18 de fevereiro de 2016

Projeto de lei do Senado pretende aumentar a segurança de dados pessoais na internet

Cbf9c7bXIAARb_uProjeto de lei do Senado (PLS 181/2014) pretende aumentar a segurança de dados pessoais na internet. O objetivo é assegurar o uso racional e protegido das informações pessoais sem violação dos direitos e garantias fundamentais.
De acordo com pesquisa divulgada pela empresa de segurança americana Blue Coat, 10% dos arquivos armazenados na nuvem, em dispositivos como o Google Drive e o i-Cloud, contêm informações confidenciais.

Congresso promulga PEC que abre janela para troca-troca de partidos

Foi promulgada nesta quinta-feira (18), pelo vice-presidente do Congresso Nacional, Wladir Maranhão (PP-MA), a Emenda Constitucional 91/2016 que abre espaço para que os candidatos às eleições deste ano, que exercem mandatos de deputados ou vereadores, mudem de legenda.
A emenda abre a chamada janela partidária, um período de 30 dias após a promulgação da PEC para que os deputados federais mudem de partido sem que haja punição por parte da Justiça Eleitoral e “sem prejuízo do mandato, não sendo essa desfiliação considerada para fins de distribuição dos recursos do Fundo Partidário e de acesso gratuito ao tempo de rádio e televisão”.
A medida não afeta senadores, nem autoridades que ocupam cargo no Executivo, que já são livres para trocar de legenda sempre que desejarem. Na Câmara, envolvida com discussões sobre o ajuste fiscal e o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, a expectativa é que a janela resulte em mudança expressiva no quadro partidário do Congresso Nacional, empossado há pouco mais de um ano.
O Partido dos Trabalhadores (PT) perdeu dez deputados desde a posse. Vinte e um deputados se filiaram ao Partido da Mulher Brasileira (PMB), que obteve registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em setembro. A Rede Sustentabilidade, que conseguiu registro no mesmo mês, passou a ter bancada de cinco deputado. Com a perda de dez dos 69 deputados eleitos, o PT deixou de ser o partido com maior bancada na Câmara, que passou para o PMDB com 67 deputados.

MEIs representaram 76% das empresas abertas em 2015

empreendedor
O número de novas empresas no Brasil cresceu 5,3% em 2015, ao passar de 1.865.183 novos registros em 2014 para 1.963.952 no ano passado. Os dados são do Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas, apurado pela Serasa Experian.
Segundo os economistas da empresa, o resultado foi impulsionado pelo avanço de novos microempreendedores individuais (MEIs), que representaram 75,9% ou 1.491.485 do total das empresas criadas no País no ano passado.

Dilma diz ao TSE que não há indício ou prova de corrupção eleitoral em 2014

dilma_cargos
Os advogados da presidenta Dilma Rousseff devem protocolar hoje (18) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a defesa na ação de investigação em que o PSDB pleiteia a cassação do mandato da presidenta e do vice, Michel Temer. No documento, os advogados afirmam que todos os recursos utilizados na campanha de Dilma foram declarados e acusam o PSDB de usar a Justiça Eleitoral politicamente.
De acordo com a defesa da presidenta, o PSDB pretende obter no TSE “aqueles inúmeros votos que não conseguiu nas urnas”. A ação da legenda foi protocolada no ano passado na corte eleitoral. O partido alega que há irregularidades fiscais na campanha relacionadas a doações de empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato. Não há data para julgamento do processo.

Justiça Federal decide manter prisão preventiva ao amigão do Lula

bumlaiA segunda instância da Justiça Federal decidiu hoje (18) manter a prisão preventiva do pecuarista José Carlos Bumlai, denunciado em um dos processos da Operação Lava Jato. Bumlai foi preso em novembro do ano passado por determinação do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba. Ele está custodiado no Complexo Médico Penal (CMP), localizado em Pinhais (PR), região metropolitana de Curitiba.
O recurso foi julgado pela Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre. Os desembargadores decidiram manter a prisão, por entenderem que Bumlai ainda oferece riscos à investigação, apesar de ter confessado parte dos crimes. A defesa do empresário alegou que não há mais motivos para que ele continue preso, por ter confessado em depoimento à Polícia Federal que o empréstimo tinha por real destinatário o PT e que a quitação foi fraudulenta.

Projeto de Cláudia Leitte abortado

leite
De acordo com o Estadão, o projeto do livro sobre Claudia Leitte, que custaria 355 mil reais ao Estado brasileiro na forma de renúncia fiscal, via Lei Rouanet, já havia sido abortado bem antes da notícia divulgada ontem.

HOMICÍDIO: Atanazio Silvério dos Santos é preso por assassinato em Brasnorte

A Polícia Judiciária Civil de Tangará da Serra prendeu na manhã desta quarta-feira (17), Atanazio Silvério dos Santos, em cumprimento de mandado de prisão pelos crimes de tentativa de homicídio e homicídio consumado.

De acordo com o Investigador Lázaro Ribeiro, a tentativa de homicídio foi registrada na Vila Esmeralda no ano de 2006 e o homicídio consumado no ano de 2015 na cidade de Brasnorte.

Atanazio seria o principal suspeito desses crimes, teve o mandado de prisão expedido pela Justiça e cumprido ontem.

“Pelas investigações nós constatamos que havia um mandado de prisão, fomos a campo e conseguimos localizar ele. Tem uma tentativa de homicídio em 2006 e um homicídio em 2015 na cidade de Brasnorte. Agora ele será encaminhado ao CDP e vamos continuar as investigações para elucidar os crimes”, informou o investigador. Com informações da Pioneira

Novo bug pode afetar centenas de milhares de celulares e tablets ao redor do mundo

160217025800_mega_bug_640x360_thinkstock_nocredit
Um novo bug, descoberto recentemente por técnicos do Google, compromete a segurança de centenas de milhares de dispositivos ao redor do mundo. E especialistas ainda não sabem qual é seu potencial de causar dores de cabeça aos usuários de sistemas de código aberto, como o Linux.
Segundo um artigo postado no blog de segurança online mantido pela empresa de tecnologia, uma falha no código usado em uma série de programas de código aberto possibilita acesso remoto a uma série de dispositivos conectados à internet, de computadores a roteadores. E embora analistas de segurança não tenham conhecimento de algum ataque utilizando a “brecha”, eles consideram praticamente certo que hackers tentarão explorá-la.