Conheça os direitos de quem foi prejudicado pela “greve”

A “greve” geral feita por sindicatos e milícias petistas sem dúvida prejudicou muitos trabalhadores. Entenda aqui quais são os seus direitos e como proceder em certos casos. Com informações da Jovem Pan.

A Lei 7783/89 por exemplo, determina que todo trabalhador brasileiro tem direito à greve, porém, também estabelece que seja mantido pelo menos 30% do efetivo de atividades consideradas essenciais, como transportes, saúde e policiamento.

“Se o trabalhador se sentiu prejudicado por algum motivo, ele deve mover uma ação indenizatória contra os verdadeiros provedores da greve, que são os sindicatos”, diz o advogado Arthur Rollo. É recomendável também que Boletos, faturas, e-mails, conversas por telefones, sejam guardados e usados como provas para provar os danos.

Em relação ao atraso de contas, um dos problemas causados por esse tipo de ato, o advogado Rodrigo Moulin Leite recomenda que se faça uso de canais eletrônicos para quitar as dívidas e se não for possível, arcar com as despesas mais importantes a princípio e depois buscar ressarcimento.


Em casos de perda de voos por atraso, o consumidor pode remarcar sem custo, é uma obrigação das companhias aéreas imposta pelo Código de Defesa do Consumidor.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis