Imóveis da organização criminosa de Carlinhos Cachoeira devem ir a leilão

cachoeira-620Um total de 22 lotes e um barracão pertencentes à organização criminosa de Carlinhos Cachoeira devem ir a leilão. O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) obteve decisão da 11ª Vara da Justiça Federal em Goiás (JF) deferindo a alienação antecipada desses imóveis, que estavam em nome de Adriano Aprígio de Souza, ex-cunhado de Carlos Augusto de Almeida Ramos, nome real de Cachoeira, que seria o verdadeiro proprietário dos bens.
O valor de avaliação parcial dos bens supera os R$ 3 milhões e eles estão localizados nos municípios goianos de Anápolis, Caldas Novas e Goiatuba. Os imóveis foram sequestrados durante a Operação Monte Carlo, que, em 2012, desarticulou uma quadrilha que explorava jogos de azar e máquinas caça-níqueis no estado de Goiás. Eles estavam depositados sob responsabilidade de Adriano, até a decisão final dos processos.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis