Imóveis da organização criminosa de Carlinhos Cachoeira devem ir a leilão

cachoeira-620Um total de 22 lotes e um barracão pertencentes à organização criminosa de Carlinhos Cachoeira devem ir a leilão. O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) obteve decisão da 11ª Vara da Justiça Federal em Goiás (JF) deferindo a alienação antecipada desses imóveis, que estavam em nome de Adriano Aprígio de Souza, ex-cunhado de Carlos Augusto de Almeida Ramos, nome real de Cachoeira, que seria o verdadeiro proprietário dos bens.
O valor de avaliação parcial dos bens supera os R$ 3 milhões e eles estão localizados nos municípios goianos de Anápolis, Caldas Novas e Goiatuba. Os imóveis foram sequestrados durante a Operação Monte Carlo, que, em 2012, desarticulou uma quadrilha que explorava jogos de azar e máquinas caça-níqueis no estado de Goiás. Eles estavam depositados sob responsabilidade de Adriano, até a decisão final dos processos.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Tangará da Serra recebe Circuito Aprosoja dia 25 de maio

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra