29 de novembro de 2016

Pai mata homem que se masturbava para filha e é preso carregando corpo em carrinho

Um servente de pedreiro, de 41 anos, foi preso em flagrante quando transportava o corpo de um homem em um carrinho de mão pelas ruas do bairro Mario Andreazza, em Bayeux, na Região Metropolitana de João Pessoa, nesse domingo (27). O suspeito confessou a autoria do assassinato e disse que matou porque o homem se masturbava para a filha dele. No corpo da vítima tinha a palavra: ‘estuprador’. Na localidade fazia um ano que não tinha registro de homicídio.
e acordo com o delegado Pedro Ivo, chefe do Núcleo de Homicídios de Bayeux, a Polícia Militar fazia rondas pelo Mario Andreazza quando se deparou com um grupo de cerca de 10 pessoas caminhando com um corpo dentro de um carrinho de mão, com os pés amarrados com fios. “As pessoas quando viram a viatura uma delas atirou contra os policiais da Rotam, que revidaram ao ataque. Os suspeitos correram e apenas o servente de pedreiro foi preso e confessou a autoria do crime”, disse.
Na delegacia, o suspeito revelou que o homem estava se masturbando para uma menina de 6 anos em um sítio. A criança seria filha do suspeito, que ao saber do caso, se armou com um pedaço de madeira e conseguiu efetuar vários golpes nas contas do homem, que caiu desacordado. Ainda segundo o preso, após matar a vítima, o corpo seria jogado em um lixão do bairro.

Tráfico de drogas é o crime mais cometido pelos menores infratores

No último ano dobrou o número de adolescentes cumprindo medida socioeducativa no país – em novembro do ano passado havia 96 mil menores nessa condição e neste ano já são 192 mil. O tráfico de drogas é o crime mais frequente entre os jovens; há quase 60 mil guias ativas expedidas pelas Varas de Infância e Juventude do país por este ato infracional.
Já o crime de estupro cometido pelos menores aumentou de 1.811, em novembro de 2015, para 3.763, em novembro deste ano. Os dados foram extraídos do Cadastro Nacional de Adolescentes em Conflito com a Lei (CNACL) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que contém informações dos adolescentes que cumprem medida socioeducativa desde março de 2014.

Era o besta!!!

O ex-presidente cubano Fidel Castro, que faleceu na noite da última sexta-feira, pode ter deixado uma fortuna de US$ 900 milhões. A estimativa vem com base na revista Forbes, revista especializada no mundo dos negócios e das finanças, que desde 1997 garante que o ex-líder guerrilheiro estava entre um dos mais ricos do mundo. Em 2006, a publicação revelou o suposto valor da fortuna de Fidel, que seria justificado pelo seu poder econômico em uma rede de companhias de propriedade do Estado.
Quando a notícia veio à tona, o líder cubano disse que esta era uma mentira repugnante.
— É ridículo me atribuir uma fortuna de 900 milhões, sem herdeiros. Para que eu quero o dinheiro se vou completar 80 anos? Para que quero o dinheiro se não o quis antes?
São muitas as dúvidas em torno da história. Há quem suspeite que a fortuna de Fidel poderia ser ainda maior e estaria guardada nas chamadas Reservas do Comandante, que incluem contas bancárias, negócios e propriedades dentro e fora da ilha caribenha.
Nesta segunda-feira, uma multidão de cubanos forma longas filas para o primeiro dia de homenagens a Fidel na Praça da Revolução, em Havana. As cinzas do líder guerrilheiro estão no subsolo do Memorial José Marti, considerado o grande patrono da independência cubana.
Fidel morreu uma década depois de entregar o poder ao irmão Raúl devido a problemas de saúde. Ele foi cremado no sábado, e suas cinzas serão levadas em um cortejo para um local de repouso definitivo em Santiago de Cuba, a cidade do Leste cubano na qual ele deu início à revolução. A passagem das cinzas de Havana a Santiago, a 900 km de distância, levará quatro dias e tem tudo para se tornar uma mobilização maciça de milhões de cubanos.
O Globo

Triste fim o dá Chapecoense

Lamentamos profundamente o que ocorreu à delegação da Chapecoense, o orgulho maior do esporte de Santa Catarina. Esse momento difícil vivido pelos irmãos catarinenses é também de muita dor e sofrimento para todos nós brasileiros. 

Dorjival Silva
Blogueiro