1 de julho de 2019

Distrito São Joaquim: um bairro com cara de cidadezinha do interior

Por Diário de Tangará

Localizado a cerca de 20 km da cidade de Tangará da Serra, na região da Serra Tapirapuã, o Distrito São Joaquim já passa de 50 anos de existência. A comunidade de meio século é formada por pessoas de vários estados brasileiros. Nordestinos, mineiros, paulistas, paranaenses e nativos.

Não há números precisos da quantidade de habitantes do lugar. Mas, moradores garantem que não seriam menos de mil pessoas, contando as residentes nas áreas urbana e rural.

Cercado por grandes plantações de lavouras, o Distrito São Joaquim tem em sua área grandes fazendas que mantém silos para secagem de sementes, oficinas especializadas, criação bovina, diversos aviários, pequenas indústrias e outras atividades rurais que geram emprego para a região.

Muito sofrido no passado, onde pouco ou quase nada se investia no perímetro urbano, hoje o Distrito vive nova realidade. São Joaquim aos pouco vem ganhando cara de cidadezinha do interior.

Nos últimos 10 anos, seus moradores ganharam uma escola estadual com quadra poliesportiva novinha em folha do governo do estado. Pavimentação asfáltica de qualidade com embelezamento e mais qualidade de vida para a população que deixou de sofrer com a poeira comum do tempo de seca e da lama no tempo chuvoso.

O posto de saúde que não recebia  nenhum benefício havia mais de 15 anos, recebeu reforma e regularidade da presença médica todas as segundas-feiras.

São Joaquim também tem uma creche para atendimento à crianças dos anos iniciais, benefício que contribui muito com as famílias do bairro. Tem áreas para esportes e lazer, como campo de futebol gramado, ginásio poliesportivo e locais apropriadas para práticas de rodeio profissional.

O comércio do Distrito é bem pequeno, mas já há pequenos mercados, bares, lanchonetes e sorveteria.

Agradável mesmo são as igrejas cristãs instaladas na comunidade. São pelo menos quatro para confortar espiritualmente os corações de seus membros.

São Joaquim ganhou recentemente um grande benefício contra a poeira e riscos de acidentes, com a retirada do tráfego de veículos, que por décadas passavam pela avenida principal, e hoje trafegam por uma estrada vicinal por fora da comunidade.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – Dorjival Silva que é jornalista e professor, morador há nove anos no Distrito, diz que todos os benefícios que vieram para o lugar foram muito importantes. Mas, no momento a prioridade das prioridades seria a regularização fundiária da área. “Os moradores desse Distrito precisam da documentação de seus imóveis", disse.

Dorjival Silva disse que recentemente ouviu do prefeito Fábio Martins Junqueira (MDB) que um decreto assinado por ele já estaria no cartório de imóveis da cidade com os primeiros passos do processo que conduzirá à regularização fundiária aguardada há meio século pelos moradores do lugar.

Veja agora uma sequencia de imagens que mostram como é hoje o histórico São Joaquim!


Sinalização - pela avenida não passa carro de carga
Avenida Sete de Setembro - mão dupla pavimentada 
Uma das entradas principais do Distrito - Placa indica que município pavimentou cerca de 15 mil metros quadrados com investimento de R$ 634.000,00 (seiscentos e trinta e quatro mil reais)
Avenida Sete de Setembro - mão dupla, planejada, arborizada e sinalizada

Pavimentação de qualidade - asfalto feito há dois anos permanece do mesmo jeito
Ruas asfaltadas e com meio fio 
Templo da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - lugar de conforto espiritual para a comunidade
Templo da Igreja Católica - com pracinha à frente
Templo da Igreja Congregacional Cristã - frequentado por parte da comunidade
Posto de Saúde do São Joaquim. Havia 15 anos que este logradouro não recebia sequer uma mão de tinta. A gestão atual o reformou e sistematizou a presença médica todas as segundas-feiras
Campo de futebol gramado da comunidade. Local para constantes campeonatos
Quadra poliesportiva - apoio ao esporte da juventude e espaço para realizações de eventos sócio-culturais
Espaço de lazer da comunidade - onde ocorre rodeio profissional todos os anos no mês de agosto
Creche para atender crianças de até 5 anos - oportunizando mais tempo para as mães desenvolveram com mais tranquilidade seus afazeres diários
Escola Estadual Antônio Hortolani - Uma das mais novas e modernas unidades escolares do município de Tangará da Serra
Entrada da Escola estadual. Veículos novos dos educadores

Descoberta a farsa do IntercPT - Vídeo


GRAVE: A PF precisa investigar quem está invadindo, gravando, editando e montando mensagens para beneficiar Lula e anular a Lava Jato!


Escute e Conclua!