Cristovam diz que Brasil pode sair da crise para entrar na decadência

cristovam
O senador Cristovam Buarque (PDT_DF) cobrou mais ousadia do debate parlamentar, lamentando que a discussão sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff tenha gerado um “Fla-Flu” político que domina o Congresso. Segundo Cristovam, nem governo nem oposição têm bons argumentos contra ou a favor do impeachment, e o Brasil só encontrará o caminho do protagonismo se os líderes pensarem mais no país e menos em seus partidos. Ele criticou duramente a distribuição de cargos pelo governo, considerando que a prática aumenta a sensação de desgosto e nojo diante da política.
“O que fez a presidente? Em vez de ampliar a base, em vez de negociar com todos, em vez de constituir um ministério de alto nível – chamemos assim -, fez barganha e colocou um ministério que envergonha mais hoje do que antes ainda”, protestou o senador. Cristovam Buarque também chamou atenção para a possibilidade de o Brasil sair da crise para entrar na decadência, num processo que poderá consumir décadas para ser revertido. Para o senador, o Brasil está ficando para trás por falta de ciência e tecnologia, despreparo da mão de obra, perfil econômico antiquado e escasso investimento no futuro.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Tangará da Serra recebe Circuito Aprosoja dia 25 de maio

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra