7 de fevereiro de 2016

Morcego é preso sob acusação de assassinar pecuarista em Juara

Fonte: Aparício Cardozo
A Polícia Judiciária Civil de Juara prendeu na manhã desse sábado (06), em Tangará da Serra, Sidney da Silva, 29 anos, conhecido pela alcunha de Morcego,  acusado de matar com um tiro na nuca, o pecuarista Carlos Macedo, em 25 de setembro de 2015, em plena luz do dia, na Rua Sorocaba, Calçadão da Sorocaba, em Juara.

Sidney da Silva foi capturado pela equipe comandada pelo Dr. Carlos Henrique Engelmann, de Juara, na cidade de Tangará da Serra, já que a justiça havia decretado a prisão preventiva dele e de seu comparsa Carlos Alexander da Silva Bueno, 34 anos, que teria sido o homem que deu suporte para o assassino de Carlos Macedo, tendo se hospedado em outo hotel no mesmo dia do crime, ter passado no local do assassinato logo depois do acontecido e ter sido ele quem passou pelo hotel em um veículo gol, para pegar os pertencer do assassino.

Segundo o delegado Carlos Henrique, Sidney disse que teria cometido o crime por vingança, já que, em uma determinada oportunidade, teria sido agredido por Carlos Macedo em um rio, na presença de testemunhas, que não soube precisar as quais seriam.

Sidney teria tentado inocentar o comparsa Carlos Alexander (fpto ao lado), dizendo que ele não teria nenhum envolvimento no crime, porém, para o delegado, não fica a menor dúvida da sua participação no crime, por isso ele está com a prisão preventiva decretada e está sendo procurado pela polícia, já que é considerado foragido da justiça.


O delegado Carlos Henrique destacou para a imprensa, que foram usados todos os dispositivos possíveis, como câmeras de monitoramento da rua, depoimentos de envolvidos e em 05 de dezembro de 2015, foi decretada a prisão preventiva de Sidney da Silva e Carlos Alexander de Carvalho Bueno, culminando com a prisão de Sidney e fuga de Carlos Alexander, já que alguma comunicação entre ambos, fez com que ele foragisse da justiça.

Segundo o delegado, Sidney disse que quem o acompanhava era o Carlos Alexander e que teria usado uma pistola ponto 40 para autoria do crime. Ele apresentou outra história para a motivação do crime, porém, a polícia trabalha com a hipótese de homicídio de mando, pistolagem.

Carlos Henrique disse que ainda não pode divulgar todos os elementos que possui, mas já tem a certeza de que existem pessoas por trás desse crime, que tinham interesse na morte de Carlos Macedo.

Os motivos do crime ainda não podem ser divulgados pela polícia, mas o delegado garante que muito breve terá os nomes dos envolvidos e que deverão ter as prisões solicitadas pelo delegado.

Carlos Alexander está foragido, mas a polícia espera contar com a ajuda da população, ligando para o 197 de qualquer delegacia, denunciando o paradeiro do mesmo, para que possa ser preso e prestar contas para a sociedade, pelo crime cometido.


RELEMBRE O CASO

Juara: Pecuarista é assassinado com vários tiros


25/09/2015

Policiais civis e militares estão neste momento atrás de dois atiradores acusados de tirar a vida de Carlos Macedo, pecuarista na região. Os tiros foram efetuados por dois homens que estavam em uma moto Honda Bros, de cor preta. A vítima foi atingida enquanto andava no calçadão da Rua Sorocaba, no centro de Juara.
Carlos não resistiu e morreu antes de receber atendimento. Populares ouviram pelo menos quatro disparos que acertaram o pecuarista e depois viram os atiradores fugindo. Cápsulas de uma pistola .40, usada pelas forças armadas, foram encontradas no local. Os disparos acertaram a cabeça do pecuarista.
Diligências iniciaram para tentar identificar e deter o assassino. A Polícia Civil deve utilizar o sistema de vídeo monitoramento e as câmeras de segurança das empresas do calçadão da Rua Sorocaba.
A Politec está no local para colher as cápsulas encontradas no chão e realizar coletas de dados o que apontam como o pecuarista morreu. A Polícia Civil trabalha para identificar se o pecuarista teria recebido algum tipo de ameaça.
Fonte: Éder Seger

QUE HORAS TREINAR? Exercícios de manhã ou à noite? Confira as vantagens de cada horário

A atividade física melhora a memória, o humor, o sistema imunológico, aumenta a resistência e a disposição física e mental, tem efeito antienvelhecimento e contribui para a concentração. Ajuda também nos casos de depressão e ansiedade, reduzindo o estresse e a tensão corporal. Além disso, praticar exercícios físicos fortalece os músculos, regula o intestino, reduz o colesterol, ajuda a diminuir dores crônicas, auxilia na perda de peso e no controle da pressão sanguínea, melhora a autoestima, a flexibilidade, a elasticidade e a postura. Com tantos benefícios, existe horário correto para praticá-la?

Treinar pela manhã tem suas vantagens, pois desperta o corpo para o dia, deixando-o em estado de alerta nas horas seguintes. Além disso, auxilia na organização do sono, ou seja, possibilita que o sono venha mais cedo e que dure a noite inteira. No entanto, a principal vantagem de se exercitar pela manhã é a rotina, que fica mais sólida tendo a atividade física como primeiro compromisso do dia.

Alguns cuidados, porém, precisam ser tomados por quem optar pela academia neste período do dia. Treinar pela manhã requer bom aquecimento articular, uma vez que o corpo precisa despertar com cuidado. Para aqueles que têm dificuldade para acordar cedo, paciência é fundamental para despertar o corpo aos poucos.

Já quem opta por treinar à noite tem como vantagem o “preparo” do corpo, ou seja, a fase de despertá-lo já passou. O aquecimento muscular, porém, não deve ser reduzido. Outro ponto positivo é a oportunidade de usar a atividade física para dissipar o estresse diário. A desvantagem em deixar o treino para o fim do dia está justamente nas dificuldades da rotina, como reuniões que alteram o horário de saída do trabalho e confraternizações com amigos e colegas. Com isso, as chances de deixar a atividade física para outro dia aumentam.

Independentemente do horário, o mais importante é adaptar sua rotina para encaixar a atividade física e, assim, não deixar de cuidar da sua saúde.


Erika Fernandes é instrutora da Academia Bodytech

Cansado de não ser atendido por Deus, homem se vinga quebrando porta de Igreja Evangélica

faguinho
Um homem foi preso na madrugada deste sábado (6) na Avenida Desembargador Licurgo Nunes, em Marcelino Vieira (RN), após quebrar as portas de uma igreja evangélica no centro da cidade. A notícia é destaque no 190 RN. Ele foi preso mediante os fatos e em seguida levado para 8ª DRP de Alexandria onde ficou à disposição da Justiça.
Francisco Fagner Duarte de Sousa, vulgo “Faguinho”, disse aos policiais que atenderam a ocorrência que estava bebendo com amigos e logo depois da bebedeira foi pra casa onde discutiu com seu pai, e em seguida saiu para fazer algo que já vinha planejando a algum tempo, que era quebrar a porta de vidro da igreja assembleia de Deus, pois já tinha cansado de pedir as coisas a Deus e ele não lhe dava.

Confira as principais datas previstas no calendário eleitoral do pleito deste ano

urna-eletronicaO calendário das Eleições Municipais 2016, aprovado pelo Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em novembro do ano passado, incorpora as modificações introduzidas pela Lei 13.165, aprovada pelo Congresso Nacional em 29 de setembro de 2015. O calendário contém as datas do processo eleitoral a serem respeitadas por partidos políticos, candidatos, eleitores e pela própria Justiça Eleitoral.
Conforme o previsto na Constituição Federal, a eleição será no dia 2 de outubro, em primeiro turno, e no dia 30 de outubro, nos municípios onde houver segundo turno. Os eleitores vão eleger os prefeitos, vice-prefeitos e vereadores dos municípios brasileiros.
Filiação partidária
Quem quiser concorrer aos cargos eletivos deste ano deve se filiar a um partido político até o dia 2 de abril de 2016, ou seja, seis meses antes da data das eleições.
Convenções partidárias
As convenções para a escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações devem ocorrer de 20 de julho a 5 de agosto de 2016.
Registro de candidatos
Os pedidos de registro de candidatos devem ser apresentados pelos partidos políticos e coligações ao respectivo cartório eleitoral até às 19h do dia 15 de agosto de 2016.
Propaganda eleitoral
A campanha eleitoral foi reduzida de 90 para 45 dias, começando em 16 de agosto. O período de propaganda dos candidatos no rádio e na TV também foi diminuído de 45 para 35 dias, tendo início em 26 de agosto, em primeiro turno.
Teste público de segurança
O dia 31 de março é o prazo final para o TSE realizar o teste público de segurança do sistema eletrônico de votação, apuração, transmissão e recebimento de arquivos que serão utilizados nas eleições. As datas definidas para a realização do teste são os dias 8, 9 e 10 de março de 2016.
Campanhas institucionais
A partir do dia 1º de abril, o TSE deverá promover em até cinco minutos diários, contínuos ou não, requisitados às emissoras de rádio e televisão, propaganda institucional destinada a incentivar a participação feminina na política, além de esclarecer os cidadãos sobre as regras e o funcionamento do sistema eleitoral brasileiro.
Remuneração de servidores
A partir de 5 de abril, 180 dias antes das eleições, até a posse dos eleitos, é vedado aos agentes públicos fazer, na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição.
Retirada e transferência de título
O dia 4 de maio é a data limite para o eleitor requerer inscrição eleitoral ou transferência de domicílio. Também é o último dia para o eleitor que mudou de residência dentro do município pedir alteração no seu título eleitoral e para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar sua transferência para Seção Eleitoral Especial.
Programas de comunicação
A partir do dia 30 de junho fica vedado às emissoras de rádio e de televisão transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena, no caso de sua escolha na convenção partidária, de imposição de multa e de cancelamento do registro da candidatura.
Propaganda partidária
Já a partir do dia 1º de julho não será veiculada a propaganda partidária gratuita prevista na Lei dos Partidos Políticos (Lei 9.096/1995) nem será permitido nenhum tipo de propaganda política paga no rádio e na televisão.

TSE regulamenta as novas regras para as eleições municipais

 Lei n. 13.165/2015, conhecida como Reforma Eleitoral 2015, promoveu importantes alterações nas regras das eleições deste ano ao introduzir mudanças nas Leis n. 9.504/1997 (Lei das Eleições), n. 9.096/1995 (Lei dos Partidos Políticos) e n. 4.737/1965 (Código Eleitoral).
Algumas estão relacionadas ao financiamento, aos gastos e à prestação de contas das campanhas eleitorais, com destaque para as seguintes:
Contas bancárias                  
Permanece a obrigatoriedade de abertura de conta bancária. O prazo para os candidatos é de até 10 (dez) dias contados da concessão do número de inscrição no CNPJ pela Secretaria da Receita Federal.
Já os partidos que ainda não disponham da conta destinada exclusivamente para as “Doações de Campanha” têm até 15 de agosto para providenciá-la. Vale lembrar que os recursos do Fundo Partidário devem ser movimentados em outra conta, previamente aberta especificamente para esses valores. Essa regra vale para os partidos e também para os candidatos que tenham previsão de movimentar recursos dessa origem.
Financiamento de campanha
Dentre as mudanças, a de maior repercussão é a proibição do financiamento eleitoral por pessoas jurídicas. Na prática, isso significa que as campanhas eleitorais deste ano serão financiadas exclusivamente por doações de pessoas físicas e por recursos do Fundo Partidário. Antes da aprovação da reforma, o Supremo Tribunal Federal (STF) já havia decidido pela inconstitucionalidade das doações de empresas a partidos e candidatos.
A nova regra proíbe os partidos políticos de utilizar nas campanhas eleitorais, direta ou indiretamente, ou transferir para candidatos, recursos que tenham sido doados por pessoas jurídicas, ainda que em exercícios anteriores.
Divulgação durante a campanha
Os recursos em dinheiro recebidos para o financiamento das campanhas deverão ser divulgados pelos candidatos, partidos e coligações em até 72 horas do seu recebimento, em sítio criado pela Justiça Eleitoral na Internet para essa finalidade.
Além dessa exigência, deverá ser encaminhado à Justiça Eleitoral, por meio eletrônico, ainda durante o curso das campanhas (entre os dias 9 e 13 de setembro), um relatório parcial contendo informações das receitas financeiras e estimáveis em dinheiro, bem como dos gastos até então realizados, que serão publicados na página do TSE na Internet. A alteração legal suprimiu a parcial de agosto, que era prevista em eleições anteriores.
Sistema simplificado de prestação de contas
Outra inovação é a adoção pelo TSE de sistema simplificado de prestação de contas a ser utilizado por candidatos que realizarem movimentação financeira de até R$ 20.000,00 (vinte mil reais), bem como para candidaturas a prefeito e a vereador em municípios com menos de cinquenta mil eleitores.
Limite de gastos
O limite de gastos permitido por cargos e por municípios para as eleições deste ano foi  fixado pela Resolução TSE nº 23.459/2015, obedecendo aos critérios estabelecidos pela Lei nº 13.165/2015.
Outras regras
Outras regras versando sobre a matéria poderão ser consultadas no inteiro teor da Resolução TSE nº 23.463/2015, disponível no sítio de Internet do TSE.

Lula pode ser condenado até mesmo por crime ambiental

Lula-política
Segundo O Globo, o sítio será alvo de uma fiscalização do governo paulista por suspeita de irregularidades ambientais na reforma da propriedade, que começou no final de 2010. Imagens de satélite indicam que as obras de ampliação do imóvel chegaram ao lago do sítio, um dos locais preferidos do ex-presidente, que tem a pescaria como principal hobby. Pelas imagens é possível identificar que o reservatório foi esvaziado em junho de 2012 e, em dois meses, uma estrutura em uma das bordas do lago, que parece ser um píer, foi construída. Há suspeitas de que o lago tenha sido aumentado.
O Departamento de Águas e Energia Elétrica de São Paulo, após consulta de O Globo na sexta-feira, informou que, desde 2010, quando a propriedade foi comprada por dois sócios de um dos filhos de Lula, não recebeu nenhum pedido de autorização referente ao uso da água do lago para qualquer finalidade. Há rumores de que um tanque de peixes tenha sido construído no sítio. O órgão comunicou que fará uma fiscalização no local nos próximos dias. A reportagem apurou junto à Cetesb que, no mesmo período, não houve solicitação dos proprietários do sítio Santa Bárbara para modificações na estrutura do lago. Aqueles pedalinhos ainda vão causar muitos problemas a Lula.

‘Japonês da Federal’ é atração em Carnaval de São Paulo

japones
Na tarde deste sábado, quando o bloco Bastardo se preparava para iniciar seu cortejo na Rua João Moura, em Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, o locutor oficial repetia: “Apesar da crise, o Bastardo está na rua mais uma vez”. A julgar pelo discurso repetido por muitos dos foliões, este é mesmo o Carnaval da crise. “Sempre viajo no Carnaval. Esta é a primeira vez que fico em São Paulo e pretendo curtir blocos todos os dias”, disse o publicitário Gabriel Rezende, 30 anos, fantasiado de mulher. “Antes ia para o Rio, para São Luis do Paraitinga. Desta vez, por causa da crise financeira, achei melhor economizar e ficar por aqui mesmo. Mas estou gostando. Os blocos de São Paulo estão bons, não precisa mais viajar. E aqui, acabou o bloco é só ir para casa.”
Centro das atenções por estar fantasiado como sósia do agente da Polícia Federal Newton Ishii, o “japonês da federal”, famoso por fazer a escolta dos presos na Operação Lava Jato, o consultor de vendas Marco Tomio, de 54 anos, tinha razões, digamos, mais prosaicas para curtir o Carnaval de rua de São Paulo. “Antes eu não vinha porque era casado, né? A mulher não deixava”, comentou, rindo. Agora, promete que vai emendar um bloco no outro e só vai parar na quarta-feira de cinzas. No bloco Bastardo, ele foi muito assediado por pessoas que queriam tirar uma foto ao seu lado.

Lula se queixa de Dilma e do avanço das investigações da PF

Dilma-e-Lula-se-liga
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se queixou com amigos, nos últimos dias, da ausência de manifestação mais contundente da presidente Dilma Rousseff em sua defesa desde o recrudescimento do bombardeio contra ele. Na avaliação de Lula, o Ministério da Justiça deveria coibir “abusos” da Polícia Federal para devassar sua vida nas investigações.
Segundo O Estado de São Paulo, em reunião com dirigentes do PT, deputados e advogados, anteontem, Lula argumentou que, diante do desgaste sofrido, é preciso uma nova estratégia de comunicação. A ideia do PT para estancar a crise é montar uma rede de apoio ao ex-presidente, na linha “somos todos Lula” – incluindo políticos de outros partidos e representantes de movimentos sociais –, com ações de rua e de mídia.
Dilma confirmou presença na comemoração dos 36 anos do PT, marcada para os dias 26 e 27, no Rio, quando a cúpula do partido fará um desagravo a Lula. No ato, os petistas baterão na tecla de que há uma “caçada política” contra o ex-presidente para interditar o PT, inviabilizar o governo e derrotar a esquerda nas eleições de 2018. Lula sempre foi o “plano A” do PT para a sucessão de Dilma, mas agora tudo depende dos desdobramentos das investigações.

Máscaras de políticos ganham as ruas no carnaval

Depois de um ano repleto de episódios políticos marcantes, não falta inspiração para quem busca unir política e humor no carnaval deste ano. As máscaras são acessórios básicos que podem assumir um tom de crítica ou de sátira quando representam personalidades conhecidas do cenário político.
Em 2016, três personagens prometem ganhar as ruas: o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e o chefe do núcleo de Operações da Polícia Federal em Curitiba, Newton Ishii, popularmente conhecido como “japonês da federal”.