Por causa do zika, Colômbia pede que mulheres evitem ficar grávidas até julho

“Considerando a atual fase em que se encontra a epidemia do zika vírus e o risco que ela traz, recomenda-se que os casais que vivem em território nacional evitem gestações durante essa fase, que pode se estender até o mês de julho de 2016”. Essa foi a recomendação feita nesta quarta-feira pelo governo colombiano, por meio de um comunicado assinado pelo ministro da Saúde e Proteção Social, Alejandro Gaviria.
A recomendação é semelhante à feita em novembro pelo diretor de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde no Brasil, Cláudio Maierovitch, que depois acabou voltando atrás. “Não engravidem agora. Esse é o conselho mais sóbrio pode ser dado”, afirmou o diretor em novembro do ano passado, época que que a relação do zika com a microcefalia já se desenhava no país.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Tangará da Serra recebe Circuito Aprosoja dia 25 de maio

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra