjunto com o jornal Estado de S. Paulo.
Em 2014, esse porcentual era de 36%. Os ministérios afirmam que alguns projetos não tiveram desembolso referente ao orçamento de 2015 porque ainda não foram licitados ou não tiveram as obras iniciadas. Os números demonstram a dificuldade do governo federal para equacionar o descompasso entre o aumento crescente de gastos obrigatórios e a queda na arrecadação de tributo, o que resultou em profundo corte de investimentos no ano passado.

Dívida pública federal chega a R$ 2,793 trilhões em 2015

meu-dinheiro1A dívida pública federal, que reúne tudo que o país deve em território nacional e no exterior, terminou o ano de 2015 no maior patamar desde o início da série histórica, em 2004: R$ 2,793 trilhões. O resultado é 21,7% superior ao registrado no fim de 2014, quando o estoque da dívida era de R$ 2,295 trilhões. O número está próximo do teto da banda permitida pelo Tesouro Nacional no Plano Anual de Financiamento (PAF), de R$ 2,8 bilhões. Em agosto de 2015, o órgão teve que revisitar os valores do PAF, que antes tinha como teto R$ 2,6 bilhões, para comportar o avanço da dívida pública federal.
A maior parte da dívida é composta de títulos prefixados, 39,4%. Apesar de seguirem sendo maioria, a quantidade de papéis prefixados ficou em patamar inferior ao esperado pelo Tesouro, de 40%, piso do previsto pelo PAF. Outros dois dos indicadores de composição da dívida também ficaram fora do intervalo esperado. Os títulos vinculados a índices de preços representaram 32,5% do total, abaixo do piso de 33% do PAF. Papéis vinculados à taxa flutuante respondem por 22,8% da composição da dívida pública, acima do teto previsto no plano anual de financiamento, de 22%. Os títulos vinculados ao câmbio ficaram dentro do intervalo, de 5,3%.

46% dos brasileiros não controlam seu orçamento, revela pesquisa

contas1Muitos consumidores brasileiros não controlam o quanto gastam, não sabem quanto pagam de juros, não se planejam para imprevistos, desconhecem o valor de seus rendimentos mensais e ainda assumem ser pessoas desorganizadas financeiramente. De acordo com uma pesquisa realizada em todas as capitais pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 45,8% dos entrevistados não realizam um controle sistemático do seu orçamento, sendo que 29,3% o fazem apenas ‘de cabeça’ – ou seja, recorrem a um método pouco confiável para organizar suas finanças.
Entre os entrevistados que utilizam algum método organizado para gerenciar seus recursos financeiros (53,9%), o mecanismo mais comum é o caderno de anotações, mencionado por 29,8% da amostra, seguido pela planilha (21,0%) e pelos aplicativos digitais (3,1%).
O levantamento mostra ainda que boa parte dos brasileiros reconhece a falta de organização para lidar com o próprio dinheiro. Menos da metade (48,1%) dos entrevistados ouvidos consideram-se pessoas organizadas financeiramente. Considerando uma escala de um a dez, a nota média que o brasileiro atribui para o seu próprio nível de educação financeira é de apenas 6,3.

PF já monta esquema para as eleições municipais

brasao policia federalA Polícia Federal já esquadrinha o esquema de segurança para as eleições desse ano. Até abril deve ser concluída a estratégia e atuação da corporação nos centros e rincões do País. Mas com o orçamento da corporação apertado e quadro defasado, muitos dos mais de 5 mil municípios vão ter que se virar sem o apoio da força federal.
Em tempo, em outra ponta, segue firme a ofensiva do Ministério da Justiça contra alas opositoras da Polícia Federal. Por ordem da pasta, especialistas do laboratório de DNA tidos como “independentes” são substituídos gradativamente por agentes alinhados à hierarquia

A melhor reforma é a troca de governo que perdeu a credibilidade

– Deu no Globo:
“A presidente não pode cair nessa conversa de pacote de Delfim Netto. Não se resolve isso com uma varinha mágica, tirando a solução de uma cartola. No caso da reforma da previdência, ela precisa construir consensos no foro apropriado, com as centrais sindicais. Qualquer passo em falso nessa área pode voltar como um bumerangue contra o povo e o governo”.
Cássio Cunha Lima, do PSDB, também discorda de Delfim Netto, mas por outro motivo:
“Já estamos no caos. Quem precisa de reforma é o governo como um todo que perdeu a credibilidade, não tem a confiança da sociedade. A primeira reforma é a troca do governo”.

Concurso do IBGE têm inscrição aberta nesta terça-feira; salários vão até R$ 7 mil

concurso-250x167O IBGE abre inscrições nesta terça-feira (26) oferecem 1.585 vagas e a chance de compor cadastro de reserva. Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade e os salários vão de R$ 1.071,97 a R$ 7.166. Em todos os casos, há cotas para pessoas portadoras de deficiência (5%) e pretos ou pardos (20%).
São 1.409 vagas para a realização do Censo Agropecuário 2016, distribuídas por três funções: 223 para analista censitário, que tem salário de R$ 7.166 e exige nível superior; 700 para agente censitário administrativo, de nível médio com vencimentos de R$ 1.560 ; e 486 para agente censitário regional, também de nível médio e salário de R$ 3 mil.
Os contratos são temporários e variam de até 16 meses para agente censitário regional a 31 meses para analista censitário. As oportunidades para analista censitário e agente censitário administrativo estão distribuídas pelas 26 capitais e o Distrito Federal. As de agente censitário regional, em 459 municípios de 24 Estados. A lista completa pode ser conferida no edial, disponível no site da Fundação Cesgranrio.
As inscrições custam R$ 35 para agente censitário administrativo, R$ 50 para agente censitário regional e R$ 120 para analista censitário. As candidaturas podem ser feitas desde esta terça-feira (26) até 22 de fevereiro às 23h59 (horário de Brasília) por meio do endereço http://www.cesgranrio.org.br/concursos/evento.aspx?id=ibge0116

Veja quando terminará o prazo para tirar ou regularizar título de eleitor

CZpdXcqWwAA8aC0O prazo para transferir o título de eleitor ou pedir a emissão do documento (no caso de jovens com mais de 16 anos) termina no dia 4 de maio neste ano. Isso porque a solicitação deve ser feita até 151 dias antes da votação, que acontece em outubro, como estabelece o calendário eleitoral.
Quem está com o título cancelado por ter deixado de votar no último pleito também tem até esta data para regularizar a situação. Neste ano, o primeiro turno das eleições municipais, que vão definir os novos prefeitos e vereadores, está marcado para o dia 2 de outubro. Nas cidades em que houver segundo turno, ele ocorrerá no dia 30.

Circulando no Facebook imagem de adolescente morta após ser seduzida via whatsapp

Não há comprovação se isso realmente aconteceu,nem o local e muito menos data. Mas, está circulando no Facebook essas fortes imagens de uma adolescente que teria sido seduzida por um estranho via whatsapp, e após o suposto encontro teria sido brutalmente assassinada.