Indígenas do noroeste mato-grossense querem “trancar” MT 170 e BR 174 nesta semana

A mobilização de índios na cidade de Juína, Mato Grosso, é em protesto à portaria 1907, que teria retirado à autonomia da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), ficando as aldeias diretamente submetidas às decisões centralizadas do Ministério da Saúde.

Índios da etnia Cinta Larga, Rikbaktsa, Arara e outras, caso não tenham apoio do poder executivo e legislativo, deverão fechar a MT – 170 e BR – 174, em Juína.

A informação foi passada por Fernando Rikbaktsa, um dos lideres do movimento. Ele ainda confirmou que a etnia Enawene Nawe não virá ao protesto em Juína.

Segundo Fernando, mais lideranças deverão chegar ao município na manhã desta quarta-feira, dia 26, para concentração. A mobilização inicialmente será na CASAI.

Depois eles pretendem procurar os vereadores e prefeito em busca de apoio para irem a Brasília e lá reivindicarem, porém se não tiverem respaldo, fecharão a MT e BR.


Os indígenas querem que o governo [federal] revogue a portaria que  segundo eles prejudicará e muito seus direitos. Fonte Juína News

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra