A MÁGICA DA ARRUMAÇÃO: PESSOAS QUE VIVEM EM UM AMBIENTE ORGANIZADO SÃO MAIS FELIZES

Fernanda Viola
Ter uma casa em ordem é o desejo de muitas pessoas. Afinal, quem não quer encontrar o que precisa facilmente, poder receber amigos e familiares sem ter que correr para tirar as coisas da sala ou até mesmo não se perder em meio a tantos objetos que nem usa mais? Mas viver em um ambiente organizado pode trazer muitos outros benefícios, inclusive para a nossa felicidade.
Pensando nisso, a japonesa Marie Kondo escreveu o livro A Mágica da Arrumação no qual explica como uma simples organização pode mudar a sua vida para melhor. Isso porque, segundo ela, ao estar rodeado apenas do que ama, você se tornará feliz e motivado a seguir aquilo que sempre sonhou. “Ter uma casa bem arrumada influencia positivamente todos os aspectos da sua vida – inclusive o trabalho e as relações familiares. Uma reformulação drástica na casa provoca mudanças igualmente drásticas em seu estilo de vida”, completa a guru.
No livro, Marie afirma que ao organizar seus pertences, a pessoa reencontra seu foco e faz as pazes consigo mesma. Seu método é considerado simples, mas transformador. “Para decidir o que manter e o que jogar fora, você deve segurar os itens um a um e se perguntar: isso me traz alegria? Você só deve continuar se a resposta for sim”, afirma. Marie explica sua teoria: “quando você põe sua casa em ordem, também organiza suas questões e seu passado. Você passa a distinguir com mais clareza o que é essencial e o que é inútil, assim como o que deve e o que não deve fazer”.
Abaixo, confira algumas das dicas elaboradas pela japonesa para acabar de vez com a bagunça e ser mais feliz:
  • Não compre produtos especiais para organização. A ideia é diminuir a quantidade de itens na casa e não comprar mais;
  • Guarde os objetos porque gosta deles e não “porque sim”;
  • O objetivo de um presente se cumpre na hora em que o recebemos. Por isso, não tenha medo de se desfazer de lembranças que recebeu e nunca mais usou;
  • Esvazie o conteúdo daquelas caixas onde guarda objetos aleatórios, como botões soltos, prendedores de cabelo, moedas, canetinhas, blocos promocionais, etc;
  • “Livros que você pretender ler um dia” equivale a “livros que você nunca vai ler”. Leia-os agora ou livre-se deles.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis