Abert repudia violência contra jornalistas e pede punição dos responsáveis

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) divulgou uma nota repudiando as agressões sofridas hoje (4) por profissionais da imprensa durante a cobertura do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Polícia Federal, em Congonhas.
“A Abert considera extremamente preocupante a repetição de ataques aos jornalistas no exercício da profissão. É inaceitável que a imprensa seja impedida de atuar na cobertura de fatos de interesse da sociedade”, diz a entidade.
Segundo a Abert, repórteres sofreram ameaças e empurrões durante a cobertura, e duas emissoras de TV tiveram seus equipamentos quebrados. A associação pede às autoridades apuração rigorosa das agressões e a punição dos responsáveis.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Tangará da Serra recebe Circuito Aprosoja dia 25 de maio

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra