7 de abril de 2020

Governador de MT calcula perda de R$ 300 mi e prevê "transtornos a todos"


O governador do Estado Mauro Mendes (DEM) afirmou que prevê uma queda de R$ 300 milhões na arrecadação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), principalmente em razão da queda no consumo de energia e combustível.

A queda, segundo ao governador, se deve a medidas duras de fechamento de empresas e comércios devido à pandemia do novo coronavírus, a Covid-19.

Em abril do ano passado, o Governo de Mato Grosso arrecadou R$1.410.074.102.

“Vai cair muito a arrecadação. O ICMS de energia e combustível, que são duas das principais fontes, estamos prevendo uma queda no ICMS na ordem de 40% esse mês. E aí? São mais de R$ 300 milhões”, afirmou o governador.

A declaração foi feita em entrevista à Rádio Jovem Pan FM na manhã desta terça-feira (07).

Pesquisa revela que 33% dos empresários já admitem fechar portas em MT


Quase um terço dos empresários do estado diz que só tem condições de manter o negócio por apenas mais um mês, afirma uma pesquisa divulgada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em Mato Grosso. A expectativa negativa é decorrente o isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a pesquisa “Percepção de Lideranças Empresariais de Mato Grosso sobre os Impactos do coronavírus nos Negócios e na Economia”, 31,80% dos empresários mato-grossenses disseram que devem conseguir manter as empresas abertas por mais um mês somente.

Além disso, a pesquisa mostra que 98% deles tiveram impactos negativos no comércio em Mato Grosso. Foram entrevistados 354 empresários, entre os dias 27 e 28 de março.

Governo Federal suspende pagamentos de FGTS, INSS e Seguro para empregados domésticos


O governo permitiu que os empregadores domésticos adiem o pagamento de FGTS, INSS e de seguro contra acidentes. No caso do INSS, é possível suspender os pagamentos de março, abril e maio; para os demais encargos, a dispensa é para março e abril.

Para serem beneficiados no primeiro mês, os patrões precisam editar o Documento de Arrecadação do eSocial (DAE) até hoje. Os débitos de FGTS começarão a ser pagos a partir de julho e poderão ser parcelados em seis vezes, de julho a dezembro. Já os de INSS e de seguro serão pagos juntamente com as contribuições referentes aos meses de julho e setembro, respectivamente. Em ambos os casos, não haverá incidência de multa por atraso.

WhatsApp limita encaminhamento de mensagens em crise de coronavírus


O WhatsApp anunciou nesta terça-feira (7) que vai limitar o encaminhamento de mensagens no aplicativo para evitar a propagação de notícias falsas. A medida resulta do cenário de desinformação na plataforma durante a epidemia do novo coronavírus.

A partir de agora, não será mais possível encaminhar uma mensagem que foi retransmitida diversas vezes a cinco destinatários, mas a apenas um.

A mudança vale para as chamadas mensagens encaminhadas com frequência, que são rotuladas no aplicativo com setas duplas. Essas setas indicam que a mensagem não se originou de um contato próximo.

“Agora, estamos introduzindo um limite para que essas mensagens possam ser encaminhadas para apenas uma conversa por vez”, diz o WhatsApp.

A empresa afirma ter observado aumento significativo na quantidade de encaminhamentos, o que “pode fazer com que os usuários se sintam sob pressão, além de contribuir para a disseminação de informações erradas”.

Essa é a terceira vez que o mensageiro, que pertence ao Facebook, altera o número de vezes que um conteúdo pode ser transmitido na plataforma. As mudanças são sempre respostas a crises.

O repasse não tinha limite até ser reduzido para 20, após um linchamento na Índia (defendido por usuários da plataforma); no início de 2019, o número caiu para cinco, depois de episódios de disparos em massa durante as eleições brasileiras em 2018.

Um estudo recente feito em parceria pelos projetos Eleições Sem Fake, do Departamento de Ciência da Computação da UFMG, e Monitor do Debate Político no Meio Digital, da USP, identificou que quatro de 10 áudios mais compartilhados sobre coronavírus no Brasil são negacionistas.

O grupo analisou 2.108 áudios que circularam de 24 e 28 de março, em 522 grupos públicos de WhatsApp, com a participação de mais de 18 mil usuários ativos.

O “estrelismo” de Mandetta

Luiz Henrique Mandetta estava adorando tudo isso. Alçado a liderança política nacional, elogiado pela oposição, o Ministro da Saúde se sentia à vontade até para ignorar as opiniões, mesmo toscas, do presidente da República. 

E não resistia, com sua palavra fácil e tom gentil, à tentação de fazer política em cada coletiva. Exagerou. O presidente chegou ao Planalto, nesta segunda (6), decidido a demitir Mandetta. 

Mas a turma do “deixa disso” agiu e o esperto ministro decidiu propor a flexibilização do isolamento nos locais com 50% da capacidade de saúde liberadas.

Mandetta até ousou prestigiar o governador goiano Ronaldo Caiado, que na véspera havia rompido com seu chefe. Não tinha perigo de dar certo.

Bolsonaro tem três opções para o lugar de Mandeta: o ex-ministro da Cidadania e deputado Osmar Terra (MDB-RS) está na “pole position”.

Petrobras prevê produção de 2,07 milhões de barris por dia em abril


O patamar de produção de petróleo no Brasil para o mês de abril é de 2,07 milhões de barris por dia (bpd). A nova estimativa de produção mensal aprovada pela Petrobras inclui as reduções divulgadas nos dias 26 de março e 1º de abril.

Em nota, a companhia informou que fará acompanhamento diário da projeção de produção. Conforme os resultados poderá elevar ou diminuir as restrições para garantir a produção média do volume aprovado de 2,07 milhões bpd em abril.

Hoje (7) também, a Petrobras revelou uma nova descoberta. Dessa vez, a companhia identificou a presença de óleo em poço exploratório do bloco Sudoeste de Tartaruga Verde, localizado na Bacia de Campos.