3 de julho de 2009

Torres tenta permanecer na Prefeitura, mas Justiça nega

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou a ação cautelar interposta pelo empresário Antônio Ribeiro Torres (PSB), segundo colocado nas urnas em Barão de Melgaço (MT), e que teve que deixar a administração municipal, depois da Justiça cassar o mandato do prefeito, Marcelo Ribeiro (PP), e determinar o retorno ao cargo.

O empresário recebeu 1.607 votos e quer continuar na Prefeitura da cidade, distante 121 quilômetros de Cuiabá.

O advogado Ronan de Oliveira Souza alega que, apesar de Marcelo Ribeiro ter saído vitorioso no processo em que é acusado por compra de votos, abuso de poder econômico e político, ele teria tomado posse na Prefeitura antes de ser cumprida as formalidades.

Oliveira afirma que não havia determinação judicial expressa para que o prefeito cassado retornasse ao cargo.Kelly Martins


Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com