7 de dezembro de 2016

Polícia caça Gilberto Pereira Ramos suspeito de praticar latrocínio em Novo Horizonte do Norte

Suspeito de ter praticado um latrocínio no dia 02 de novembro deste ano, em Novo Horizonte do Norte, interior de Mato Grosso, Gilberto Pereira Ramos, está sendo caçado pelas polícias da região por ordem da comarca de Porto dos Gaúchos. Ele é o principal suspeito de ter tirado a vida de Hivanildo Gonçalves Lima (24) com golpes de cassetete com um prego na ponta.

O delegado da polícia civil de Porto dos Gaúchos, Albertino Júnior, aponta para um latrocínio em razão de o suspeito ter fugido do local do crime acompanhado da esposa, na motocicleta da vítima.

Conforme Albertino, há provas convincentes e testemunhas de parentes e amigos, dizendo que Gilberto Pereira é o autor do crime.

PROCURADO - Quem tiver notícia do suspeito, por gentileza entrar em contato com a polícia daquele município.  A identidade do denunciante será preservada, garante o delegado.

Bonitinha ordinária está presa por tráfico de drogas e associação criminosa

A “bela” Mariana Reis Moscatelli de Carvalho (24) está presa desde a última segunda-feira (05) em um presídio de Sinop. A gata é apontada pela polícia como líder de uma facção criminosa que vinha agindo em Mato Grosso.

A jovem é proprietária de duas casas, sendo uma em Sorriso e outra em Sinop. Por mês, a polícia estima que ela lucrasse R$ 20 mil com o tráfico.

Segundo a Polícia Civil, ela era respeitada dentro do grupo. Inclusive, em uma das vezes em que esteve presa, recebeu cartas de traficantes lhe pedindo orientações.

Ainda nesta semana, a lindinha ordinária será encaminhada para a cadeia feminina de Colíder, a 648 km de Cuiabá.

Josimar Maurino de Jesus é preso por furto a apartamento em Tangará da Serra

A Polícia Militar prendeu nesta quarta-feira (07), Josimar Maurino de Jesus (29), morador do Jardim dos Ipês em Tangará da Serra. Ele é suspeito de ter furtado vários objetos de um apartamento na Rua 10, região central da cidade.

Entre os objetos estavam a quantia de R$ 715,00 em dinheiro, 19 moedas de um real, uma coleção da copa e algumas moedas estrangeiras, além de óculos de sol, perfumes, joias, celular, aparelho de barbear, um notebook, um aparelho de DVD e várias peças de roupas.

De acordo com a PM, o suspeito já tem diversas passagens na delegacia de polícia por tráfico de entorpecentes, receptação, roubo e furto

Guerra declarada: Parlamento se une contra protagonismo do Judiciário

decisão liminar do ministro Marco Aurélio Mello de afastar por período indeterminado o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado Federal foi a gota d’água que faltava para que os congressistas se unissem contra o Judiciário.
A avaliação dentro do Parlamento é que ministros, juízes e promotores perderam os limites. O mal humor com os integrantes do Poder Judiciário que se intensificou com a Operação Lava Jato teve um pico na tramitação do pacote anticorrupção. Na semana passada, integrantes da força-tarefa ameaçaram paralisar os trabalhoscaso as emendas que impõem punições a categoria sejam aprovadas.
Na Câmara dos Deputados, a reação deve vir em forma de uma avalanche de projetos capazes de diminuir os tentáculos do Judiciário. O assunto dominou a reunião de líderes. Há consenso de que é preciso que algo seja feito. Integrantes de partidos como DEM, PSDB e PPS defendem o diálogo, já os do PT, PCdoB e centrão querem o enfrentamento.
Até o PSol, que costuma se manter distante deste tipo de debate, deixou sua posição registrada. “Errando ou acertando, é prerrogativa do Legislativo legislar. Essa criminalização da política é muito ruim”, disparou o líder Ivan Valente (SP).
Os parlamentares ficaram incomodados com a manifestação do domingo na qual a política foi amplamente criticada. O presidente do Solidariedade, deputado Paulinho da Força (SP), no entanto, alertou que todos os que estavam presentes na reunião de líderes tiveram mais votos que a quantidade de pessoas reunidas nos protestos.
No Senado, o clima é de instabilidade. Ao jornal O Globo, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) criticou o posicionamento do Supremo.
"Estou indignado com a irresponsabilidade de todo mundo. Estamos a seis dias da votação da PEC do teto e a 10 dias do fim do mandato do Renan. Que irresponsabilidade! A crise é gravíssima! Não podiam pensar no Brasil? Agora Renan não acata e estamos sem presidente, sem sessão, e é gente de todo mundo ligando em pânico, gigantes do mercado perguntando se já não é hora de deixar o Brasil.”
Contra a atitude de Renan de não cumprir a decisão do ministro Marco Aurélio Mello de o ter afastado, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disparou: “É o ápice da marcha da insensatez, é levar as instituições ao confronto total. É tocar fogo no Parlamento, como fizeram os nazistas”.
Pauta bomba
Embora não tenha mais clima, a Casa não vai desistir da pauta firme que atinge o Judiciário, como a caça aos supersalários. Apesar do movimento para retirar o projeto do abuso de autoridade da pauta, se a Casa voltar para o comando de Renan, o enfrentamento deve continuar. Caso se confirme nas mãos do 1º vice-presidente, o senador Jorge Viana (PT-AC), os petistas pressionaram para que a Casa se imponha.
Isto porque os petistas elencam uma série de abusos do Judiciário e encararam o afastamento do Renan apenas como um excesso a mais. Entre os itens citados estão como irregulares estão a prisão do ex-senador Delcídio do Amaral, a condução coercitiva do ex-presidente Lula e até a prisão do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
FONTE: http://www.brasilpost.com.br/

STF costura acordo para manter Renan na presidência do Senado

Presidente do Senado, Renan Calheiros chega ao plenário para assinar documento que o afasta do cargo após decisão do ministro do STF, Marco Aurélio Mello - 06/12/2016 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Uma negociação entre o Senado e o Supremo Tribunal Federal (STF) está sendo costurada para manter o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) no comando da Casa. Em contrapartida, segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o parlamentar, que é o segundo na linha sucessória da presidência da República, não poderá assumir o comando do país na ausência de Michel Temer.
Publicidade
Nesta quarta-feira, a partir das 14 horas, o plenário STF vai julgar a a liminar do ministro Marco Aurélio Mello que afastou Renan do cargo. O parlamentar, contudo, continua no comando da casa, depois que a Mesa Diretora do Senado desafiou o Supremo e se recusou a cumprir a decisão do ministro.

Valeu, Lula e Dilma! 70% dos estudantes de 15 anos não sabem o básico de matemática

Sempre alertamos por aqui que a Educação foi uma das áreas mais devastadas pelos governos anteriores, tanto ou mais que a economia. E a gravidade disso, por óbvio, é extrema.
E não se trata de chute ou exagero, mas fato apurado. Nosso país ficou entre os piores no ranking mundial da educação (e há quem se diga contra uma reforma no ensino).
O buraco é tão extremo que mais de 70% dos estudantes brasileiros com 15 anos não sabem o básico da matemática. O BÁSICO. Esse dado terrível foi apurado pelo PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, que abrange 72 países e é realizado pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).
Uma vergonha completa e também um quadro desolador. Serão anos, anos e anos para recuperar a devastação causada, sem contar o impacto disso na vida dos estudantes, que são as grandes vítimas.
Ah, sim, e o pessoal que invade escola? Não vai fazer nada agora? Não vai protestar contra os responsáveis por essa herança maldita na Educação?
Claro que não. E sabemos o porquê. Eles não lutam por Educação, mas sim por partido político. E também sabemos por qual.