Deputado Fabris está mesmo com mandato cassado


O magistrado Antônio Horácio Neto negou e o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) rejeitou ontem, por unanimidade, os embargos de declarações interpostos pelo deputado estadual Gilmar Fabris (foto) que teve acórdão que cassou seu mandato eletivo.

O TRE, em decisão unânime, julgou procedente a representação eleitoral apresentada pelo Ministério Público Eleitoral contra o parlamentar por compra de voto, com base no artigo 41-A da Lei das Eleições, praticado no município de Poxoréu nas eleições do ano passado.

O processo contra o deputado Gilmar Fabris (DEM), que está licenciado do cargo, foi instruído com farta documentação, depoimentos, prisões, enfim, uma série de provas com segundo a Justiça Eleitoral comprovam o crime.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Miseráveis esquerdistas!

Bolsonaro na ONU

Pesquisa revela que 33% dos empresários já admitem fechar portas em MT