Marta deixa o PT e diz que PMDB não foi “contaminado”

marta suplicy
Sem partido desde abril, quando deixou o PT depois de 33 anos na sigla, a senadora Marta Suplicy (SP), de 70 anos, vai assinar hoje sua ficha de filiação ao PMDB, legenda pela qual ela pretende disputar a Prefeitura da capital no ano que vem.
No mapa da sigla do vice-presidente Michel Temer, a ex-ministra da Cultura de Dilma se alinhará com o grupo que defende o rompimento com a presidente. Em entrevista concedida por e-mail ao Estado, Marta defende o lançamento de candidatura própria ao Palácio do Planalto em 2018 e diz que o PMDB não teve sua estrutura partidária “contaminada” pelo esquema de corrupção desvendado pela Operação Lava Jato.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Tangará da Serra recebe Circuito Aprosoja dia 25 de maio

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra