MT: Polícia suspeita que dinheiro desviado da Sefaz bancou campanha

A delegada Cleibe Aparecida de Paula, da Delegacia Fazendária (Defaz),  informou, nesta quarta-feira (21), que vai intimar servidores da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) a prestarem depoimento sobre o suposto esquema de desvio de R$ 85 milhões da Conta Única do Estado de Mato Grosso.

A suspeita é de que esses servidores - que não tiveram as identidades reveladas - podem estar envolvidos na fraude, que culminou na prisão de 33 pessoas jurídicas durante a Operação BBPag, deflagrada no último dia 15.

A delegada disse que parte do dinheiro pode ter sido usado para financiamento de campanhas políticas. Mas não citou nomes de possíveis beneficiados.

A investigação, segundo ela, está sob segredo de Justiça.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra