Indígenas do noroeste mato-grossense querem “trancar” MT 170 e BR 174 nesta semana

A mobilização de índios na cidade de Juína, Mato Grosso, é em protesto à portaria 1907, que teria retirado à autonomia da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), ficando as aldeias diretamente submetidas às decisões centralizadas do Ministério da Saúde.

Índios da etnia Cinta Larga, Rikbaktsa, Arara e outras, caso não tenham apoio do poder executivo e legislativo, deverão fechar a MT – 170 e BR – 174, em Juína.

A informação foi passada por Fernando Rikbaktsa, um dos lideres do movimento. Ele ainda confirmou que a etnia Enawene Nawe não virá ao protesto em Juína.

Segundo Fernando, mais lideranças deverão chegar ao município na manhã desta quarta-feira, dia 26, para concentração. A mobilização inicialmente será na CASAI.

Depois eles pretendem procurar os vereadores e prefeito em busca de apoio para irem a Brasília e lá reivindicarem, porém se não tiverem respaldo, fecharão a MT e BR.


Os indígenas querem que o governo [federal] revogue a portaria que  segundo eles prejudicará e muito seus direitos. Fonte Juína News

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis