14 de julho de 2011

Chico Alencar e os 10 mandamentos da autoridade pública

Egresso do PT e hoje filiado ao PSOL, o deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ), é autor dos 10 mandamentos da autoridade pública. Baseado nos 10 mandamentos de Moisés, o texto bem que podia ser adotado como regra por todos os ocupantes de cargos eletivos ou por qualquer pessoa que lide com a coisa pública para, quem sabe, inibir alguns desmandos e transgressões tão comuns à cultura política brasileira.

Entre os mandamentos estão coisas tão simples, como “amarás a promoção do bem comum, e não dos seus bens patrimoniais”, que postas em prática teriam evitado este ano a decapitação de alguns ministros.

 Faz parte também dos mandamentos escritos pelo deputado federal “não roubarás o erário, não pronunciarás a expressão ‘interesse público’ em vão, confundindo-a com a idolatria dos negócios privados; guardarás nítida separação entre dedicado trabalho e salutar descanso, desfrutando deste sem nenhuma vantagem indevida; honrarás todos os antecessores que praticaram a honestidade, o serviço e a justiça”.

Integram ainda o decálogo do deputado “não matarás a esperança do povo com práticas que degeneram o sentido maior da política, não cometerás atos de promiscuidade entre o público e o privado, não darás falso testemunho, não cobiçarás o que não te pertence, nem darás privilégios a teus cônjuges, parentes ou amigos e zelarás com rigor máximo pelo patrimônio público que transitoriamente gerencias”.

Essas leis não precisam ser escritas em pedra. Pode ser em papel mesmo, de qualquer tipo, pouco importa. O que importa é que se fossem adotadas poderiam fazer a diferença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com