Ministro classifica de “exagerada” ameaça de renúncia dos procuradores da Lava Jato

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, classificou de “exagerada” a ameaça de procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato de renunciarem à investigação. A ameaça foi anunciada na quarta-feira (30) como repúdio às alterações que a Câmara dos Deputados fez na proposta original das medidas de combate à corrupção apresentada pelo Ministério Público com o apoio de mais de 2 milhões de assinaturas.
Os procuradores interpretaram como “intimidação” a inclusão no texto da previsão de juízes e membros do MP responderem por abuso de autoridade nas investigações. Em entrevista coletiva após audiência pública na Câmara, encerrada há pouco, o ministro da Justiça explicou por que considerou a reação dos procuradores “extremamente exagerada”.

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça os cinco traficantes presos neste domingo pela Polícia Federal em Tangará da Serra

Sábado com acidente fatal na BR 364 próximo a Diamantino

Cecilia Gabriella,15 anos, é morta com 22 facadas em Campo Novo do Parecis