Senado está dividido sobre "janela" para troca de partido

O analista político Alfredo da Mota Menezes:
"A janela não deveria existir. É um absurdo"

Os senadores Blairo Maggi (PR) e Wellington Fagundes (PR) afirmaram que o Senado Federal está dividido sobre aprovar o dispositivo, dentro da reforma eleitoral, que permite a troca de partidos, por 30 dias, de todos os cargos eletivos proporcionais, sem risco de perda de mandato.

Para Fagundes, que é presidente regional do PR, o maior empecilho na aprovação da "brecha" é imposto por grandes partidos, como PT e PSDB.

Segundo ele, as lideranças dessas agremiações temem perder um grande número de prefeitos e vereadores, o que diminuiria a representatividade em algumas regiões do país.

Para o analista político Alfredo da Mota Menezes, a brecha para a troca de partidos é “um absurdo”.

Ele acredita que as mudanças de partido não ocorrerão por questões ideológicas e/ou programáticas.

“A janela não deveria existir. É um absurdo, mas vai passar. E essas mudanças não são por questões ideológicas, programáticas, o que é muito ruim para a política brasileira”, disse Alfredo.

“O candidato é eleito por um partido, aí não se sente bem e 'pula' para outro. Nos Estados Unidos, por exemplo, são apenas dois partidos, o Democrata e o Republicano; Na Inglaterra temos o Trabalhista e Conservador. Será que nós, aqui no Brasil, descobrimos alguma fórmula com 32 partidos?”, questionou.

Para o analista, a aprovação da brecha irá gerar um troca-troca partidário em todo país e os maiores beneficiados serão o PSDB e o PMDB.

“Acredito quer o PSDB e PMDB são os dois que mais vão receber filiados. O PT está baleado, deve perder nomes, mas pode se recuperar lá na frente. E os outros partidos, DEM, PP, PTB, PR, vão ter que lutar para manter seus quadros”, afirmou.

“Mas, em minha opinião, o Brasil deveria diminua o número de partidos. Hoje, a quantidade é excessiva, desnecessária. Temos que ter 5 ou 6 partidos no máximo. E aí as pessoas irão se firmar em torno do seu partido”, completou. Fonte: Mídia News

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis