Marta deixa o PT e diz que PMDB não foi “contaminado”

marta suplicy
Sem partido desde abril, quando deixou o PT depois de 33 anos na sigla, a senadora Marta Suplicy (SP), de 70 anos, vai assinar hoje sua ficha de filiação ao PMDB, legenda pela qual ela pretende disputar a Prefeitura da capital no ano que vem.
No mapa da sigla do vice-presidente Michel Temer, a ex-ministra da Cultura de Dilma se alinhará com o grupo que defende o rompimento com a presidente. Em entrevista concedida por e-mail ao Estado, Marta defende o lançamento de candidatura própria ao Palácio do Planalto em 2018 e diz que o PMDB não teve sua estrutura partidária “contaminada” pelo esquema de corrupção desvendado pela Operação Lava Jato.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis