Sem mostrar a cara hoje, PT se infiltra no Grito

Grito-dos-Excluídos-Brasilia
Os petistas, em baixa no mercado político, optaram por reforçar sua presença no 21º Grito dos Excluídos. Patrocinado pela CNBB, presidida pelo bispo Dom Sérgio da Rocha, ele ocorre todos os anos no dia 7 de setembro. Agrada aos petistas o lema adotado pela CNBB para este ano: “Que país é este que mata gente, que a mídia mente e nos consome?”.
O presidente do PSDB, senador Aécio Neves, não gosta do uso da palavra “aecista”. Seus aliados dizem que a expressão passa a imagem de que se trata do “pensamento do Aécio”. Alegam que ela (aecista) nem sempre retrata suas posições.
O PSDB deu uma guinada temporária. Ele não abandonou suas esperanças no TCU e no TSE. Os desdobramentos da crise moral continuam no horizonte. Mas sua aposta do momento é a crise econômica, potencializada pelos movimentos erráticos do governo e do PT em torno da linha adotada pelo ministro Joaquim

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis