31 de janeiro de 2020

Proposta reduz jornada semanal de trabalho do brasileiro de 44 para 36 horas


A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 221/19 reduz de 44 para 36 horas a jornada semanal do trabalhador brasileiro. A redução terá prazo de dez anos para se concretizar.

O texto, do deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), tramita na Câmara dos Deputados.

Com a medida, o parlamentar espera atacar o desemprego no País. “Em vários países, a redução da jornada de trabalho sem redução salarial tem sido discutida como um dos instrumentos para preservar e criar empregos de qualidade e possibilitar a construção de boas condições de vida”, afirma.

Rogério Marinho na Casa Civil de Bolsonaro


Paulo Guedes articula o nome de Rogério Marinho para a vaga de Onyx Lorenzoni, diz a Veja.

Não é uma surpresa.

Como mostrou a reportagem de capa da Crusoé, os aliados do chefe da Casa Civil, ao menos os que ainda dão as caras, atribuem a Paulo Guedes e a integrantes da ala militar a articulação para implodi-lo.

O Antagonista

Após duas semanas de casado, ugandense descobre que a esposa é homem


Mohammed Mutumba, da Uganda, disse que pensou ter se casado com uma mulher, chamada Swabullah Nabukeera.

O homem alegou não rer tido nenhum tipo de intimidade com a "moça", desde o casamento. É que ela sempre lhe dizia estar menstruada.

Mutumba comentou não fazer ideia que sua "esposa" era na verdade um homem.

A imprensa local, em Kayunga, disse que o rapaz tentou se passar por mulher e se casar com Mutumba para depois furtar um dinheiro que este tinha.

Casal de lésbicas é preso por matar família carbonizada.


Crime ocorreu na cidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo.
Flávia Menezes Gonçalves e a companheira Carina Ramos são acusadas de triplo homicídio. As duas estão presas.

50% dos casos de trabalho escravo em MT em 2019 foram registrados em Tangará da Serra.


Um total de 256 denúncias de trabalho escravo foram registrados entre os anos de 2017 e 2019, em Mato Grosso. De acordo com a Subsecretaria da Inspeção do Trabalho (SIT), o estado resgatou 28 pessoas em situação análoga à escravidão em 2019.

Metade dessas pessoas foram resgatadas em Tangará da Serra. Deixe seu comentário

"Foi tanto corte em 2019 que acabei cortando até o dedo", disse o governador de Mato Grosso


O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) disse em tom de brincadeira que realizou tantos cortes de despesas no ano passado que acabou por cortar o próprio dedo.

Como se sabe, nas festas de fim de ano, o governador sofreu um corte no dedo mínimo da mão direita. A princípio ele não deu muita importância ao ferimento, mas, ao sentir dificuldade nos movimentos, resolveu fazer uma cirurgia.

Malandragem na selva: Após identificar "falso índio", PF fará devassa em "RGs indígenas"


Mas era só o que faltava acontecer. Uma galera esperta lá do Amazonas resolveu se intitular indígena para ser, naturalmente, beneficiada com os favores do Estado e das Leis.

O Registro Administrativo de Nascimento de Índios (RGs Indígenas) está sob suspeita.

Vejam Isso: de uma média de 159 registros de 2000 à 2007, o número passou para 1.143 no período de 2008 à 2011. Salto de 619%.

A PF investiga para saber quem são os espertalhões da selva.

A ditadura da beleza magra acabou! A moda agora é assumir as curvas!


Sei que estou entrando numa seara bem delicada. Longe mesmo de meus afazeres profissionais. Mas minha opinião sobre esse assunto é que uma mulher para ser BONITA independe dela ser magra ou um pouco acima do peso (gordinha).

Pra mim, uma pessoa é BONITA quanto tem caráter, elegância e se esforça para ser inteligente, diria, um pouco acima da média. Ser gordinha ou magrinha, é uma questão de saúde, não de beleza ao meu ver. Magra ou com uns quilinhos a mais, toda MULHER é bela.

28 de janeiro de 2020

Grupo de Ricardo Coutinho espionava investigadores


O Ministério Público acusa organização liderada por Ricardo Coutinho, ex-governador da Paraíba, de estar à frente de um esquema de “arapongagem” contra os investigadores da Operação Calvário.

A acusação foi feita em um pedido de renovação da prisão temporária do grupo de Coutinho feito à Justiça da Paraíba.

No documento, o MP paraibano também afirma que a organização criminosa teria usado policiais civis e militares para escoltar dinheiro e ameaçar quem atrapalhasse os interesses dos investigados.

Ministério da Saúde confirma primeira suspeita de coronavírus no Brasil


O Ministério da Saúde confirmou, nesta terça-feira (28/1), um caso suspeito de coronavírus no Brasil. A suspeita é de uma estudante de 22 anos que esteve na cidade de Wuhan, na China, e retornou ao Brasil na última sexta-feira (24/1). De acordo com a pasta, este é o único caso no Brasil que é considerado suspeito do novo vírus.

Segundo o Ministério postou numa rede social, o estado de saúde da paciente é considerado “bom” e que ela está em “isolamento”.

De 3 a 27 de janeiro, o Centro de Informações Estratégicas e Resposta de Vigilância em Saúde (CIEVS) Nacional analisou 7063 rumores, sendo que 127 exigiram verificação por meio de exames.  “Não há evidências de que o vírus está circulando no Brasil”, informou o ministro em coletiva de imprensa.

24 de janeiro de 2020

Ministros do STF querem que liminar de Fux sobre juiz das garantias vá logo ao plenário


Integrantes do STF (Supremo Tribunal Federal) se movimentam para que a decisão liminar (provisória) do ministro Luiz Fux que suspendeu, por tempo indeterminado, a implantação do juiz das garantias seja apreciada pelo plenário em breve.

Magistrados e auxiliares da corte consultados reservadamente nesta quinta-feira (23) relembraram que liminares de Fux sobre o auxílio-moradia ficaram vigentes por cerca de quatro anos, de 2014 a 2018.

Elas acabaram revogadas pelo próprio ministro, após o Executivo conceder reajuste para a magistratura, sem que o plenário chegasse a analisar o tema —o que disseram esperar que não se repita.

Novo portal do Sisu deve gerar economia de R$ 25 milhões em cinco anos


O novo portal do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) deve gerar uma economia de até R$ 25 milhões para o governo federal nos próximos cinco anos. A avaliação é do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para quem a iniciativa também vai auxiliar na realização da versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A aplicação do exame será opcional e a estimativa inicial é de 50 mil participantes, podendo chegar aos 100 mil. O novo portal tem um sistema responsivo que concentra as informações na nuvem, tecnologia que possibilita acessar arquivos e executar diferentes tarefas pela Internet, sem a necessidade de instalar aplicativos no computador.

Site da Câmara dos Deputados ocultou mais de 2 mil faltas de deputados


Mais de 2 mil ausências parlamentares em sessões plenárias ocorridas ao longo de 2019 ficaram “escondidas” no site da Câmara dos Deputados. Admitida pela Casa, que alegou “problemas técnicos”, a falha fez com que o total de faltas publicadas no perfil de cada deputado fosse 21% menor que o número real. De acordo com o regimento do Legislativo, ausências não justificadas podem levar a punições que vão de descontos no salário à perda do mandato.

O jornal O Estado de S. Paulo chegou a esse porcentual comparando as informações publicadas pela Câmara em áreas distintas de seu site. Uma das possibilidades é pesquisar a assiduidade no perfil do deputado, em que aparece o número de presenças, de ausências e de ausências justificadas. O outro caminho é no link que direciona para um relatório mais detalhado Nele, consta se o deputado esteve presente ou ausente em cada sessão. A lista também informa, se for o caso, a justificativa da ausência, como motivo de saúde.

23 de janeiro de 2020

MPE e MPF fazem cerco contra propaganda fora do prazo em MT


De olho nas eleições de 2020, para uma vaga de senador e municipais, o Ministério Público do Estado se reuniu com o Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral em Mato Grosso, para debater e alinhar estratégias de atuação nos pleitos, com foco em especial na propaganda fora do período eleitoral.

 O encontro ocorreu na tarde de quarta-feira (22), na sede do MPF em Cuiabá, quando foi apresentado um histórico das eleições de 2018, discutidos os preparativos e traçado um panorama para as duas eleições deste ano, além de propostas de atuação. 

Mato Grosso terá dois períodos eleitorais este ano. A eleição suplementar para um cargo de senador e respectivos suplentes será no dia 26 de abril, enquanto as eleições municipais para escolha de prefeitos e vereadores estão marcadas para os dias 4 e 25 de outubro.

Secretário contrata empresa por R$ 18,8 milhões para auxílio escolar


O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos, acaba de contratar, por R$ 18.835.262,40, a Conviva Serviços e Gestão de Mão de Obra.


 Segundo o contrato Nº 003/2020, a empresa fará a cessão de mão de obra de auxílio e apoio aos alunos que apresentem limitações motoras, deficiência ou problemas de ordem cognitivas e outras, nas escolas municipais.

 A vigência do contrato é de 12 meses; cada mês de serviço custará mais de R$ 1,5 milhão.


22 de janeiro de 2020

Bolsonaro após almoço com Regina Duarte: ‘Noivado continua’




Após receber Regina Duarte nesta quarta-feira para um almoço em Brasília, Jair Bolsonaro compartilhou no Instagram uma foto com a atriz. Na legenda, o presidente afirmou que “o noivado continua”. Até agora, Regina ainda não definiu se aceitará o convite para ser Secretária da Cultura.

Cresce a aprovação ao presidente Bolsonaro


A 145ª Pesquisa CNT de Opinião, realizada em parceria com o Instituto MDA, de 15 a 18 de janeiro de 2020, mostra os índices de popularidade do governo e pessoal do presidente Jair Bolsonaro e faz uma avaliação do primeiro ano de governo.

A aprovação ao presidente Bolsonaro cresceu de 41% para 47,8% nos últimos cinco meses, segundo pesquisa. E a reprovação do governo teve queda, de 53,7%, em agosto, para 47%, em janeiro.

A pesquisa concluiu ainda que os dados indicam expectativas positivas de melhora do país.

Foram realizadas 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Consumidores de todo o país podem consultar linhas pré-pagas pelo CPF


A partir desta quarta-feira(22), os usuários de todo país podem consultar as linhas pré-pagas e verificar a possibilidade de cadastros indevidos. A consulta feita por meio do CPF que já estava valendo para os consumidores das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, também será estendida aos clientes de telefonia móvel das regiões Sul e Sudeste.

As empresas de telecomunicação brasileiras disponibilizaram, em parceria com a Anatel, um site para que o usuário possa consultar. O consumidor da linha pré-paga que quiser fazer consulta para verificar a ocorrência de fraudes com linhas associadas indevidamente ao seu CPF deve acessar o portal.

 A consulta vale para os celulares das prestadoras: Algar, Claro, Oi, Sercomtel, TIM e Vivo. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a medida vai possibilitar ao consumidor verificar a linha pré-paga em seu nome. Caso contrário o usuário pede o cancelamento.

Morre o dono da Cachaça Pitú




Faleceu aos 91 anos, nesta quarta-feira (22), Aluísio Ferrer de Morais, um dos diretores do Engarrafamento Pitú e filho do sócio-fundador da empresa, Severino Ferrer de Morais.

Ele estava internado há um ano no Hospital Português, no Recife, e apresentava um quadro de complicações pulmonares.

17 de janeiro de 2020

Juiz Walter Tomaz da Costa, critica ação por causa de refrigerante: "As pessoas têm perdido a noção"


O juiz Walter Tomaz da Costa, do Juizado Especial Cível e Criminal de Sinop, não poupou palavras para criticar uma ação por danos morais movida por um morador contra uma churrascaria do município por não fornecer refrigerante de dois litros.

Ao negar o pedido de indenização, o magistrado afirmou que “as pessoas têm perdido a noção de relacionamento interpessoal, comercial e às vezes até social” e ressaltou o quanto ações a respeito de coisas tão banais ajudam a atravancar o já tão moroso sistema judiciário.

“Uma questão de oito reais, no máximo, segundo o promovente, gerou o movimento judicial por um capricho que beira à desocupação ou intuito de locupletamento ilícito”, afirmou.

“Sensibilidade exacerbada ou oportunismo desmedido que não deveria ocupar o assoberbado Poder Judiciário com risíveis quizilas, malgrado pleonasmo, que não remete a qualquer aporia. Em vez de elevar, impossível não vislumbrar picuinhas e vileza quando na situação recomendaria serenidade e nobreza. Seja como for, cada um é do tamanho que sua imagem projeta, de acordo com o seu portar”, completou.

Governador de MT e família estão na capa da Revista Caras



O governador de Mato Grosso Mauro Mendes (DEM), a primeira-dama Virgínia Mendes e seus filhos estão na capa da Revista Caras, que começa a circular nesta sexta-feira (17).

Na chamada, a revista diz que contará a história de “amor e superação” do governador de Mato Grosso. 

Mendes divide a capa da revista com o príncipe de Inglaterra Harry e sua mulher, Meghan Markle, que irão se afastar de suas funções na família real.

Veja a capa:


13 de janeiro de 2020

Câmara votará PEC que acaba com foro privilegiado




O fim do foro especial para crimes comuns cometidos por todas as autoridades do país, inclusive juízes e integrantes do Ministério Público, voltará à pauta do Congresso em 2020. Na tentativa de destravar o tema, que virou os últimos dois anos sem ser votado na Câmara, parlamentares negociam uma mudança na proposta inicial: incluir o impedimento ao juiz de primeira instância de decretar medidas cautelares contra políticos, como prisão, quebra de sigilo bancário e telefônico e ordem de busca e apreensão.

A opção seria uma forma de proteger os parlamentares dos novos responsáveis pelas investigações hoje supervisionadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Líderes argumentam que a restrição se justifica para evitar “ativismo” dos juízes de primeira instância.

Samba-enredo da Mangueira mostra que Jesus não estaria ao lado da intolerância




É dessa forma, em primeira pessoa, que o samba-enredo da Estação Primeira de Mangueira deste ano levará Jesus Cristo para a avenida. Com o título A Verdade vos Fará Livre, a composição provoca, mas foge do panfletário, ao colocar na letra uma verdade que parece tão óbvia e simples quanto esquecida: Cristo defendeu a igualdade, o fim da opressão, os pobres, desvalidos, julgados e criminalizados.

Após um 2019 de sucesso na Sapucaí, com um enredo que homenageava os esquecidos pela história brasileira, o espírito do barracão é taxativo: ninguém na comunidade duvida da força política do Carnaval. Manu da Cuíca, umas das compositoras por trás da narrativa poética que levou o título no ano passado, coloca novamente seu nome na história da escola.

12 de janeiro de 2020

Caiu da Rede!

Milhares vão às ruas após Irã assumir culpa de queda de avião


Um grupo de manifestantes iranianos pediu, neste sábado (11/01/2020), a saída do líder supremo do país, aiatolá Ali Khamenei. O protesto ocorre após autoridades do Irã assumirem a autoria do ataque que derrubou um avião ucraniano e matou 176 pessoas na última quarta-feira (08/01/2020).

Vídeos postados nas redes sociais mostram protestos em frente à Universidade Amir Kabir, em Teerã. O movimento contra Khamenei teria começado, informou o jornal norte-americano The New York Times, para lamentar a morte das vítimas.

Os atos ganharam peso depois que o comandante da Força Aérea da Guarda Revolucionária do Irã, Amir Ali Hajizadeh, assumiu a “total responsabilidade” pelo disparo do míssil que atingiu a aeronave. “Teria preferido morrer a testemunhar um acidente semelhante”, afirmou em comunicado transmitido pela televisão estatal.

Diminui o número de filados a partidos políticos


Segundo dados oficiais do TSE, diminuiu o número de brasileiros filiados a algum partido político.

Comparando os dados de novembro de 2018 ao mesmo mês do ano passado (último mês com dados disponíveis), a queda foi de 16,8 milhões para 15,6 milhões de filiados.

O partido com mais integrantes é o MDB, com 2,1 milhões. Em seguida vem o PT, com 1,4 milhão; seguido pelo PSDB e pelo PDT, com 1,3 milhão e 1,1 milhão de filiados, respectivamente.

Auditoria encontra elo do DPVAT com pessoas próximas a ministros do STF


Auditoria nas contas da Seguradora Líder, responsável pela gestão do seguro DPVAT, questionou uma série de procedimentos na gestão da empresa, incluindo pagamentos por prestação de serviços para pessoas próximas a políticos, a integrantes do governo federal ou ligadas a ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), muitas vezes sem os devidos detalhamentos e controles.

A auditoria foi realizada pela consultoria KPMG, a pedido da atual gestão da seguradora. A análise dos documentos e processos abarca o período que vai de 2008 a 2017.

O documento, com cerca de mil páginas, foi obtido pela reportagem da Folha. Parte dele avalia o envolvimento da Líder com o que a KPMG chama de “pessoas politicamente expostas”.

10 de janeiro de 2020

Reforma da Previdência: Alíquota de 11% para 14%; veja como votaram os deputados na AL


A Assembleia marcou para a noite desta sexta-feira (10) a segunda votação do projeto que eleva de 11% para 14% a alíquota de contribuição do servidor público com a Previdência.

A primeira votação aconteceu na noite de quarta (8), quando 14 parlamentares se manifestaram favoráveis ao texto elaborado pelo Governo e 9 contrários. Em licença médica, a deputada Janaína Riva (MDB) não participou da sessão.  

Na noite de quinta (9), o projeto entrou em votação segunda votação, mas houve um pedido de vistas do petista Lúdio Cabral.

Veja como votou cada deputado:

 A favor:

 Eduardo Botelho (DEM)

Dilmar dal Bosco (DEM)

Wilson Santos (PSDB)

Carlos Avalone (PSDB)

Romoaldo Junior (MDB)

Sílvio Favero (PSL)

Dr. Eugênio (PSB)

Dr. Gimenez (PV)

Faissal Calil (PV)

Valmir Moretto (PRB)

Ondanir Bortolini (PSD)

Xuxu Dalmolin (PSC)

Sebastião Rezende (PSC)

Ulysses Moraes (DC)

 Contra:

 Paulo Araújo (Progressista)

João Batista (Pros)

Ludio Cabral (PT)

Delegado Claudinei (PSL)

Thiago Silva (MDB)

Elizeu Nascimento (DC)

Valdir Barranco (PT)

Dr. João (MDB)

Max Russi (PSB)

Estudos do CNJ mostram que juiz de garantias é inviável



O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que atualmente analisa a forma de implantação da figura do juiz de garantias, já produziu um estudo técnico no ano de 2010 no qual concluiu pela inviabilidade da medida devido aos seus custos e alertou para a possibilidade de provocar lentidão e prescrição nos processos em andamento. O estudo foi enviado naquele ano ao Congresso Nacional para subsidiar as discussões de uma reforma do Código de Processo Penal.

Esse mesmo CNJ, agora comandado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF, Dias Toffoli, está analisando de que forma o juiz de garantias poderá ser implantado no Poder Judiciário de todo o País. Toffoli se manifestou favorável e determinou que o CNJ cuidasse do assunto.

9 de janeiro de 2020

Toffoli volta atrás e mantém redução no valor do seguro DPVAT; veja os valores


O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), reconsiderou nesta quinta-feira (9) sua própria decisão e autorizou a resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) que prevê a redução dos valores do seguro DPVAT em 2020.

Os valores reduzidos haviam sido divulgados no dia 27 de dezembro pelo conselho, vinculado ao Ministério da Economia. No dia 31, o ministro, plantonista do Supremo durante o recesso, suspendeu a norma a pedido da seguradora Líder, responsável por administrar o seguro obrigatório.

No pedido de reconsideração, a União argumentou que a seguradora omitiu “a informação de que há disponível no fundo administrado pelo consórcio, atualmente, o valor total de R$ 8,9 bilhões, razão pela qual, mesmo que o excedente fosse extinto de imediato, ainda haveria recursos suficientes para cobrir as obrigações do seguro DPVAT”.

7 de janeiro de 2020

Bolsonaro, sobre os Correios: “Se pudesse privatizar hoje, privatizaria”


Jair Bolsonaro disse hoje que, se pudesse, privatizaria os Correios imediatamente.

“A gente pretende. Se pudesse privatizar hoje, privatizaria. Mas não posso prejudicar o servidor dos Correios. É isso”, afirmou ao deixar o Palácio da Alvorada.

“As privatizações têm que passar pelo Parlamento. Você mexe nessas privatizações com centenas, dezenas de milhares de servidores. É um passivo grande. Você tem que buscar solução para tudo isso. Você não pode jogar os caras para cima. Eles têm que ter as suas garantias. Tem que ter um comprador para aquilo. É devagar. Tem o TCU com lupa em cima de você. Não são fáceis as privatizações.”

Ministério da Saúde quer zerar fila de espera por cirurgias eletivas



O Ministério da Saúde reservou R$ 250 milhões a mais para aumentar o número de cirurgias eletivas a serem realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os repasses começam a ser feitos já em janeiro para diminuir as filas para 53 tipos de procedimentos que incluem catarata, varizes, hérnia, vasectomia e laqueadura, além de cirurgia de astroplastia de quadril e joelho, entre outras com grande demanda.

Os procedimentos com maior demanda são os oftalmológicas, para tratamento de catarata e de suas consequências, e para tratamento de doenças da retina, seguida de cirurgia para correção de hérnias e retirada da vesícula biliar.

4 de janeiro de 2020

Bolsonaro defende abertura do mercado para atenuar alta dos combustíveis


A solução defendida pelo presidente Jair Bolsonaro para equacionar a alta do preço dos combustíveis é a abertura do mercado. “Temos que quebrar monopólios”, na saída do Palácio da Alvorada.

O presidente da estatal, Roberto Castello Branco, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, entendem que a quebra do monopólio que a estatal exerce, na prática, sobre o refino, é o caminho para aliviar o bolso dos consumidores. O governo sabe, contudo, que essa não é uma medida a curto prazo.

Atualmente, estão em funcionamento no Brasil 17 refinarias com capacidade instalada de refino diário de cerca de 2,3 milhões de barris. Do total, 13 refinarias são de grande escala, e pertencem à Petrobras. As demais são de concorrentes privados: Manguinhos, instalada no Rio de Janeiro; Univen, em Itupeva (SP); Riograndense, em Uruguaiana (RS); e Dax Oil, em Camaçari (BA). Essas quatro, juntas, produzem cerca de 5% do total da gasolina no país.

Trump diz que morte de general foi para parar uma guerra, não começar


O presidente Donald Trump fez um pronunciamento na noite de ontem (3) em que disse que o ataque dos Estados Unidos que resultou na morte, no Iraque, do general Qassem Soleimani, um militar de alta patente do Irã, foi uma ação para parar e não para começar uma guerra. A morte de Soleimani causou tensão na sexta-feira entre líderes mundiais devido ao risco da escalada do conflito entre Estados Unidos e Irã.

Durante o pronunciamento, Trump classificou Soleimani como “o terrorista número 1 do mundo” e disse que o iraniano estava planejando ataques terroristas contra diplomatas e militares norte-americanos. “Sobre nossa política contra terrorista que ameaçam ou pretendem ameaçar qualquer americano, nós vamos encontrá-lo e eliminá-lo”, disse o presidente.

Foragido por ataque a ‘Porta dos Fundos’ assume autoria do ato


O empresário Eduardo Fauzi, de 41 anos, apontado como responsável por orquestrar o ataque à sede da produtora Porta dos Fundos, no bairro do Humaitá, na Zona Sul do Rio de Janeiro, assumiu a autoria do atentado, ocorrido na véspera de Natal, neste sábado, 4. 

Em entrevista ao”Projeto Colabora”, Fauzi classificou o especial de fim de ano do canal como um “ato de profanação” e afirmou que “uma blasfêmia sempre será infinitamente pior do que qualquer reação contra ela”. Fauzi é procurado pela Polícia Civil do estado desde a terça-feira 31. Ele viajou para Moscou, capital da Rússia, e seu nome foi incluído no rol de procurados pela Interpol nesta quinta-feira 2.

“Quando não há formas de responder aos ataques feitos à fé, e, sobre tudo, a Deus, além de nos depararmos com autoridades completamente inertes omissas ou até coniventes, que têm o poder de solucionar a questão e cessar a ofensa, mas não o fazem e se recusam a fazer, ou até mesmo defendem os atos criminosos e blasfemos, não resta outra forma do que responder com as próprias mãos”, justificou o ataque.

Veja