29 de outubro de 2016

As contas secretas da Igreja Universal

universal logoDesde 1999, um inquérito na Procuradoria da República investigava as relações de líderes da Igreja Universal do Reino de Deus com duas empresas – a Cableinvest Limited e a Investholding Limited –, ambas com sede nas Ilhas Cayman, paraíso fiscal britânico localizado no Caribe. Seis anos depois, a quebra do sigilo fiscal da igreja é pedida ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo procurador-geral da República, Cláudio Fonteles. O objetivo é investigar a existência de um esquema nos moldes da lavanderia montada por PC Farias. Para a Procuradoria da República, há indícios de que o esquema foi utilizado para a compra da TV Record do Rio, em 1992, e de outras emissoras. As duas offshore (as subsidiárias criadas em paraísos fiscais para fugir da cobrança de impostos) enviaram dinheiro ao Brasil, por meio de operações irregulares, para a conta bancária de bispos da Universal e também de “laranjas”. Documentos da Receita Federal comprovam essas transações. As remessas e recebimentos totalizam US$ 18 milhões (R$ 44,6 milhões) e comprovariam a evasão de divisas.
ISTOÉ teve acesso a parte da documentação que deu início às investigações e levou o procurador Fonteles a pedir a quebra de sigilo. A revelação mais explosiva é a identidade de um dos donos das empresas Cableinvest e Investholding. Por trás da operação em Cayman estaria Marcelo Crivella, um economista carioca de 43 anos, filho de Matilde Bezerra, irmã de Edir Macedo, o principal líder da igreja. Crivella é bispo da igreja e foi eleito senador pelo PL do Rio, em 2002. Segundo o relatório da Procuradoria Geral da República de maio de 2003, ao encaminhar o caso para o STF, as investigações realizadas pela Interpol constataram que um dos acionistas da Cableinvest é Crivella. Agora, com a quebra de sigilo, os bancos podem liberar extratos que comprovarão quem é o dono das empresas. Nos papéis obtidos por ISTOÉ, aparecem a assinatura do senador, reconhecida por um cartório de São Paulo.
Esses documentos foram recolhidos por ex-dirigentes que tinham acesso à contabilidade da igreja, a contratos de compra e venda (de emissoras de rádio e tevê, imóveis e até de uma aeronave), além de declarações de Imposto de Renda de líderes da Universal. Crivella já depôs este ano na Polícia Federal do Rio e negou ser dono das empresas.

Conexão Uruguai complica o Lula

lula_casa
As investigações sobre o patrimônio oculto do ex-presidente Lula ultrapassaram as fronteiras do Brasil. Depois de identificarem ligações do ex-presidente com imóveis suspeitos em solo nacional, como o tríplex no Guarujá, o sítio em Atibaia e uma cobertura em São Bernardo do Campo, procuradores do Ministério Público Federal (MPF), integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato, apuram se uma mansão em Punta Del Este, no Uruguai, pertence a Lula. A investigação foi iniciada em agosto. O esquema seria semelhante ao adotado pelo petista para as outras propriedades utilizadas por ele no Brasil.
No modus operandi tradicional, os imóveis ficam registrados em nome de empresários amigos. Em troca de benesses e tráfico de influência no governo ou fora do País, Lula se transforma no dono real desses imóveis, com poder para deles usufruir quando bem entender, determinar quem entra e sai e até mesmo promover caríssimas reformas, mesmo que oficialmente as propriedades não figurem em seu nome.
ISTOÉ revelou é que essa prática se repetiria no Uruguai. Neste caso, a mansão – segundo colaboradores do Ministério Público Federal que estiveram em Punta Del Este – pertenceria a uma offshore ligada ao empresário Alexandre Grendene Bertelle, um dos donos da indústria de calçados Grendene e que, no Uruguai, é proprietário de um sem-número de casarões – entre os quais uma suntuosa casa na rua paralela à do imóvel suspeito de ter ligações com Lula – e sócio de empreendimentos bem-sucedidos como o Hotel e Cassino Conrad.

“Lula pode ir para a cadeia”, diz Washington Post

lulaWP
Em uma longa reportagem, o jornal americano The Washington Post busca explicar a trajetória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em matéria chamada: “ele foi o político mais popular da Terra. Agora Lula pode ir para a cadeia”.
O jornal ressalta que o petista é um gigante na política moderna latino-americana. “Em oito anos como presidente , ele presidiu em um período de crescimento econômico enquanto introduziu políticas de bem estar social que ajudaram a tirar 36 milhões de pessoas da pobreza. Em 2009, o presidente dos EUA, Barack Obama, chamou-o de o presidente mais popular da Terra”.
Falando em um recente comício, “Lula demonstrou seu carisma, além de arrancar risos e aplausos quando lembrou a plateia sobre seus sucessos”, diz o jornal. Porém, nos últimos dias, o ícone da esquerda perdeu muito de sua força política, aponta a publicação. O jornal ressalta que Lula foi acusado de corrupção e lavagem de dinheiro no esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato, que inclui também integrantes do seu partido, o PT.

O PSDB vai perder em Cuiabá neste domingo

 
Emanuel Pinheiro
O PSDB deverá perder a eleição em Cuiabá (MT) na eleição do 2º turno. Emanuel Pinheiro do PMDB está na frente. E deverá ser eleito com folga. É o retrato das pesquisas.

Dorjival Silva posa com jovens indígenas da comunidade Irantxe em Brasnorte




Esta semana vivi um momento bem gratificante ao me encontrar com várias jovens indígenas da Comunidade Itantxe, na Rádio Band FM de Brasnorte. Conhecido pela família indígena da região noroeste de Mato Grosso, fui convidado a posar com essa linda meninada, e aceitei. Essas imagens são postadas para que a família indígena saiba que tem minha admiração e respeito. 

Imagens do  whatsaap indígena

Trabalhar pra quê? Geração NEM-NEM (que nem trabalha nem estuda) cresce assustadoramente no Brasil

(Cristiane Azevedo para o Diário do Brasil)

Vamos protestar! Vamos tocar fogo nas ruas, vamos invadir as escolas, vamos pintar o cabelo de azul, vamos usar as redes sociais para inflamar os jovens […] afinal de contas somos parte da geração que não tem compromissos com nada.

A geração “nem-nem”, que nem estuda nem trabalha, está crescendo a taxas assustadoras.

No Brasil, mais de 25% dos jovens em idade ativa não estudam nem trabalham.

Voltando ao assunto, trabalhar pra quê?

Não queremos constituir família. Família? Isso é coisa do passado. Não precisamos mais disso.

Um dia a gente ‘pega’ um garoto, no outro a gente ‘pega’ uma garota […]

Filhos? Nem pensar! Imagine só ter que trabalhar pra sustentar um pirralho!

Melhor comprar um pit bull!

Vamos pegar a mesada do papai ou da mamãe e sair para as ruas.

Vamos comer um lanche no McDonald’s. Vamos tomar todas. Vamos nos embriagar.

Depois a gente volta pra casa morrendo de dor de barriga, vai ao banheiro e usa o papel higiênico.

É tudo de graça! Até o papel higiênico!

Ahhh…. o Iphone 7 que a gente usa pra filmar os protestos também foi o papai que comprou!

Pobre geração!

Pobre nada! Quem sabe o futuro nos reserva um cargo de Presidente da República do Brasil ?!?!

A luta continua ‘cumpanheros’ !

Filha de petista que fez teatro na ALEP é desmascarada em vídeo viral

O vídeo que vocês verão ao final deste post desmascara Ana Júlia, que foi exposta nesta sexta (28) como filha de um petista.
Isso desmascara a narrativa usada pelos milicianos pró-PT de que o movimento criminoso de invasão das escolas é “apartidário”.
Mas o vídeo tem muito mais: mostrando que toda a narrativa adotada pela filha do petista – e que provavelmente deve ser petista também – é mais falsa que propaganda de pasta de dente.