As mãos sujas de Ana Júlia. Ou: o repertório limitado de uma adolescente sádica.

Como lemos no Brasil247, Ana Júlia, a adolescente filha de um petista – e que tentou enganar muita gente encenando o papel de “apartidária” – agora foi ao Congresso.
Lá esteve a convite de senadores da extrema-esquerda, como Gleisi Hoffmann. Ana Júlia foi levada para emitir narrativas em prol do saqueamento estatal, ou seja, da ausência de um teto de gastos.
Ela repetiu seu truque utilizado na Assembléia Legislativa do Paraná: transferir suas responsabilidades aos outros e dizer que os oponentes estão com “as mãos sujas” de qualquer coisa. Pode ser sangue ou qualquer outra substância. Ela bradou: “Em relação à PEC 55, a antiga PEC 241, eu quero dizer uma coisa: aqueles que votarem contra a educação estarão com as mãos sujas por 20 anos”.
Em seguida, expeliu a típica ameacinha da extrema-esquerda: “Nós vamos desenvolver métodos de desobediência civil, nós vamos levar a luta estudantil para frente, nós vamos mostrar que não estamos aqui de brincadeira, e que o Brasil vai ser um país de todos”.
Em suma, ela propõe – mas é puro blefe, claro – desobediência civil para tentar entregar aos totalitários um cartão de crédito sem limites. Ana Júlia não quer essa ausência limite para prover gastos em educação ou saúde, mas para facilitar a corrupção, a contratação de comissionados, a liberação de verbas para “coletivos” e o envio de grana para ditaduras sanguinárias. Em resumo: gastar com monstruosidades.
Ana Júlia está do lado da escória derrotada nas eleições. Mesmo assim, ainda seguem nutrindo o desejo de ver o Brasil devastado e saqueado. Pessoas como Ana Júlia anseiam pelo sofrimento do povo. Sem um teto de gastos, é mais fácil esmagar um povo, assim como já ocorre na Venezuela.
Ana Júlia tirou uma foto ao lado de Gleisi, cujo marido está envolvido em um escândalo de corrupção que surrupiou dinheiro de aposentados. Aqueles que destroem intencionalmente a vida de aposentados não iriam querer destino diferente para todos os brasileiros.
O chorinho da adolescente petista é composto de lágrimas de crocodilo. Mas isso também é parte de seu jogo. Muito provavelmente é parte do jogo de seu pai, bem como de Gleisi.
Seu principal truque é dizer que os outros possuem “mãos sujas”. Faz isso para esconder que nenhum outro grupo sujou suas mãos do que a extrema-esquerda – que ela representa – na história recente do brasil.
As intenções de Ana Júlia e da extrema-esquerda são sádicas. Se esfregarmos essa realidade na cara deles, o showzinho de Ana Júlia e Gleisi perde efeito.
Ana Júlia não é é “ignorante quanto a PEC 241”. É dissimulada e perversa. Ela sofre por ver que por 20 anos ficaria difícil para um governo de sádicos gastar mais do que se arrecada.
Ana Júlia sofre diante da possibilidade de diminuirmos o sofrimento do povo.
Ela sabe que tem as mãos sujas.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis