1 de novembro de 2016

Eline Vitória Alves da Silva, 15 anos, está desaparecida desde sábado; mãe pede ajuda

Segundo D. Alice, Eline Vitória Alves da Silva, 15 anos, está desaparecida desde sábado (29). A mãe procurou a Delegacia de Polícia na manhã desta terça-feira (01) registrar um boletim de Ocorrência.

Ela conta que a filha morava com a tia no bairro Mané Garrincha há um mês, onde também estudava e que desde sábado ela não consegue falar com a jovem. D. Alice disse que não houve nenhum desentendimento com a filha. “Está tudo normal. Não houve briga com ninguém”. Ela também informou que não sabe se a jovem estava namorando. “É uma menina que fala pouco. Ela é de poucas amizades. Desde a hora que eu soube que ela sumiu eu procurei ligar para ela, sempre dá desligado o telefone. Desde que ela saiu do Barcelona, não teve contato com ninguém mais de lá”.

Alice conta que tem parentes em Sapezal e Campo Novo do Parecis que também já procuraram pela jovem, sem ter notícias. “Faço meu apelo. Se alguém estiver com ela, por favor informe. Se tivesse discutido com alguém, comigo, minha irmã, ou as primas, mas ela saiu sem dar explicação. Pegou os documentos e as malas e saiu como se alguém estivesse esperando com ela”. E chorando a mãe concluiu: “Estou desesperada. Fico 24 horas tentando falar com ela. Não sei se alguém está impedindo ela de falar comigo. Eu creio que ela esteja na redondeza ainda”.

Qualquer informação pode ser passada direto para as Polícias nos telefones 197 ou 190 ou ainda para a mãe da jovem no (65) 9-9699-7676.

Fonte: Pioneira

63 deputados foram derrotados nas eleições de outubro

Os eleitores rejeitaram quase 80% dos parlamentares que disputaram vagas de prefeitos e vices, domingo. Dos 81 deputados, 63 voltam ao Congresso com a rejeição elevada. E preocupados com 2018.
O eleitor quis mudança.

Dez provas de que o PT transformou-se em um partido “nanico”

1. Em 2012, o PT foi vitorioso em 638 municípios, cujas populações somavam 38 milhões de pessoas. Neste ano, venceu em apenas 254, habitadas por 5,9 milhões de brasileiros.
2. Nove partidos elegeram mais prefeitos que o PT.
3. Rio Branco, no Acre, será a única capital governada por um petista nos próximos quatro anos.
4. Com exceção de Rio Branco, o PT perdeu a eleição em todas as cidades brasileiras com mais de 200 mil eleitores.
5. Os sete candidatos do PT que chegaram ao segundo turno foram derrotados.
6. No ABC paulista, berço do PT, nenhum candidato do partido foi vitorioso.
7. Por falta de convite, Lula não participou de um único comício durante o segundo turno.
8. A pedido do candidato João Paulo, Lula ficou fora da campanha no Recife, única capital em que o PT disputou o segundo turno.
9. Eleitora em Porto Alegre, Dilma Rousseff desistiu de votar neste domingo por falta de candidato.
10. Eleitor em São Bernardo, Lula desistiu de votar neste domingo por falta de candidato.
Augusto  Nunes

Debandada petista

Estadão diz “que 40 dos 58 parlamentares do PT avaliam a saída da legenda”.
O jornal diz também que “o PDT tenta atrair a maior parte deste grupo”.
A penitenciária de Papuda tenta atrair o resto.

Salário vitalício para vereadores. Agora deu!

Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro deve votar nesta terça-feira (1°) um projeto que vai totalmente contra às tentativas de economizar dinheiro público, principalmente nessa época de crise. O projeto prevê que alguns vereadores continuem recebendo salário, mesmo depois do término do mandato. O valor do salário seria igual ao que recebe um secretário da prefeitura, ou seja, R$ 15 mil líquidos por mês, como mostrou o Bom Dia Rio.
O projeto, de autoria do vereador João Cabral (PMDB) e que já tem assinatura de outros 35 parlamentares, prevê que o vereador, que já é funcionário público municipal e que tenha três mandatos seguidos ou quatro intercalados, receba salário pelo resto da vida.
O projeto deveria ter sido votado na quinta-feira (27), pois entrou em uma espécie de regime de urgência, mas não houve quórum suficiente. Então, o projeto deve ser analisado pelos vereadores nesta terça.
O vereador João Cabral, na justificativa, disse que é “uma questão de justiça, de igualdade”. O vereador não foi reeleito nas últimas eleições para um próximo mandato. O vereador foi procurado pela produção do Bom Dia Rio para comentar o projeto, mas não foi encontrado.
G1

Esquerda (PT) ‘nunca mais’. Agora somos de direita

O Brasil foi para a direita. E não vai voltar tão cedo para a esquerda.
Valor Econômico publicou um dado importante sobre a disputa municipal:
“Das 390 prefeituras perdidas pelo PT, 315 foram conquistadas por forças da direita e do centro – PMDB, PSDB, PP, PSD e DEM.
Os eleitores que migraram seu voto precisarão de bons motivos para votar novamente na esquerda no curto prazo e só uma performance ruim da economia poderia lhes dar um motivo”.

As mãos sujas de Ana Júlia. Ou: o repertório limitado de uma adolescente sádica.

Como lemos no Brasil247, Ana Júlia, a adolescente filha de um petista – e que tentou enganar muita gente encenando o papel de “apartidária” – agora foi ao Congresso.
Lá esteve a convite de senadores da extrema-esquerda, como Gleisi Hoffmann. Ana Júlia foi levada para emitir narrativas em prol do saqueamento estatal, ou seja, da ausência de um teto de gastos.
Ela repetiu seu truque utilizado na Assembléia Legislativa do Paraná: transferir suas responsabilidades aos outros e dizer que os oponentes estão com “as mãos sujas” de qualquer coisa. Pode ser sangue ou qualquer outra substância. Ela bradou: “Em relação à PEC 55, a antiga PEC 241, eu quero dizer uma coisa: aqueles que votarem contra a educação estarão com as mãos sujas por 20 anos”.
Em seguida, expeliu a típica ameacinha da extrema-esquerda: “Nós vamos desenvolver métodos de desobediência civil, nós vamos levar a luta estudantil para frente, nós vamos mostrar que não estamos aqui de brincadeira, e que o Brasil vai ser um país de todos”.