Bilionário Abilio Diniz é investigado por concentração econômica

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) abriu uma investigação contra o bilionário Abilio Diniz para apurar se o empresário está em potencial excesso de concentração, de acordo com reportagem publicada pelo jornalista Lauro Jardim, colunista da revista VEJA.
Segundo o texto, o Cade quer saber se as relações administrativas de Abilio na fabricante de alimentos BRF e no Carrefour prejudicam o mercado.
Além disso, de acordo com Jardim, o Cade quer apurar se o empresário suspostamente monitora os 60 imóveis que ele aluga para o Pão de Açúcar, rede atualmente controlada pelo grupo francês Casino.
Na última terça-feira, Abilio aumentou sua participação no Carrefour Brasil de 10% para 12%, desembolsando cerca de 370 milhões de reais.
O bilionário brasileiro, que já empregou mais de 2 bilhões de reais nesse movimento, ainda tem até 5 anos para ampliar sua participação no Carrefour Brasil, de 12% para o limite de 16%. Em uma entrevista dada no final de 2014, Abilio estava confiante de que seu caso não seria nem mesmo analisado pelo Cade. “Não foi feita nenhuma consulta (ao Cade) e não há nenhuma razão para fazer. Se tivesse alguma razão, nós faríamos”, afirmou o empresário.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis