31 de agosto de 2019

Bandeira tarifária continua no patamar vermelho em setembro


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou hoje (30) que a bandeira tarifária para setembro de 2019 continuará na cor vermelha no Patamar 1, a mesma de agosto.

Isso significa que haverá uma cobrança extra de R$ 4 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. Em julho vigorou a cobrança da bandeira tarifária amarela, na qual há um acréscimo de R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos.

ANS suspende comercialização de 51 planos de saúde


A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu a venda de 51 planos de saúde, a partir da próxima sexta-feira (6/9).

A justificativa do órgão do Governo Federal para a suspensão foi o excesso de reclamações recebidas no segundo trimestre deste ano por meio do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento.

Investigações revelam quadrilhas e ganho milionário por trás do desmate


Corrupção, formação de quadrilha, trabalho escravo, violência, grilagem, roubo de madeira. O desmatamento ilegal da Amazônia se insere em um conjunto de crimes que vai muito além do ambiental e envolve custos – e ganhos – milionários.

Investigações da força-tarefa Amazônia, do Ministério Público Federal, demonstram que há elaboradas organizações criminosas por trás do problema. Nesse processo, as queimadas são apenas a sua face mais visível.

30 de agosto de 2019

Conselho aprova fim de preço diferenciado para gás de cozinha


O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) decidiu, nessa quinta-feira (29), revogar uma resolução de 2005 que permite a prática de preços diferenciados do gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha, a partir de 1º de março de 2020. Na prática, o gás de cozinha deixará de ter preço diferenciado no Brasil.

A medida será aplicada na venda de botijões de até 13 quilos (kg), entre o comercializado e o vendido a granel. De acordo com o CNPE, a iniciativa “corrige distorções no mercado e incentiva a entrada de outros agentes nas etapas de produção e importação de GLP, ambas concentradas no agente de posição dominante”.

A primeira família que conheci em Tangará da Serra


Não parece. Mas, no próximo dia 10 de setembro, pisei pela primeira vez em Tangará da Serra. Era um final de tarde.

Naquela oportunidade, tive a felicidade de conhecer a primeira família que residia em solo tangaraense.

Baixinho e ainda com cabelos, sempre sorridente, conheci Orlando Rosa e sua esposa Vilma, casal pastores da Igreja Batista Nacional.

Comi doce e bebi água gelada na casa dos dois, uma moradia muito simples, anexa à igreja que eles cuidavam e ainda cuidam com muito zelo e amor.

Ter sido recebido em solo tangaraense por esse simpático e amável casal, servos do Deus Altíssimo, foi a chave que eu precisava para em poucos anos estabelecer moradia na cidade.

Orlando virou meu amigo. E eu virei um eterno agradecido por tê-lo conhecido. Ainda hoje, aos domingos, quando posso, vou à bela Igreja que ele pastorei e fico pensando como sua denominação cresceu em graça e tamanho.

Nesse tempo, venho acompanhando e também contribuindo de alguma forma para o crescimento da cidade, assim como Orlando e tantos outros Orlando que conheci e me acolheram com tanto prestígio na sociedade.

Eu quero bem a Orlando e a todos os Orlandos que de braços abertos sempre me honraram e colaboraram também com o meu sucesso nesses 19 anos de vida e história.

A educação perdeu Ademir Monteiro

Ademir Monteiro e o blogueiro Dorjival Silva

Não faz nem um mês que saia do Banco do Brasil e na calçada encontrei meu colega professor Ademir Monteiro. Conversamos pouco e um abraço, apenas. Tempo suficiente para uma Self.

Pessoa muito querida que conheci na sala de professores da Escola Pedro Alberto Tayano Pat. quando lá também atuava como educador.

Não tivemos muito tempo de conversar, contar histórias, trocar ideias, porque logo ele sofreu um acidente e se afastou do trabalho para iniciar o tratamento.

Mesmo assim, outro dia, depois de seu retorno de São Paulo, ele visitou a escola e nessa oportunidade nos abraçamos com cordialidade.

Foi uma vivência profissional muito curta com ele. Mas, dele fiquei com a impressão que era uma pessoa do BEM. Muito educado, elegante, sempre tratando a todos com afeto.

Nesta tarde, recebi a triste notícia que Ademir Monteiro sofreu uma parada cardíaca e não resistiu. Ademir nos deixou nesse plano. E foi para o seu lugar merecido.

Deixa muita saudade. Lembranças para seu gigantesco número de alunos, colegas professores e Tangará da Serra.

Triste. Vai com Deus, professor! Dorjival.

29 de agosto de 2019

Depressão está relacionada a excesso de gordura corporal, diz pesquisa


Pesquisadores da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, relacionaram a depressão ao excesso de gordura corporal em um novo estudo. A análise foi feita comparando informações de quase 1 milhão de pessoas de diversos países.

De acordo com a pesquisa, um excesso de dez quilos de gordura já aumenta em 17% o risco de desenvolver depressão. E essa probabilidade pode ser ainda maior se o peso na balança subir. “Um dos pontos fortes do nosso estudo é que conseguimos ampliar e observar a relação específica entre a quantidade de gordura corporal e o risco de depressão”, afirmou um dos autores, Søren Dinesen Østergaard, em comunicado.
 

Sem maconha não havia bossa nova, diz o maconheiro Gilberto Gil


Do velhote maconheiro Gilberto Gil que, igualmente, aos petistas sem-vergonhas como Chico Buarque, Caetano Veloso, Maria Betânia, Gal Costa e a turma do ORCRIM e CIA... perderam a admiração de milhares de brasileiros:

“A maconha  tem uma coisa, ela clica uma coisa na na interioridade, na consciência verbal que, ao menos para mim, tinha isso de ensejar passeios mais tranquilos pela campo da música, da melodia, do ritmo.

Para o autor baiano “aquela suavidade no João Gilberto, aquela intensidade moderada do Bob Marley; em tudo isso, sem dúvida nenhuma, a maconha teve papel enorme. Não existiria a bossa nova sem a maconha”.

Governo espera arrecadar R$ 100 milhões com venda de imóveis em novembro


O 2º lote de venda do Ministério da Economia terá 60 imóveis. Devem render R$ 100 milhões. O edital sairá até 30 de setembro e o leilão será em 15 de novembro.

O principal item é 1 prédio de 12 andares no bairro Cidade Jardim, região central de Belo Horizonte. Funcionou como sede do Denit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) até 2013 e, desde então, está desocupado. Terá preço mínimo de R$ 12,9 milhões.

28 de agosto de 2019

Defesa de Lula pede ao STF para anular condenações


A defesa de Lula pediu ao STF para anular as condenações nos casos do triplex e do sítio com base na decisão de ontem da Segunda Turma que beneficiou Aldemir Bendine.

Mas há um grande problema: o habeas corpus tem por objeto principal o processo do instituto, no qual ainda não há sentença de condenação.

Neste caso, as alegações finais já foram apresentadas, e dentro do mesmo prazo para delatores e delatados, situação que levou à anulação da condenação de Bendine.

O novo HC usa tal caso porque foi o único em que a defesa pediu para apresentar as alegações finais após os delatores e teve o pedido negado na primeira, na segunda e na terceira instância.

Brasil registra 2,3 mil casos confirmados de sarampo


Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado hoje (28) contabiliza 2.331 casos confirmados de sarampo no país nos últimos três meses. O número representa um aumento de 38,75% em relação ao último boletim.

Ainda conforme o balanço desta quarta-feira, foram descartados 1.294 casos suspeitos enquanto 10.855 seguem em investigação por equipes de secretarias de saúde.

Cientistas criam bafômetro capaz de identificar uso de maconha


Cientistas americanos desenvolveram um bafômetro capaz de identificar o consumo maconha. O dispositivo, que ainda é um protótipo e não tem previsão para ser utilizado nas ruas, foi produzido por uma equipe do departamento de química da Escola de Engenharia de Swanson, nos Estados Unidos.

O funcionamento do aparelho se dá pela medição da quantidade de tetrahidrocanabinol (THC), psicoativo da maconha, na respiração de quem bafora o aparelho. De acordo com Sean Hwang, autor do estudo, o desenvolvimento do dispositivo só foi possível graças a um novo semicondutor de nanotubo de carbono, tecnologia considerada promissora no meio científico.

Caixa prorroga até o final do ano campanha para quitação de dívida


A Caixa Econômica Federal prorrogou, até o dia 31 de dezembro, a campanha Você no Azul, voltada para a renegociação de dívidas de créditos comerciais para pessoas físicas e jurídicas, informou o banco. De acordo com a Caixa, os descontos podem chegar a 90% para liquidação à vista, conforme a situação dos contratos e o tipo de operação de crédito.

Felipe Santa Rosa pode ser afastado da OAB por: Filha da puta… chefe de quadrilha… vedete…


Felipe Santa Cruz pode ser afastado da OAB.

O juiz Rolando Valcir Espanholo deu-lhe dez dias de prazo para se manifestar numa ação em que ele é acusado de comportamento incompatível com o cargo.

Segundo O Globo, “entre os 15 exemplos listados no processo há: xingar uma advogada de ‘filha da puta’ nas redes sociais; se referir a Sergio Moro como ‘chefe de quadrilha’ e a Marcelo Bretas como ‘vedete’; firmar contratos sem licitação com a Petrobras”.

“O Brasil não tem preço”, diz Bolsonaro sobre dinheiro do G7


Ao comentar a recusa de recursos oferecidos por países do G7 na ordem de 20 milhões de euros — cerca de R$ 91 milhões — para combate a incêndios na Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que o “Brasil não tem preço” e que “20 milhões ou 20 trilhões são a mesma coisa”. A declaração foi feita no Palácio da Alvorada, após reunião com o presidente do Chile, Sebastián Piñera, nesta quarta-feira (28/08/2019).

O presidente brasileiro ratificou a condição para receber ajuda dos países ricos. Bolsonaro exige do presidente da França, Emmanuel Macron, um pedido de desculpas por tê-lo chamado de mentiroso e por ter, segundo o chefe do Executivo brasileiro, ofendido a soberania brasileira sobre a floresta propondo uma “internacionalização” da Amazônia.

27 de agosto de 2019

Globo Rural: Grupo de WhatsApp contratou motoqueiros para incendiar floresta


O “Dia do Fogo”, que provocou o recorde de queimadas em Novo Progresso e Altamira, no Pará, nasceu dentro do grupo “Jornal A Voz da Verdade”, no aplicativo Whatsapp, segundo apurou a Revista Globo Rural.

O grupo tem 246 participantes ativos entre produtores rurais, grileiros, sindicalistas e comerciantes do município de Novo Progresso. Desses, 70 aprovaram os planos do “Dia do Fogo”. Esses 70 formaram outro grupo, criado pelo comerciante Ricardo De Nadai, batizado de “SERTÃO”, uma alusão ao nome de seu estabelecimento comercial (a loja Sertão Agropecuária). O novo grupo ganhou mais 10 membros e fechou com cerca de 80.

O principal objetivo deste segundo grupo (SERTÃO) era incendiar, no dia 10 de agosto, áreas de matas e terras devolutas, fazendo o fogo avançar sobre a Floresta Nacional do Jamanxim, uma reserva de 1,3 milhão de hectares conhecida pela sua rica biodiversidade. A ideia era alcançar a Terra do Meio, área de conflitos agrários na Amazônia.

No dia 10 de agosto, o “Dia do Fogo”, motoqueiros contratados pelo grupo circularam pelos distritos localizados às margens da BR-163 ateando fogo no capim seco dos acostamentos. Nessa época de seca, a vegetação das margens é combustível fácil. As chamas chegaram a interromper o trafego da rodovia em vários trechos.

O fogo se alastrou queimando cercas e ameaçando atingir as moradias. Todos que estavam em suas casas nas vilas ao redor da BR naquele dia avistaram esses homens de capacete ateando fogo. O crime foi realizado também no município vizinho de Altamira, recordista de desmatamento e queimadas do Brasil neste ano, e se estendeu até ao Distrito de Cachoeira da Serra.

Fonte: Globo Rural

Bolsonaro nega ofensa à mulher de Macron


Jair Bolsonaro disse hoje a jornalistas que não ofendeu Brigitte Macron, mulher do presidente da França, Emmanuel Macron.

“Eu não botei aquela foto. Alguém que botou a foto lá e eu falei para ele não falar besteira. Não quero levar para esse lado. Questão pessoal, familiar, eu não me meto.”

Relatório da Previdência é apresentado no Senado


O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) entregou, nesta terça-feira (27), o relatório sobre a reforma da Previdência para o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e para a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), no gabinete da presidência.

Em entrevista coletiva, ele adiantou que propôs a retirada de alguns pontos do texto da PEC 6/2019 aprovada na Câmara.

As mudanças no pagamento de Benefício de Prestação Continuada (BPC) e no valor do pagamento da pensão por morte são alguns desses pontos. A supressão das alterações dos benefícios não implica volta do texto à Câmara dos Deputados. De acordo com Tasso Jereissati, com as alterações que ele fez, a economia que a reforma gerará para o governo passará de R$ 930 bilhões para R$ 1,350 trilhão.

Tasso também sugeriu a adesão de estados e municípios às novas regras por meio de uma PEC paralela, que ainda precisará de 27 assinaturas para começar a tramitar como proposição autônoma.

26 de agosto de 2019

Victório Galli vai pagar R$ 100 mil por danos morais coletivos à comunidade LGBT


A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou recurso do ex-deputado federal Victório Galli para anular a decisão que o condenou a pagar R$ 100 mil por danos morais coletivos à comunidade LGBT.

 A decisão foi publicada nesta segunda-feira (26). No recurso, Galli alegou que a decisão da juíza Célia Vidotti, da Vara de Ações Civil Pública e Popular de Cuiabá, violou o direito da ampla defesa e do contraditório.

  “O autor reporta ter sido condenado ao pagamento de indenização decorrente de ato homofóbico, sem, entretanto, qualquer lastro probatório das acusações nos autos. Justifica que não lhe foi concedida oportunidade de prestar depoimento pessoal nos autos de origem”, diz trecho do recurso.

Cuidado com o uso do celular


A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que pelo menos 37% da população brasileira, cerca de 60 milhões de pessoas, convivem com a dor gerada pela má postura ao manusear os smartphones. O número já é mais do que a média mundial que é de 35%.

Segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), os celulares ativos já somam 230 milhões no Brasil, um crescimento de 10 milhões em comparação com 2018 .O Brasil tem mais dispositivos digitais do que brasileiros, uma média de dois smartphones, notebooks, computadores ou tablets por habitante.

Por isso, profissionais da saúde estão alertando os usuários com relação à postura ao utilizar os aparelhos. Se não for corrigida, pode gerar dor crônica e lesões que podem até precisar de cirurgia.

A ortopedista do Grupo Notedrame Intermédica, Liége Mentz-Rosano, explicou que o uso do celular faz com que a pessoa fique em uma posição viciosa, levando o pescoço a fazer uma flexão, que eleva o peso carregado pela região.

Jornada de 12/36 horas dependerá de convenção coletiva, diz CAE


A Comissão de Assuntos Econômicos aprovou mudanças nas regras para as jornadas de trabalho de 12 por 36 horas. O texto (PLS 298/2017), que seguiu para a Comissão de Constituição e Justiça, diz que a adoção da jornada dependerá de convenção coletiva. e, excepcionalmente, no caso da área de saúde, de acordo individual.

25 de agosto de 2019

Bolsonaro diz ao STF que não quis ofender pai do presidente da OAB


O presidente Jair Bolsonaro enviou ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF) dizendo que não teve a intenção de ofender ou de acusar de crime o militante Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira quando falou publicamente sobre seu desaparecimento durante a ditadura militar.

A manifestação foi feita em resposta a um pedido de esclarecimento feito pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, filho do militante. A fala de Bolsonaro que suscitou a polêmica foi: “Um dia, se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu no período militar, conto pra ele. Ele não vai querer ouvir a verdade. Conto pra ele. Não é minha versão. É que a minha vivência me fez chegar nas conclusões naquele momento. O pai dele integrou a Ação Popular, o grupo mais sanguinário e violento da guerrilha lá de Pernambuco e veio desaparecer no Rio de Janeiro”.

No ofício enviado ao STF, Bolsonaro esclareceu que atribuiu a violência ao grupo de esquerda, e não a Fernando Santa Cruz. “Como se percebe, não imputei qualquer crime ao pai do interpelante (não tendo sido apontado qualquer ato específico de violência por ele praticado) ou ao próprio requerente, sendo certo que a característica negativa a que me referi dirigia-se ao grupo e não à pessoa do pai do interpelante”.

STF nunca teve ministro processado ou afastado por crime comum ou de responsabilidade


Ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) foram alvos de 33 pedidos de impeachment nos últimos dez anos no Senado, segundo levantamento feito pela Folha, mas nenhuma das denúncias seguiu adiante.

Das três principais casas da Praça dos Três Poderes, em Brasília (Presidência, Congresso e STF), o Supremo é a única que nunca perdeu um integrante a partir de uma denúncia de crime comum ou de responsabilidade.

As delações da Odebrecht arquivadas pelo STF


Levantamento feito pelo Estadão mostra que 54 dos 80 procedimentos relacionados ao acordo de colaboração premiada fechado pela Odebrecht e que permaneceram sob a guarda do STF foram arquivados pela Corte.

Segundo o jornal, escassez de provas é o motivo mais comum para o arquivamento.

Manifestações em 83 cidades contra Lei de Abuso de Autoridade


O Vem Pra Rua e outros movimentos convocaram para este domingo manifestações em todo o país contra a Lei de Abuso de Autoridade.

São 83 cidades com atos programados, segundo levantamento da Gazeta do Povo.

Mais da metade dos suplementos usados para emagrecer é ineficaz


O Brasil, 53% das pessoas estão acima do peso, e 19,8% chegam à obesidade, segundo o Ministério da Saúde. Quem quer ou precisa emagrecer e pensa em recorrer aos suplementos alimentares pode se decepcionar.

É que um levantamento atualizado neste ano pelos Institutos Nacionais de Saúde (NIH, na sigla em inglês) norte-americanos mostra que 13 entre as 24 (58,3%) substâncias mais comuns nesses produtos têm mínimo ou nenhum efeito sobre o emagrecimento.

Foram avaliados 240 estudos. A conclusão é que suplementos à base de cafeína, por exemplo, famosos pelo efeito de acelerar o metabolismo, até podem levar a uma “possível redução modesta de peso”, mas é o máximo que atinge, já que não é consenso científico que qualquer uma das substâncias seja eficiente. Seis substâncias enquadram-se nessa categoria – o que representa 25%.

24 de agosto de 2019

MDB ‘repaginado’ prevê mais mulheres e jovens na sigla


Depois de ver sua bancada na Câmara diminuir de 65 para 51 parlamentares no ano passado, na esteira do discurso da “antipolítica”, o MDB vai promover em seu congresso, marcado para 6 de outubro, uma “repaginação” da sigla para evitar um novo encolhimento nas disputas municipais do ano que vem.

A composição das novas executivas emedebistas em todos os níveis terá, obrigatoriamente, 30% de mulheres, e o novo comando nacional da sigla será integrado majoritariamente por jovens.

Bolsonaro indica nomes para Cade e atende a senadores


O presidente Jair Bolsonaro cedeu a pressões de senadores e indicou nesta sexta-feira, 23, cinco novos nomes para integrar o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Segundo o Estadão/Broadcast apurou, pelo menos dois deles foram negociados diretamente com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) – os dos advogados Luiz Augusto Hoffmann e Lenisa Rodrigues Prado, esta última indicada para ocupar o cargo de procuradora-geral do órgão que cuida da concorrência entre empresas no País.

Além deles, Bolsonaro indicou para o conselho o também advogado Sérgio Costa Ravagnani e o economista Luiz Henrique Bertolino Braido. O atual superintendente-geral do órgão, Alexandre Cordeiro, foi reconduzido ao cargo. Todos os indicados passarão por sabatina em comissão do Senado e precisam ter seus nomes aprovados pelo plenário da Casa.

A indicação de Cordeiro foi defendida por senadores, mas, desde o início do ano, ele tem se aproximado da equipe econômica por causa de negociações de acordos com a Petrobrás. Ainda há uma vaga no conselho, que também deverá ser preenchida por indicação do Senado.

Ministro da Educação quer lançar universidades digitais


O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou nesta sexta-feira (23) que a intenção do governo é lançar um programa de universidades e institutos federais de educação digitais. De acordo com o ministro, a ideia é que boa parte da formação nessas instituições seja realizada por meio de educação à distância. A ideia ainda está em estudos no Ministério da Educação (MEC).

“O nosso projeto é sim EaD [Ensino à Distância] e a gente está preparando uma universidade federal digital e um instituto federal digital. É pra lá que a gente vai caminhar”, disse o ministro durante cerimônia para anunciar repasse para o programa Inovação Educação Conectada, voltado para levar internet banda larga a escolas das zonas rurais do país.

Caixa estuda lançar financiamento para imóveis com juro fixo


Após lançar uma linha de financiamento imobiliário corrigida pelo IPCA, índice oficial de inflação, a Caixa Econômica Federal avalia adotar taxas de juros pré-fixadas para o financiamento da casa própria. A mudança deve ocorrer até o fim do governo Jair Bolsonaro.

Moro autoriza envio da Força Nacional para combater desmatamento


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autorizou hoje (24) o uso de efetivo da Força Nacional para apoiar o Instituto Nacional do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no combate ao desmatamento ilegal no Pará e em Rondônia.

A autorização está em uma portaria assinada pelo ministro e terá validade até 31 de outubro. O efetivo que será usado na operação ainda não foi definido, segundo a pasta.

Brasil conclui testes de soro inédito para picadas múltiplas de abelha


Após dez anos de estudos e testes, o Brasil está se preparando para ser o único país do mundo a produzir o soro antiapílico – contra múltiplas picadas de abelhas.

Os pesquisadores responsáveis pelo projeto, Marcelo Abrahão Strauch, do Instituto Vital Brazil (IVB), e Rui Seabra Ferreira Júnior, do Centro de Estudos de Venenos de Animais Peçonhentos (Cevap) da Universidade Estadual Paulista, querem submeter, ainda este ano, ao Ministério da Saúde e à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os relatórios com os resultados positivos alcançados nos ensaios clínicos da primeira fase, que envolveram testes em 20 pessoas mordidas por muitas abelhas.

A fase 3 de testes será iniciada após a aprovação do ministério e da Anvisa e prevê o recrutamento de 150 a 200 pessoas que tiveram múltiplas mordidas de abelhas, atendidas em 32 hospitais pertencentes à rede nacional de pesquisa pública.

23 de agosto de 2019

Operação "Liber Pater", deflagrada pela Polícia Civil cumpre mandados também em Tangará da Serra


Onze mandados de prisão e 37 ordens de busca e apreensão são cumpridos em Mato Grosso e Tocantins na manhã desta sexta-feira (23), na Operação "Liber Pater", deflagrada pela Polícia Civil,  em conjunto com a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), contra a sonegação fiscal no comércio de bebidas quentes no Estado.

As investigações são coordenadas pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) e apura a venda de bebidas  como Velho Barreiro, Jamel e Pirassununga sem o devido recolhimento de tributos (ICMS).

Os mandados são cumpridos em Cuiabá, Várzea Grande, Pontes e Lacerda, Comodoro, Jauru, Cáceres, Mirassol D’oeste, São José dos Quatro Marcos, Figueirópolis D’Oeste, Tangará da Serra, Campo Novo dos Parecis, Primavera do Leste, Juína e Palmas (TO).

A fraude, conforme o delegado Sylvio do Vale Ferreira Júnior, adjunto da Defaz, se concretiza com a distribuição dessas bebidas aos comerciantes espalhados pelo interior do Estado, sem qualquer recolhimento de tributos.

De acordo com o delegado Sylvio, a fraude promovida pela organização criminosa foi bem estruturada ao passo que faturou aproximadamente R$ 14 milhões com a venda de bebidas quentes.

Valtenir Pereira e o ex- prefeito de Confresa, Gaspar Lazari não têm escrúpulos, segundo delegado da PF


O delegado da Polícia Federal Carlos Henrique Cotta D’Angelo afirmou que os alvos da operação Tapiraguaia – cuja 2ª fase foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (22) – não têm qualquer tipo de escrúpulos quando se trata de desviar recursos públicos.

Entre os alvos da ação, estão o ex-deputado federal Valtenir Pereira (MDB) e o ex- prefeito de Confresa, Gaspar Lazari.

À frente das investigações, o delegado lembrou que a primeira fase da operação – desbaratada em janeiro deste ano – revelou desvios de verbas federais que seriam usadas para compra de merenda para escolas de Mato Grosso e também em obras da Saúde.

O esquema

Conforme a Polícia Federal, o ex-deputado Valtenir Pereira (MDB), no período entre 2014 a 2016, teria montado um esquema em conluio com empresários e prefeitos de Confresa e Serra Nova Dourada. Segundo a PF, cerca de R$ 601 mil teriam sido utilizados para pagamento de propina.

Judiciário bloqueia R$ 1,1 milhão das contas bancárias de Franscisvaldo Pereira de Assunção


A juíza Ana Cristina Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, determinou o bloqueio de R$ 1,1 milhão das contas bancárias do ex-secretário adjunto de Administração Sistêmica da Secretaria de Estado de Educação, Franscisvaldo Pereira de Assunção.

Franscisvaldo foi preso na Operação Fake Delivery, deflagrada na última segunda-feira (19) pela Delegacia Fazendária (Defaz). A ação também cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa da ex-secretária da Pasta, a atual deputada federal Rona Neide (PT).

A Defaz tenta descobrir onde foram parar R$ 1,1 milhão em materiais que eram destinados a escolas indígenas de Mato Grosso, adquiridos em 2014.

Segundo os investigadores, Franscilvado assinou 28 notas atestando o recebimento de R$ 2 milhões de produtos. No entanto, apenas R$ 880 mil foram estocados. O restante, R$ 1,1 milhão, não foi localizado.

Privatizações vão modernizar empresas e impulsionar a economia


A Confederação Nacional da Indústria (CNI) avalia como positiva a decisão anunciada na quarta-feira (21) pelo governo federal de privatizar companhias estatais.

A privatização é o instrumento adequado para reduzir custos e modernizar as empresas, a partir da transferência de ativos do Estado para a iniciativa privada, que é reconhecida por sua eficiência e maior capacidade do que o ente público para investimentos, gestão e governança.

Maioria do STF vota pela proibição de redução de salário de servidores


A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou, nesta quinta-feira (22/8), pela proibição da redução de salários dos servidores de estados e municípios. O placar estava em 6×4 quando a sessão foi suspensa, por conta da ausência do ministro Celso de Mello, que sofre com problemas de saúde. O tema será retomado apenas com o retorno do magistrado.

Os ministros analisaram ações que tratam da constitucionalidade da compactação das remunerações caso os gastos com pessoal ultrapassarem 60% da Receita Corrente Líquida (RCL), conforme previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O artigo da lei que permite a redução temporária de salário, acompanhada de diminuição de carga horária, está suspenso desde 2002, por conta de questionamentos sobre sua constitucionalidade no STF.

Até o momento, seis dos 11 ministros entendem que esta ação fere a Constituição, que prevê a irredutibilidade das remunerações.Votaram contra as reduções: Edson Fachin, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Luiz Fux e Marco Aurélio Mello.

Informalidade do mercado de trabalho limita avanço da produtividade no Brasil


A informalidade do mercado de trabalho está limitando o avanço da produtividade brasileira.

O indicador é considerado fundamental para a melhora da atividade econômica e da renda da população, mas está estagnado nos últimos anos, o que contribui ainda mais para o quadro atual de marasmo da economia.

Pesquisa: Luciano Huck bateria Doria e Amoêdo em disputa pela Presidência


Sem definir se trocará TV por corrida eleitoral em 2022, apresentador é o candidato que mais toma votos de Jair Bolsonaro, mostra levantamento VEJA/FSB.

Um eleitor brasileiro é uma merda mesmo! Sem dúvidas. Votar num babaca como Luciano Huck.

20 de agosto de 2019

Justiça Eleitoral cassa mandatos de governador e vice de Sergipe


O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe cassou hoje os mandatos do governador Belivaldo Chagas (PSD) e da vice Eliane Aquino (PT).

Por 6 votos a 1, foram condenados por abuso de poder político e econômico, ao usar a estrutura do governo em favor de sua campanha.

Ainda cabe recurso ao TSE — enquanto não houver decisão definitiva, eles permanecem nos cargos.

Zambelli denuncia projeto de Manuela que pretende legalizar casamento entre pais e filhos (Veja o Vídeo)



Vídeo: Sniper atira em sequestrador e ação criminosa em ônibus chega ao fim na ponte Rio-Nitéroi


O sequestro de um ônibus de passageiros na ponte Rio-Niterói terminou por volta das 9h da manhã desta terça-feira, 20. O sequestrador foi atingido por um tiro de sniper e, segundo a Polícia Militar do RJ, os reféns foram liberados sem ferimentos.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o sequestrador identificou-se como policial militar e disse que estava com gasolina, ameaçando incendiar o coletivo.

Antes de o sequestro terminar, seis reféns haviam sido libertados. Os dois primeiros foram duas mulheres que passaram mal. Elas receberam atendimento médico.

Depois disso, dois homens e duas mulheres também foram liberados — uma mulher desmaiou assim que saiu do veículo. A ação criminosa começou por volta das 6h e provocou a interdição total da ponte.

Antes de ser rendido, o sequestrador chegou a sair algumas vezes do veículo: ele usa uma camiseta branca, calça preta, um boné e um lenço preto esconde parte de seu rosto.

Veja vídeo:

19 de agosto de 2019

Assessor do deputado Barranco, petista Francisvaldo Pereira de Assunção é preso em Operação da PJC


A Delegacia Fazendária Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Administração Pública (Defaz) deflagrou nesta manhã (19) a Operação Fake Delivery  que atinge os petistas Rosa Neide, deputada federal, e Valdir Barranco, estadual.

Equipes policiais estão em diversos endereços, onde devem cumprir mandados de busca e apreensão. Uma das equipes está em um condomínio de luxo na Capital, onde mora Rosa Neide.

O único alvo de prisão é um assessor parlamentar do deputado estadual Valdir Barranco (PT), Francisvaldo Pereira de Assunção. Ele foi preso por volta das 7h50 da manhã com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Posto Gil, em Diamantino (a 219 km de Cuiabá). Era adjunto de Rosa Neide, quando ela foi secretária de Estado de Educação no governo de Silval Barbosa.

O crime investigado é desvio de dinheiro da educação indígena na Seduc.

O esquema

A Defaz apura o destino de mais de R$ 1,1 milhão em materiais supostamente entregue na sede da Seduc a Francisvaldo Assunção. As informações foram remetidas à delegacia em 2017, através do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção, indicando irregularidades na aquisição de materiais escolares. Cinco irregularidades foram detectadas, entre elas justamente a falta de comprovação do destino da compra. RD News

Polícia Civil realiza buscas e apreensão na residência da deputada petista Rosa Neide


A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão preventiva e uma ordem de  busca e apreensão na Operação Fake Delivery, que apura a aquisição de materiais destinados  a escolas indígenas.

A operação foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (19) pela Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Administração Pública (Defaz).

O mandado de prisão foi expedido para o ex-secretário adjunto de Administração Sistêmica, Francisvaldo Pereira de Assunção, e as buscas e apreensão na residência da deputada federal Rosa Neide Sandes de Almeida (PT), que era secretária na ocasião da aquisição dos materiais, no final do ano de 2014.
  
O ex-adjunto foi preso com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Posto Gil, em Diamantino.

A operação apura o destino de mais de R$ 1,1 milhão em materiais “supostamente” entregues na sede da Seduc a Francisvaldo.

As informações foram remetidas à Defaz em 2017, através do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção, indicando irregularidades na aquisição de materiais escolares pela Secretaria Estadual de Educação de Mato Grosso (Seduc),  tendo como destinatário final unidades escolares indígenas, no final do ano 2014.

Cinco irregularidades foram detectadas, sendo elas: ausência de comprovação da necessidade de aquisição dos materiais de expediente para escolas indígenas no montante comprado; ausência de planejamento nas aquisições; ausência de comprovação de vantagens na adesão carona de registro de preço nº. 05/2013 – derivada do Pregão Presencial nº. 04/2013, da Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Universidade Federal de Mato Grosso – Fundação Selva; ausência de elaboração de contratos, vez que foram substituídos por ordens de fornecimento;  ausência de comprovação de destino de material de expediente no valor de R$ 1.134.836,76.
  
Segundo a Polícia Civil, elementos iniciais da análise dos processos apontam que parte dos materiais escolares foram entregues no setor de patrimônio da Seduc, correspondente ao valor de R$ 884.956,48 (direcionados à comunidades indígenas, campo e quilombola) e que o montante de R$ 1.134.836,76 em material foi “supostamente” entregue diretamente na sede da Seduc a Francisvaldo, sem que restasse evidenciado o destino desse volume expressivo de mercadoria.

O recebimento das mercadorias diretamente por Francisvaldo sem a identificação de entrega no setor de patrimônio, foi ratificado por provas testemunhais e documentais, segundo a Polícia Civil.

Conforme a Polícia, na investigação ainda há outro indicativo de que os materiais foram adquiridos já com o propósito de desviar o patrimônio público, uma vez que o próprio coordenador da Coordenadoria de Educação Escolar Indígena declarou que não lhe foi solicitado qualquer tipo de informação.

Os investigadores afirmam que cada recebimento irregular teria consumado um crime de peculato, ocorrendo, assim, 28 atos que indicam o delito em continuidade delitiva.

As testemunhas ouvidas indicaram que a aquisição seria uma determinação da então secretária, a deputada federal Rosa Neide Sandes de Almeida. Ela prestou depoimento na Delegacia Fazendária, onde os policiais detectaram contradições, o que motivou o pedido de busca e apreensão contra ela.

A Polícia Civil destaca que Francisvaldo atualmente está cedido à Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, mas não há indicativo de participação de qualquer deputado estadual na investigação em andamento.

A apuração dos desdobramentos será concluída em autos complementares, com a finalização do inquérito policial em relação ao investigado preso preventivamente, que já responde a um processo por peculato tentado.

Após o cumprimento da prisão, o preso será encaminhado à juíza Ana Cristina Mendes, da Sétima Vara Criminal da Capital, que decretou a prisão preventiva.
  
A investigação é coordenada pelos delegados Luiz Henrique Damasceno e Lindomar Tofoli.

Ao todo, participam da operação 20 Policiais, sendo 4 delegados, 2 escrivães e 14 investigadores.

Caixa deve anunciar na 3ª crédito imobiliário corrigido pela inflação


A Caixa deve lançar na terça-feira (20) uma nova modalidade de crédito imobiliário, vinculada ao IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). O índice mede a inflação oficial do país.

O presidente da instituição, Pedro Guimarães, já vinha adiantando que o anúncio seria feito em breve, mas a data foi confirmada em live nas redes sociais na 5ª feira (15.ago) ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

1.029 cidades podem ficar sem repasses federais por não prestarem contas


Reportagem publicada nesta segunda-feira (19) pelo jornal Valor Econômico mostra que 1.029 cidades não entregaram os dados financeiros para o Tesouro Nacional fazer os relatórios e demonstrativos da Lei deResponsabilidade Fiscal. Isso significa que todos elas estão sujeitas ao bloqueio de transferências voluntárias da União.

O prazo já havia sido prorrogado por duas vezes. Agora, esses municípios foram inscritos como inadimplentes no Cauc (Serviço Auxiliarde Informações para Transferências Voluntárias), o que impede a celebração de convênios com o governo federal e a contratação de operações de crédito.

16 de agosto de 2019

Lei de abuso de autoridade tem alvo muito bem definido


A lei de abuso de autoridade, pelo texto aprovado ontem à noite na Câmara, define crimes de abuso de autoridade cometidos por servidores públicos e membros dos três poderes da República, do Ministério Público, dos tribunais e conselhos de contas e das Forças Armadas.

Essa amplitude de alcance é um dos principais argumentos de quem defende a lei e alega não haver revanche contra a Lava Jato e o combate aos chamados crimes de colarinho branco.

É mais uma falácia.

Na prática, os tipos penais descritos só poderão ser aplicados a juízes, policiais e integrantes do Ministério Público, que são quem prende, algema, processa e investiga.

PRF determina suspensão e recolhimento de radares móveis nas estradas federais


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) determinou nesta quinta-feira que “todos os gestores e servidores” suspendam o uso e recolham “equipamentos medidores de velocidade estáticos, móveis e portáteis”.

Em nota encaminhada à imprensa, a PRF informa que a determinação vale até que o Ministério da Infraestrutura conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas.

A determinação ocorre no mesmo dia em que um despacho do presidente Jair Bolsonaro, com o mesmo teor, foi publicado no Diário Oficial da União.

Conforme o comunicado da PRF, estão revogados atos administrativos sobre a atividade de fiscalização eletrônica de velocidade em rodovias e estradas federais. Os policiais rodoviários também deverão rever normas internas sobre a atividade de fiscalização de trânsito quando a cargo da PRF.

WhatsApp terá idade mínima necessária para acessar o aplicativo


Aqueles que já possuem o aplicativo, mas não atendem à idade mínima imposta, serão banidos do aplicativo

O WhatsApp está trabalhando em recurso que impõe uma idade mínima necessária para acessar o aplicativo. Segundo informações do WABEtainfo, menores de 13 anos não poderão criar uma conta no app de mensagens, e aqueles que já a possuem, mas não atendem ao novo requisito, serão banidos. Na Europa, o limite será de 16 anos.

56% dos inadimplentes não pretendem fazer novas compras após quitar dívidas


Uma Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (15) mostra que 56% dos inadimplentes não pretendem fazer novas compras, mesmo após quitar dívidas. Só 18% pretendem voltar a consumir mais. Os outros 26% não souberam responder.

O levantamento ouviu 1.000 pessoas por meio de questionário eletrônico ao longo do 1º semestre de 2019. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.

O fim do Disque Denúncia


Se for sancionada por Jair Bolsonaro, a nova Lei de Abuso de Autoridade deverá tornar inúteis denúncias anônimas feitas por telefone à polícia.

Será crime abrir uma investigação sem indícios de atos ilícitos. O delegado que fizer isso estará sujeito a pena de 6 meses a 2 anos de prisão.

Ocorre que, em geral, o Disque Denúncia recebe relatos de crimes, sem que necessariamente o denunciante apresente indícios, que são meios para obter provas, o que só é feito na própria investigação.

A lei prevê que não haverá crime do delegado se for aberta uma “investigação preliminar sumária, devidamente justificada”.

Funcionário falso, tiro e ato obsceno são crimes no dia a dia da Câmara Federal


De 1º de janeiro de 2015 a 3 de junho de 2019, a polícia legislativa da Câmara dos Deputados registrou 778 crimes. Entre eles, nada de corrupção ou lavagem de dinheiro, tipificações comuns no noticiário político. No tapete verde, por onde circulam em média 18 mil pessoas por dia, o maior número de registros tipificados são os de furtos. Foram 59 no período, segundo dados obtidos pela reportagem por meio da Lei de Acesso à Informação.

O número pode ser maior, uma vez que há 468 crimes não tipificados e registrados nos boletins da Casa apenas como “em apuração”. Não é a única modalidade de delito no prédio. Há boletins de ocorrência por importunação ofensiva ao pudor, disparo de arma de fogo, fingir-se de funcionário público, fraude bancária, lesão corporal, posse de drogas e até “possível prática de prostituição”.

Apesar disso, quem passeia pelo Congresso vê uma sensação de segurança: bolsas e mochilas são espalhadas pelo tapete do salão verde, computadores de jornalistas ficam largados nos balcões de comissão enquanto os repórteres correm atrás de entrevistados, e celulares de deputados ficam desassistidos sobre as mesas do plenário.

15 de agosto de 2019

Romolado Júnior pede os direitos políticos por 3 anos


O deputado estadual Romoaldo Júnior (MDB) foi condenado em uma ação por improbidade administrativa à perda dos direitos políticos por três anos e ao pagamento de R$ 78 mil aos cofres públicos.

A decisão é da juíza Janaína Rebucci Dezanetti, da Terceira Vara Cível de Alta Floresta (a 800km de Cuiabá).

Ainda é réu na ação penal, e também foi condenado às mesmas sanções, o empresário Milton Valentin da Silva. A decisão, desta segunda-feira (12), ainda cabe recurso.

Conforme os autos, quando prefeito do Município em 2002, Romoaldo contratou e pagou a empresa de Milton, mediante licitação, para a construção de uma cozinha e refeitório na Escola Municipal Benjamin de Pádua.

Ocorre que, segundo as investigações, a construção do refeitório só foi concluída dois anos após o fim da Gestão de Romoaldo, em 2006.


Taxas de cartórios só poderão ser modificadas com nova lei


Qualquer cidadão que já precisou emitir a escritura de um imóvel já deve ter se questionado o porquê dos valores serem tão altos. O próprio setor imobiliário já se manifestou relatando que nos cartórios potiguares essas taxas chegam a ser o dobro do que é cobrado em outros estados.

Contudo, essa realidade não deve ser alterada de forma tão simples. É preciso que o Tribunal de Justiça do Estado (TJRN) encaminhe lei à Assembleia Legislativa para alterar as taxas vigentes e o que acontece é apenas a atualização dos valores, por meio de Leis Complementares. Os altos valores se devem à composição dessas taxas que não ficam apenas para os cartórios, mas são rateadas para o próprio TJRN, Ministério Público e Procuradoria do Estado. Além disso, incidem ainda impostos municipais.

Comissão no Senado criminaliza desafios como o da boneca Momo


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou hoje (14) o Projeto de Lei (PL) 847/2019, que prevê pena de um a quatro anos de reclusão mais multa, para quem induzir, instigar, constranger ou ameaçar alguém, por meio da internet, para que este pratique ato prejudicial a sua saúde, integridade física ou psíquica ou sua vida.

Se aprovado, o PL criminaliza iniciativas como os desafios da boneca Momo e o chamado Jogo da Baleia Azul, disseminados em redes sociais e que podem estar relacionados a casos de suicídio de adolescentes no mundo.

Aprovada punição para uso de algemas em preso quando não houver resistência


O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou o destaque do Podemos ao projeto sobre crimes de abuso de autoridade (PL 7596/17).

O partido pretendia excluir do texto o artigo que tipifica como abuso de autoridade o uso de algemas em preso quando não houver resistência à prisão ou ameaça de fuga. A pena é de detenção de 6 meses a 2 anos e multa.

Senadores se armam para sabatina de Eduardo Bolsonaro para embaixada


O senador Nelson Trad (PSD-MS), que preside a Comissão de Relações Exteriores, onde Eduardo será sabatinado, fez um levantamento de todas as pessoas que já foram indicadas para embaixadas e não eram diplomatas de carreira. Encontrou 13 nomes.

Na lista estão o banqueiro Walther Moreira Salles, que foi embaixador em Washington no governo de Getúlio Vargas, o ex-governador do Rio Amaral Peixoto, que ocupou o mesmo cargo no governo de Juscelino Kubitscheck, e Lutero Vargas, filho de Getúlio, que foi embaixador em Honduras no governo de João Goulart.

Ele listou também casos da história recente: Delfim Netto foi embaixador em Paris no governo de Ernesto Geisel; o ex-governador do DF José Aparecido foi embaixador em Lisboa no governo de Itamar Franco —que, por sua vez, representou o Brasil na OEA na gestão de Fernando Henrique Cardoso e foi embaixador em Roma no governo Lula.

14 de agosto de 2019

Estados gastaram R$ 101 bilhões para cobrir rombo da Previdência


O Tesouro infirmou hoje que o gasto total dos estados para cobrir o rombo com a Previdência foi de R$ 101,3 bilhões em 2018.

O déficit registrou um aumento de 8% em relação ao ano anterior.

“Tal crescimento é indicio do problema da insustentabilidade dos regimes de Previdência estaduais, tendo em vista o consumo cada vez maior de recursos financeiros, que poderiam estar sendo direcionados para atender e ampliar os serviços básicos exigidos pela sociedade”, diz o comunicado do Tesouro.

Ainda de acordo com o boletim, “a inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência é fundamental para a trajetória de equilíbrio fiscal”.

Após relator enxugar o texto, MP da Liberdade Econômica é aprovada na Câmara


O plenário da Câmara dos Deputados aprovou às 23 horas desta terça-feira (13) a MP da Liberdade Econômica por 345 votos a 76.

A medida provisória traz uma série de ações para reduzir a burocracia do Estado sobre os empreendedores, e também muda alguns poucos artigos da lei trabalhista.

Os deputados ainda vão analisar destaques que podem mudar o texto. Mesmo com a MP da Liberdade Econômica aprovada na Câmara, a medida ainda precisa pelo Senado até o dia 27 deste mês para não caducar.

1.226 casos de sarampo confirmados no Brasil


O Ministério da Saúde contabilizou até o momento 1.226 casos de sarampo entre 12 de maio e 3 de agosto.

Do total, 1.220 estão concentrados em São Paulo, 4 no Rio de Janeiro, 1 na Bahia e outro, no Paraná. Há ainda outros 6.678 casos sob investigação.

Desde o início do ano, foram confirmados 1.322 pacientes com a infecção, 95% dos quais nos quatro Estados que atualmente estão em situação de surto, informa a agência UOL.

Por causa do avanço de casos, o Ministério da Saúde montou na semana passada um comitê encarregado de acompanhar diariamente a situação em todo o Brasil, o primeiro estágio para que a decretação de estado de emergência seja realizada.

A estratégia atual do governo Jair Bolsonaro é realizar vacinações de bloqueio, em que pessoas que tiveram contato com suspeitos de ter a infecção são imunizadas.

13 de agosto de 2019

Tirar print de conversas no WhatsApp e compartilhar é crime


Você costuma tirar print de conversas privadas ou em grupos e compartilhar as imagens com outras pessoas de fora daquele ambiente virtual? Saiba que essa prática é considerada criminosa e pode acarretar em pena de um a seis meses de detenção ou ainda em multa.

“Divulgar alguém, sem justa causa, conteúdo de documento particular ou de correspondência confidencial, de que é destinatário ou detentor, e cuja divulgação possa produzir dano a outrem: Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa”, destaca o Artigo 153 do Código Penal Brasileiro.

E não são raros os casos de condenação por esse motivo. Em 2018, um diretor do Coritiba, time de futebol do Paraná, foi condenado a pagar R$ 5 mil, para cada membro de um grupo de WhatsApp, após vazar as conversas privadas.

PSL expulsa Frota


A direção nacional do PSL decidiu hoje, por unanimidade, expulsar Alexandre Frota do partido. A justificativa é de que o deputado descumpriu as diretrizes partidárias ao se abster na votação da reforma da Previdência em segundo turno.

11 de agosto de 2019

Tenente-coronel Neto será o novo comandante do Corpo de Bombeiros de Tangará da Serra

Ten. Cel. Neto com o filho e o blogueiro Dorjival Silva

A partir do dia 7 de setembro, a 3ª Companhia Independente do Corpo de Bombeiros de Tangará da Serra, terá o tenente-coronel José Neto da Silva Lima como seu novo comandante.

O ten. Cel. Neto me deu a notícia em um momento em que conversamos na quinta-feira, dia 9, nesta cidade.

Ele deixa o comandando da 14ª Companhia de Juína, cidade noroestana de Mato Grosso.

Dorjival Silva recebido por parlamentares na presidência da Câmara de Brasnorte


Dorjival e Betinho
Na manhã da sexta-feira, 09, tomei um café com o presidente Betinho Bazzan, da Câmara de Vereadores de Brasnorte. O parlamentar me recebeu em seu gabinete. Também a convite do presidente e do vereador tesoureiro Nedio capellari, conheci as reformas e ampliações realizadas recentemente na sede do Legislativo. A Câmara está completa. Meus parabéns! Abraço caros amigos. Obrigado pela excelente recepção!
Pres. Betinho, blogueiro Dorjival Silva e vereador Nédio da Palmassola


Brasil não precisa de ‘grana’ de outros países para proteção da Amazônia, diz Bolsonaro


Como registramos, a Alemanha vai suspender verbas para projetos de proteção à Amazônia enviados ao Brasil pelo Ministério do Meio Ambiente alemão.

Hoje, Jair Bolsonaro comentou sobre o assunto e afirmou que o Brasil não precisa do dinheiro de países estrangeiros para proteger a floresta.

“Investir? Não vai mais comprar a Amazônia. Vai deixar de comprar à prestação a Amazônia. Pode fazer um bom uso dessa grana. O Brasil não precisa disso”, disse.

Questionado sobre como ficaria a imagem do Brasil com a suspensão do financiamento, Bolsonaro respondeu:

“Já dei minha resposta. A imagem do Brasil? Você acha que grandes países estão interessados na imagem do Brasil ou em se apoderar do Brasil?”

7 de agosto de 2019

Deputados de MT que mais faltam às sessões no Congresso Nacional

Os deputados federais Carlos Bezerra, José Medeiros e Rosa Neide


Os deputados federais Carlos Bezerra (MDB), José Medeiros (Podemos) e Rosa Neide (PT) foram os parlamentares mato-grossenses com maior número de faltas no primeiro semestre deste ano. O levantamento foi divulgado nesta semana pelo site Congresso em Foco.

Ao todo, Bezerra teve 11 ausências em sessões, enquanto Medeiros teve 9 e Rosa Neide 8.

Em seguida, aparecem Nelson Barbudo (PSL), com 6 faltas; Juarez Costa (MDB) e Valtenir Pereira (MDB), com 3; Emanuel Pinheiro Neto (PTB), com duas; e Leonardo Albuquerque (SD) e Neri Geller (PP) com uma falta.