Ação mira pagamentos ao Instituto Lula

mi_14698834361526793
O Ministério Público Federal afirma que ‘ingressos e saídas’ de valores do Instituto Lula e da LILS Palestras, ligadas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, são alvos da Operação Aletheia, ápice da Lava Jato.
Segundo a Procuradoria da República, foram realizados ‘pagamentos vultosos’ de empreiteiras envolvidas no esquema Petrobrás em favor da entidade e da empresa de palestras. A ‘saída de recursos’, afirma a força-tarefa da Operação Lava Jato, beneficiou pessoas vinculadas ao PT e parentes próximos ao petista.
Nesta sexta-feira, 4, Lula foi conduzido coercitivamente – quando o investigado é levado para depor. “Investigam-se pagamentos vultosos feitos por construtoras beneficiadas no esquema Petrobrás em favor do Instituto Lula e da LILS Palestras, em razão de suspeitas levantadas pelos ingressos e saídas dos valores”, afirma a Procuradoria.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Tangará da Serra recebe Circuito Aprosoja dia 25 de maio

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra