Presos da Lava Jato passarão o Natal na cadeia

arvore_prisao
O Natal da Lava Jato deve ter mais presos este ano. Serão 19 na Polícia Federal em Curitiba e no Complexo Médico Penal em Pinhais, região metropolitana. Se na lista do ano passado os executivos de empreiteiras e operadores do esquema na Petrobras eram maioria, o público agora mudou. Chegou o núcleo político, como o ex-ministro José Dirceu, os ex-deputados André Vargas, Pedro Corrêa e Luiz Argolo, além do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Tem também dois ex-diretores da estatal: Renato Duque e Jorge Zelada.
O doleiro Alberto Yousseff e o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró já colocaram tornozeleiras eletrônicas e saem da prisão nesta quarta-feira para passar o Natal e o Réveillon com as famílias. Eles voltam no dia 2 de janeiro. Faz parte do acordo delação premiada que eles fecharam. Cerveró já comprou passagem para o Rio de Janeiro. Já Youssef alugou uma casa na região de Curitiba para receber as três filhas. Os dez presos que estão em Pinhais vão ter direito a duas visitas no dia 25 (Natal). Os parentes poderão levar arroz, carne, macarrão e um panetone, mas nada sofisticado.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis