Homem ateou fogo em namorada grávida para que ninguém a desejasse

Um italiano chocou o mundo depois de atear fogo no corpo da namorada que estava grávida. Revoltado porque ela ameaçou acabar o relacionamento, Paolo Pietropaolo, 42 anos, teve a ideia macabra de queimar Carla Caizazzo, 38 anos, para que ninguém mais quisesse ficar com ela.

Apesar do crime ter sido cometido em fevereiro, somente agora foi exposto mundialmente, devido ao julgamento. Por sorte, a mulher e o bebê saíram vivos. Carla teve 50% do corpo queimado. Paolo confessou que sua intenção era desfigurar a então namorada no intuito dela não conseguir mais ser desejada por nenhum outro homem.

O italiano descreveu todo o crime. Depois de tentar asfixiá-la, ele deu vários socos em Carla e, por fim, jogou álcool industrial no corpo dela, ateando fogo em seguida. A sorte da mulher foi a chegada de um vizinho, que a socorreu. No hospital, ela foi submetida a uma cesariana de emergência para salvar o bebê. O ex-namorado foi condenado a 18 anos de prisão e também vai ter que pagar uma indenização de quase R$ 900 mil à mulher e R$ 177 mil à filha.

Postagens mais visitadas deste blog

CHACINA: Policial militar é acusado de executar quatro pessoas em cabaré da cidade de Brasnorte

Saúde tem hoje Dia D de vacinação contra H1N1 em Tangará da Serra