Enem teve prejuízo de 15 milhões com adiamento de provas

A do Enem prova voltará a ser aplicada nos dias 3 e 4 de dezembro para os que estavam inscritos para fazer o exame em uma das 405 escolas ocupadas em protesto contra a proposta de reforma do ensino médio e a PEC que limita o aumento dos gastos públicos.
O Ministério da Educação estima um prejuízo de R$ 15 milhões, custo da nova aplicação. Segundo a presidente do Inep, Maria Inês Fini, o governo vai reutilizar 78 toneladas de papel que deixaram de ser aproveitados neste fim de semana. O MEC, no entanto, ainda não sabe quanto vai conseguir economizar com esta reciclagem.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis