Lobista pagou parte de imóvel de José Dirceu

jose_dirceuA Jamp Engenheiros Associados, empresa do lobista Milton Pascowitch, preso em maio durante a 13ª fase da Operação Lava-Jato, pagou parte de um imóvel pertencente ao ex-ministro José Dirceu. Na tarde de ontem, a assessoria do petista informou que, em 2012, a empresa repassou R$ 400 mil aos antigos proprietários da casa que Dirceu utilizava como escritório de consultoria, na Avenida República do Líbano, em São Paulo. O valor repassado pela Jamp é parte de um contrato entre a empresa e a firma de consultoria do ex-ministro, a JD.
Operador da empreiteira Engevix e de outros grupos, Milton Pascowitch pagou, de acordo com dados da Receita Federal, R$ 1,4 milhão a Dirceu. A suspeita dos investigadores é de que as consultorias foram usadas, ao menos em parte, para mascarar pagamentos de propinas de contratos superfaturados com a Petrobras. De acordo com o vice-presidente da empreiteira, Gérson Almada, Pascowitch era o elo da Engevix com o PT.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis