Cristovam diz que Brasil pode sair da crise para entrar na decadência

cristovam
O senador Cristovam Buarque (PDT_DF) cobrou mais ousadia do debate parlamentar, lamentando que a discussão sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff tenha gerado um “Fla-Flu” político que domina o Congresso. Segundo Cristovam, nem governo nem oposição têm bons argumentos contra ou a favor do impeachment, e o Brasil só encontrará o caminho do protagonismo se os líderes pensarem mais no país e menos em seus partidos. Ele criticou duramente a distribuição de cargos pelo governo, considerando que a prática aumenta a sensação de desgosto e nojo diante da política.
“O que fez a presidente? Em vez de ampliar a base, em vez de negociar com todos, em vez de constituir um ministério de alto nível – chamemos assim -, fez barganha e colocou um ministério que envergonha mais hoje do que antes ainda”, protestou o senador. Cristovam Buarque também chamou atenção para a possibilidade de o Brasil sair da crise para entrar na decadência, num processo que poderá consumir décadas para ser revertido. Para o senador, o Brasil está ficando para trás por falta de ciência e tecnologia, despreparo da mão de obra, perfil econômico antiquado e escasso investimento no futuro.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis