5 de janeiro de 2017

Veja novas imagens do socorro às vítimas da queda de um avião hoje em Tangará da Serra







Por Dorjival Silva

Um avião monomotor, modelo Cessna Aircraft, caiu por volta das 12h30 desta quinta-feira (05) quando se preparava para pousar no conhecido “Aeroporto do Gastão” em Tangará da Serra. O local do acidente fica próximo ao Anel Viário na MT – 358.

De acordo com o repórter tangaraense Renan Coelho (BAND), quatro pessoas, ainda não identificadas, estavam abordo. Duas delas tiveram morte instantânea.  As outras foram socorridas para receber os atendimentos médicos devidos no hospital da cidade.

A aeronave já foi identificada como sendo de uma operadora de seguros do estado de São Paulo. As pessoas mortas se tratam do piloto e a esposa.

As primeiras informações são de que o monomotor teria chocado uma das asas em um fio de alta tensão da rede de energia elétrica.

Outras informações em instantes.

URGENTE: Duas pessoas mortas e outras feridas em queda de avião nesta tarde em Tangará da Serra

Por Dorjival Silva

Um avião monomotor, modelo Cessna Aircraft, caiu por volta das 12h30 desta quinta-feira (05) quando se preparava para pousar no conhecido “Aeroporto do Gastão” em Tangará da Serra. O local do acidente fica próximo ao Anel Viário na MT – 358.

De acordo com o repórter tangaraense Renan Coelho (BAND), quatro pessoas, ainda não identificadas, estavam abordo. Duas delas tiveram morte instantânea.  As outras foram socorridas para receber os atendimentos médicos devidos no hospital da cidade.

A aeronave já foi identificada como sendo de uma operadora de seguros do estado de São Paulo. As pessoas mortas se tratam do piloto e a esposa.

As primeiras informações são de que o monomotor teria chocado uma das asas em um fio de alta tensão da rede de energia elétrica.

Outras informações em instantes.

IMAGENS VIA WHATSAPP





Vai em frente, Argentina! Bota pra lascá!!!

Da Redação
O governo argentino analisa reduzir a maioridade penal, atualmente em 16 anos, admitiu nesta quarta-feira o ministro da Justiça e Direitos Humanos, Germán Garavano.
“A posição do governo é que há uma faixa de 15 anos que deve ser submetida à lei, mas estamos abertos a construir consensos com a Unicef, com especialistas e com todo o arco político”, disse Garavano à Rádio Nacional.
O ministro antecipou que durante 2017 o governo fará consultas para apresentar um projeto ao Legislativo, em 2018.
“Há uma rede criminosa envolvendo jovens e que vitima jovens. São majoritariamente jovens que estão envolvidos nos crimes”, declarou Garavano.
Segundo estatísticas oficiais, “o salto maior (da criminalidade) ocorre aos 15 anos, mais do que aos 14 (…) e o Estado precisa dar respostas porque perdemos todo o universo inicial de como os jovens estão ingressando no crime, em um processo de degradação e abandono por parte da família, do Estado e da sociedade”

Artigo: Homossexualidade x família

Por Bárbara  Nunes 

Segundo a sociologia a família é um conjunto de pessoas que se encontram unidos por laços de parentesco. Estes laços podem ser de dois tipos: vínculos por afinidade, como o casal e consanguíneos como a filiação entre pais e filhos.

A família é o primeiro grupo de mediação do indivíduo com o mundo social e é responsável pela sua sobrevivência física e mental, no seio familiar também deve se concretizar o exercício dos direitos da crianças e do adolescente, como cuidados essenciais para possibilitar seu crescimento e desenvolvimento, antes de seu nascimento o indivíduo já ocupa um lugar na família, desta forma a função da família é tão importante que, na sua ausência deve-se oferecer à criança e ao adolescente uma “família substituta” ou instituição que se responsabilize pela transmissão desses valores e condição para inserção na vida social. Os pais são para os filhos os primeiros modelos de como os adultos se comportam, de como ser homem ou ser mulher, a criança incorporará a cultura que a família reproduzir em seu interior.

Mas nem sempre quem tem que cuidar pela segurança dos filhos realmente faz, ainda mais quando esses filhos saem dos “padrões” que seus pais querem, principalmente quando há caso de homossexualidade.  Algumas pesquisas realizadas em 2012 mostram que a grande parte de  preconceito e  homofobia acontece dentro de casa.

Homofobia (homo, pseudoprefixo de homossexual, fobia do grego φόβος "medo", "aversão irreprimível"2 ) é uma série de atitudes e sentimentos negativos em relação a pessoas homossexuais, bissexuais e, em alguns casos, contra transgêneros e pessoas intersexuais. As definições para o termo referem-se variavelmente a antipatia, desprezo, preconceito, aversão e medo irracional. A homofobia é observada como um comportamento crítico e hostil, assim como a discriminação e a violência com base na percepção de que a orientação não heterossexual é negativa.

De acordo com Mannoni quando o adolescente manifesta comportamento sexual voltado para heterossexualidade, é mais um motivo facilitador para sua entrada no mundo adulto, os pais ficam orgulhosos, isso parece atestar que, pelos menos, no campo da sexualidade “acertaram na educação”. Tem a quase certeza da perpetuação do nome da família por meio dos futuros netos que virão a encher sua casa de alegria. Porém, se o adolescente não sinaliza seu desejo sexual dentro do esperado, isto é, atração pelo sexo oposto, como a família reage? Quando se tem um filho anormal, isso parece dizer que os pais estão sós, porque por meio dele não se sentem reconhecidos como humanos, e passam a ser vigiados, assim, mais do que os outros pais, são instigados a demonstrarem uma imagem suportável. Segundo Modesto há uma dificuldade muito grande de aceitação por parte dos pais. Eles foram criados para terem filhos héteros, e os filhos aprendem, desde criança, que devem ser assim, que os sonhos dos pais foram construídos para isso. Os filhos ficam tristes ao ver que os pais têm dificuldade para aceitá-los. Os adultos precisam entender que eles são assim, não escolheram ser. O primeiro passo para ajudar os filhos é aceitá-los completamente. O preconceito começa dentro da própria casa, por isso os jovens ainda têm medo de contar para família que são gays. Se tiverem a aceitação dos pais, saberão que podem contar com eles para ajudá-los.

Nolasco afirma que o adolescente que se descobre com tendência homossexual ou gay, se sente desamparado, em decorrência da intolerância social e falta do apoio familiar, esse sentimento poderá ser potencializado e causar-lhe danos psicológicos, autoestima comprometida, baixo rendimento escolar e outros. Em virtude de que, não constitui uma tarefa fácil renunciar a uma representação de si com qualidades extraordinárias e promessas grandiosas que, durante anos, lhe serviram de modelo.
Ainda de acordo com Modesto, muitas vezes, as consequências do preconceito são irreversíveis. A violência emocional chega até a superar as agressões físicas. A rejeição deixa feridas na alma que ficarão para sempre. Com essas feridas emocionais, é bem mais difícil ser feliz. Há casos de violência física, pois os pais ficam desesperados, não sabem o que fazer. Sem falar da violência emocional. Os pais não sabem o que fazer e acabam tomando decisões drásticas, tiram o computador, o celular, trocam de escola, proíbem os amigos e acham que estão dando limites aos filhos. “Homofobia familiar”, como Schulman chama o fenômeno que até agora não fora nomeado, mas que é parte da vida da comunidade LGBT, é entendida não como um fenômeno pessoal, mas como uma crise cultural ampla.

Há várias notícias constantemente nos jornais que muitos homossexuais são vítimas de agressões e infelizmente até ao óbito devido a ignorância, ao ódio e a falta de amor ao próximo. E é comum ouvir alguns depoimentos dos agressores tentando justificar o seu tenebroso ato, (como se isso houvesse justificativa) que bateu, que ofendeu, agrediu ou matou na vítima para ele “virar homem” ou “ser mulher de verdade”. Quantas vezes já ouvimos pessoas falando dessa forma no nosso dia a dia? E quantas pessoas, sejam crianças, adultos ou idosos vão ter que sofrer violência devido a sua opção sexual?

O Brasil tem que mudar suas leis urgentes para combater qualquer tipo de violência, verificando algumas fontes de pesquisa internacionais, nos preocupa o grande número de vítimas de violência contra gays, lésbicas e transgêneros.

Nosso país continua sendo o campeão mundial de crimes homo-transfóbicos: segundo agências internacionais, 40% dos assassinatos de transexuais e travestis no ano de 2012 foram cometidos no Brasil. Segundo o relatório divulgado pela Secretaria de Direitos Humanos (SDH) em 2012, foram registradas 3.084 denúncias de violência contra homossexuais, bissexuais, travestis e transexuais; e mais de 9,9 mil violações de direitos relacionados à população LGBT.

A sexualidade não deve ser encarada com preconceitos, pois cada um possui uma maneira própria de viver sua sexualidade, e essa é individual, não possui um padrão fixo e cabe a família o papel de apoiar, ajudar o seu ente para que ele possa se sentir confiante e seguro, pois, se a própria família não ajudar, quem vai?

Referências
Carvalho. Andressa.  A família na atualidade. Disponível em: http://meuartigo.brasilescola.com/psicologia/a-familia-na-atualidade.htm. Acesso em 02/03/2015.
Mannoni, M. (1999). A criança retardada e mãe. (5a edição). São Paulo: Martins Fontes.


Bárbara  Nunes  (Licenciada em Letras (UNEMAT Tangará da Serra, pós-graduada em Gênero e Diversidade na escola –UFMT Rondonópolis

É curiosidade! Presidiário toma posse como vereador

Ronilson Marcílio Alves
Em solenidade no plenário da Câmara Municipal de Caratinga (MG), algemado e vestindo o uniforme vermelho do sistema prisional de Minas Gerais, Ronilson Marcílio Alves (PTB), 42, tomou posse no cargo de vereador do município, distante 320 km de Belo Horizonte, ontem.
Sob escolta policial, o agora vereador permaneceu por pouco mais de uma hora no local e fez o juramento solene da posse de cumprir a Constituição e as leis do país.
“Prometo cumprir dignamente o mandato que me foi confiado, respeitar a constituição federal e a constituição do estado e a lei orgânica municipal e observar as leis, trabalhando pelo engrandecimento do município e o bem-estar de sua população”, afirmou o vereador preso. Na sequência, Alves assinou o termo de posse.
Reeleito em outubro do ano passado com 854 votos, Alves tornou-se alvo de investigação policial um mês depois, quando a PC (Polícia Civil) cumpriu mandado de busca e apreensão na sua residência e apreendeu documentos, equipamentos de informática e aparelhos celulares, e o conduziu para prestar esclarecimentos.
O parlamentar foi liberado em seguida, mas em dezembro, Alves foi preso em Cordeiro (RJ), distante 188 Km da capital fluminense, e transferido para a Penitenciária de Caratinga, preso em regime fechado. Do UOL

‘Prostituta’ é eleita vereadora. É preconceito?


Da Redação
A grande novidade dessas eleições – noves fora quem foi eleito e preso em seguida – é conhecida apenas em Manacapuru, a “Princesinha do Solimões”, a uns 80 km de Manaus, capital do Amazonas. Francisca Ferreira da Silva, 32 anos, tomou posse neste domingo como vereadora – a quarta parlamentar mais votada da cidade, a vereadora líder de votos, com 1.722. Contribuições para a campanha, só de pessoa física: taxistas, mototaxistas, pequenos comerciantes. Marqueteiro, nem pensar. Pensa no futuro da população mais pobre de Manacaparu.
Ah, ninguém a conhece pelo nome, mas pelo apelido, Coroca (na foto), que usou como prostituta.
É preconceito? Não! É dignidade. Uma prostituta que virou vereadora e vai trabalhar pelo povo.
Nada demais! O mais seria preconceito.

Ex-prefeito é morto assim que deixou o cargo

Neuri Carlos Persch
Da Redação

Quatro dias após deixar o cargo, o ex-prefeito de Ministro Andreazza (RO), Neuri Carlos Persch (PTB), (foto), 48 anos, foi morto a tiros no centro da cidade, na noite desta quarta-feira (4).

O ex-prefeito tomava chimarrão em frente à casa da mãe com familiares, por volta das 19h.

Segundo a Polícia Civil, dois homens chegaram em uma moto e o garupa disparou vários tiros contra Persch. Após o crime, eles fugiram.

O ex-prefeito morreu no local antes da chegada do socorro. Nenhum familiar de Persch ficou ferido.
O político tinha sido nomeado secretário de planejamento da prefeitura de Cacoal (RO). Na madrugada desta quinta (5), a prefeita Glaucione Rodrigues (PMDB) lamentou a morte do político.

A Polícia Civil da cidade investiga o que teria motivado o crime. Nenhum suspeito foi preso.

Cantor sertanejo Vagner Roberto Marinho perde a vida em acidente próximo a Nova Monte Verde


O cantor sertanejo Vagner Roberto Marinho, de 34 anos, mais conhecido como “Marinho”, morreu nesta quarta-feira (4), após se envolver em um acidente na MT-208, próximo a Nova Monte Verde (968 km ao Norte de Cuiabá).

De acordo com a Polícia Militar, a vítima dirigia uma caminhonete S-10 prata, que caiu de uma ponte, denominada “Ponte Torta” e parou às margens de um riacho.

Com o impacto, o veículo ficou completamente destruído.

Uma ambulância foi acionada, mas quando chegou ao local Vagner já estava sem vida.

Ele estava sozinho no momento do acidente.

Marinho era natural da cidade de Alta Floresta e retornava da fazenda da família, quando teria perdido o controle do veículo.

A vítima fazia dupla com Eduardo, conhecidos na região como “Eduardo & Marinho”. Por JAD LARANJEIRA 

Defaz investiga suposto repasse de R$ 700 mil a prefeita de Juara

Prefeita Luciane Bezerra
A Delegacia Fazendária (Defaz) abriu um inquérito para investigar a suspeita de que a prefeita de Juara, Luciane Bezerra (PSB), teria recebido R$ 700 mil do ex-secretário de Estado, Pedro Nadaf.

A abertura do inquérito foi determinada pelos delegados Marcio Moreira Vera e Alexandra Fachone nas investigações da Operação Sodoma 4.


A suspeita foi levantada pelo próprio ex-secretário. Em depoimento à Defaz, ele afirmou que, em 2014, a pedido do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), teria entregado o valor a Luciane Bezerra, então deputada estadual, como pagamento de uma dívida. Por AIRTON MARQUES 

Trecho entre Diamantino e Nortelândia está cada vez mais perigoso devido má conservação da rodovia

MT - 240 - Fotos: Márcio Mendes
Por Dorjival Silva

É crítica e revoltante a situação de abandono da rodovia MT – 240, trecho entre Diamantino e Nortelândia.

Chega a ser lamentável ver a região médio norte sendo penalizada por esse já conhecido problema.

Sem representante na Assembleia Legislativa para cobrar solução ao governo do estado o caos na rodovia só vai aumentando, pondo em risco a vida de milhares de pessoas que fazem o trecho diariamente.  

O senador Cidinho que se diz de Nova Marilândia, cidade da região, parece estar de olhos vendados para a situação.

Enquanto isso, somam-se os prejuízos diários para a população. Lamentável e vergonhoso. 

Márcio Vinícius e Cristiano Custódio são presos sob suspeita de tráfico de drogas em Tangará da Serra

Márcio Vinícius Rosa Mendonça
e Cristiano Custódio de Oliveira Pinto
Por Dorjival Silva
A Polícia Militar de Tangará da Serra prendeu na tarde desta quarta-feira (04) Márcio Vinícius Rosa Mendonça, 18 anos e Cristiano Custódio de Oliveira Pinto, 20 anos de idade. 
Com eles foram encontradas cinco porções de maconha e uma latinha com quantidade maior da substância.
A Polícia Civil investiga agora a procedência dos celulares que eles portavam e o provável envolvimento com tráfico de drogas.
As prisões foram efetuadas no Bairro Novo Horizonte. 

Maurizan promete continuar incisivo nas cobranças no segundo mandato

Vereador Maurizan
Foto: Assessoria

Redação com Assessoria

Maurizan Godói (PSD) disse esta semana que vai continuar sendo incisivo nas cobranças por melhorias em favor da população tangaraense. O vereador lembrou que sua trajetória começou como líder comunitário, quando foi presidente da Associação de Moradores do Jardim dos Ipês.

“Tudo começou quando fui eleito para a associação do Jardim dos Ipês, com 280 votos, eleito do nada e ganhei a eleição para presidente de bairro. Depois de muito trabalhar, me tornei vereador e continuei a trabalhar firme pelas pessoas”, conta o vereador Maurizan ao avaliar positivamente o primeiro mandato.


“Tangará está no caminho certo”, afirma Ronaldo Quintão

Vereador Ronaldo Quintão
Foto: Assessoria
Redação e Assessoria

Ronaldo Quintão (PP) afirmou que Tangará da Serra está no caminho certo e disse ter confiança de que o Poder Legislativo Municipal dará sua contribuição para que continue assim. Segundo o vereador, apesar da crise nacional a cidade está crescendo e se desenvolvendo.

“Nosso trabalho na Câmara será pautado pelos interesses fundamentais do Município. Tangará da Serra está numa crescente, numa direção ascendente (...) Tangará está mostrando que estamos no caminho certo e não vamos fugir a regra. Não temos por hábito envergonhar nossos eleitores”, disse o vereador Ronaldo Quintão.