11 de outubro de 2018

Jair Bolsonaro recebe apoio do PSDB de Mato Grosso

Vander, Pedro Taques e Saturnino Masson

Os tucanos de Mato Grosso declararam nesta quinta-feira (11), apoio total à candidatura do presidenciável Jair bolsonaro (PSL).

Isso inclui o governador Pedro Taques que foi candidato a reeleição e não logrou êxito. 

O anúncio foi feito pelo presidente regional da legenda, ex-vereador Paulo Borges Júnior.

Em Tangará da Serra, já no primeiro turno, os candidatos tucanos Saturnino Masson e o filho Vander Masson haviam não só declarado apoio, mas distribuído santinhos com Bolsonaro. 

Também no primeiro turno, o deputado federal e candidato a senador derrotado Nilson Leitão, já havia manifestado apoio ao presidenciável do PSL.

Nós bolsonaristas agradecemos todo apoio. Sejam bem-vindos!


Tendência de renovação política deve aumentar em 2020

Selma arruda, eleita senadora, é um exemplo de renovação e oxigenação
 na política de Mato Grosso. Imagem do Google

Da bancada de oito deputados federais de Mato Grosso, apenas um, o cacique Carlos Bezerra (MDB), se reelegeu.

Na Assembleia Legislativa, dos 24 parlamentares, retornaram apenas dez. 

Essa tendência de renovação deve acontecer também nas eleições de 2020 em prefeituras e Câmaras de Vereadores.

O eleitor tem entendido cada vez mais que é necessário renovar os poderes. 

Ar novo, vida nova.  

Parlamentares mato-grossenses gravam vídeo de apoio a Jair Bolsonaro



Pipocam cada vez mais em todos os cantos do Brasil, importantes apoios ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

Em Mato Grosso, onde ele recebeu expressiva maioria de votos, parlamentares gravaram um vídeo em apoio ao candidato.

No vídeo aparecem o senador Cidinho Santos e os deputados federais Fábio Garcia, Vitório Galli Filho e Adilton Sachetti.

Começo desta semana, o senador José Medeiros, eleito deputado federal, viajou em companhia do também senador Magno Malta (PR/PR) para defender o nome de Bolsonaro no estado do Tocantins.

Como se percebe, a campanha cresce ainda mais neste segundo turno das eleições. 

A vitória de Bolsonaro agora é questão de dias. Exatos, 19 dias.