Dilma quer acabar com o Aedes, mas corta os recursos

dilma_mosquitoA presidente Dilma Rousseff chega a ser tragicômica. Quer o Brasil em guerra contra o mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya, mas corte o armamento, ou melhor, o orçamento.
Em 2015, o governo federal deveria ter repassado ao programa de Coordenação Nacional da Vigilância, Prevenção e Controle da Dengue deveria ter recebido R$ 8,96 milhões, mas foram executados apenas R$ 3,3 milhões.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Tangará da Serra recebe Circuito Aprosoja dia 25 de maio

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra