11 de abril de 2020

Coronavirus, Bolsonaro: «Consequências de contenção como desemprego e pobreza não são mais prejudiciais ao vírus»



O presidente brasileiro defende seu trabalho em medidas contra o Covid-19 - Ansa / CorriereTv
Em um discurso televisionado, o presidente brasileiro Bolsonaro defende seu trabalho, depois de perder o consenso sobre as medidas de contenção do vírus. "As consequências das medidas de contenção - disse ele - não podem ser mais prejudiciais que o próprio vírus. O desemprego leva à pobreza, miséria e finalmente morte "