Parto agendado aumenta chance de nascimentos prematuros

Parto-agendado-aumenta-chance-de-nascimentos-prematurosNessa época de final de ano é comum que médicos e pacientes optem por agendar os partos, mesmo que a Organização Mundial da Saúde recomende que as cesarianas sejam feitas apenas em casos que apresentem risco para mãe ou o bebê. Por este fator, a Agência Nacional de Saúde (ANS) lançou a campanha “Não ao Parto Agendado”, idealizada peloProjeto Parto Adequado, como forma de reduzir as cesarianas desnecessárias, estimular o parto normal e evitar o nascimento de bebês prematuros.
O ginecologista do Hapvida Saúde,Elson Almeida, explica que a data de nascimento da criança depende de inúmeros fatores, mas o adiantamento do parto pode apresentar riscos à saúde do bebê. “Uma antecipação sem indicação adequada pode trazer ao mundo uma criança ainda não preparada, ou seja, prematura, aumentando os riscos de problemas pulmonares, oculares, cardíacos, digestivos, entre outros”, afirma.
A idade gestacional é, em média, 270 dias, ou seja, nove meses completos. Os médicos consideram 41 semanas o período para uma gestação segura e de desenvolvimento total do bebê. O ginecologista esclarece que as crianças nascidas antes de 37 semanas são consideradas prematuras, de 37 a 39 semanas o parto é tido como precoce e, após 39 semanas, tardio, sendo esse o momento mais adequado para o nascimento.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra